Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Psoríase ungueal (nas unhas): o que é e principais tratamentos

A psoríase nas unhas, também chamada de psoríase ungueal, acontece quando as células de defesa do corpo atacam as unhas, gerando sinais como unhas onduladas, deformadas, quebradiças, grossas e com manchas brancas ou marrons. 

Embora não tenha cura, a aparência das unhas pode ser melhorada com a realização do tratamento indicado por um dermatologista, que pode incluir o uso de esmaltes e pomadas com substâncias contendo clobetasol e vitamina D. Se a psoríase atingir outras áreas do corpo, podem ainda ser indicados medicamentos como corticoides, metotrexato, ciclosporina ou infliximabe.

Além disso, alguns tratamentos podem ser realizados em casa, como limpar as unhas, ter cuidados com hidratação das unhas e manter uma alimentação rica em ômega 3, como linhaça, salmão e atum. 

Psoríase ungueal (nas unhas): o que é e principais tratamentos

Principais sinais e sintomas

A psoríase ungueal pode aparecer ao mesmo tempo das lesões da psoríase na pele, atingindo uma ou várias unhas. Alguns sinais de psoríase nas unhas são:

  • Ondulações nas unhas;
  • Unhas com deformidades;
  • Unhas quebradiças e com descamação;
  • Manchas brancas ou marrons;
  • Aumento da espessura das unhas;
  • Descolamento das unhas;
  • Sangramento.

Os sinais da psoríase ungueal podem ser semelhantes a infecções causadas por fungos, como as micoses, por isso assim que as alterações nas unhas surgirem deve-se procurar um dermatologista para confirmar a causa e iniciar o tratamento mais adequado.

Opções de tratamento

O tipo de tratamento para psoríase ungueal depende da quantidade de unhas afetadas, do estado geral de saúde e da gravidade do sintomas, devendo, por isso, ser sempre indicado por um dermatologista. Algumas formas de tratamento que podem ser recomendadas, são:

1. Esmaltes

A psoríase ungueal deixa as unhas ásperas e amolecidas, por isso alguns esmaltes podem auxiliar o tratamento, melhorando o aspecto das unhas, deixando-as mais lisas e mais resistentes. Além disso, alguns tipos de esmaltes podem ter produtos como vitamina D e clobetasol, que ajudam na reconstrução da unha.

Entretanto, é importante consultar o médico antes de aplicar esmaltes nas unhas atingidas pela psoríase, pois nem todos esmaltes trazem benefícios. 

2. Pomadas

Em casos mais leves de psoríase ungueal, podem ser indicados alguns tipos de pomadas que contêm substâncias como vitamina A, vitamina D, corticoides e imunossupressores. Essas pomadas devem ser indicadas pelo dermatologista e agem reduzindo a inflamação e ajudando na restauração do formato da unha. 

Em alguns casos, quando as lesões na unha são maiores e atingem outras áreas do corpo, como por exemplo, as palmas das mãos, essas pomadas são usadas em conjunto com alguns tipos de medicamentos. 

3. Medicamentos

Quando a psoríase atinge outras áreas do corpo ou quando o tratamento local, com esmaltes ou pomadas, não traz resultados, geralmente são indicados medicamentos como metotrexato, tacrolimo, ciclosporina, retinoides e corticoides. Em geral, esses medicamentos diminuem a ação das células de defesa do corpo que estão atacando o próprio corpo, aliviando os sintomas.

Em alguns casos, podem ainda ser indicados novos medicamentos, chamados medicamentos biológicos, que agem especificamente nas células que causam a doença. Alguns destes medicamentos são infliximabe, etarnecepte e adalimumabe, conhecido como Humira. Veja mais sobre as indicações do medicamento Humira

Em casos mais avançados de psoríase nas unhas, o médico pode indicar injeções de corticoide, que são aplicadas depois de uma anestesia no local. Além disso, a pessoa com psoríase deve fazer acompanhamento com reumatologista para indicação da dose diária e a duração do tratamento com os medicamentos.

4. Tratamento natural

Alguns cuidados podem ser realizados em casa para ajudar no tratamento da psoríase ungueal, como manter as unhas curtas e limpas. Para limpeza das unhas é necessário usar sabonetes neutros e antibacterianos, além de evitar o uso de esponjas duras ou escovas com cerdas grossas, pois isso pode provocar sangramento nas unhas lesionadas. 

É ainda recomendado usar cortadores ao invés de tesouras, reduzindo o risco de machucar mais as unhas. Além disso, é necessário manter as unhas hidratadas com produtos adequados e indicados pelo médico, pois isso evita que as unhas com psoríase fiquem encravadas. Saiba outras maneiras de tratar a psoríase naturalmente:

PSORÍASE | Tratamentos Caseiros

247 mil visualizações

5. Alimentação

Para controlar os sintomas da psoríase ungueal, deve-se evitar alimentos que aumentam a inflamação, como carnes vermelhas, embutidos e enlatados, como salsicha, linguiça e bacon, e alimentos ricos em pimentas e conservantes artificiais.

Além disso, é importante aumentar a ingestão de frutas, legumes e de produtos ricos em ômega 3, como linhaça, salmão, atum, nozes e castanhas. Veja mais sobre outros alimentos que ajudam no tratamento para psoríase

6. Tratamento alternativo

Um tratamento alternativo para psoríase é o banho em aquários com o peixe garra-rufa, também chamado de peixe-médico, que se alimenta da pele lesionada da psoríase, o que estimula o crescimento de uma nova camada de pele saudável.

Esse tratamento é feito em clínicas especializadas que fazem criação desse tipo de peixe, e cada sessão dura cerca de 30 minutos. A frequência e o número de sessões depende da gravidade da doença, podendo ser feito diariamente ou 1 vez por semana.

Psoríase ungueal (nas unhas): o que é e principais tratamentos

O que fazer para não agravar as feridas

Para não agravar as feridas, deve-se evitar o uso de produtos químicos nas mãos e de sabonetes, detergentes, cremes ou perfumes que não forem indicados pelo médico. Uma alternativa é utilizar luvas de algodão fino durante trabalhos manuais, pois luvas de borracha podem irritar mais a pele, tendo atenção para que as luvas estejam limpas e sejam usadas por pouco tempo.

Em caso de calos ou cantos de unhas, deve-se procurar ajuda do dermatologista ou do podólogo para tratar adequadamente e evitar agravamento das feridas. Recomenda-se não usar unhas postiças, pois os produtos químicos da cola podem danificar e irritar mais as unhas com psoríase. Além disso, é importante não retirar as cutículas, pois isto pode causar infecções e piorar as lesões.

Bibliografia >

  • E MEDICINE HEALTH. Nail Psoriasis. Disponível em: <https://www.emedicinehealth.com/nail_psoriasis/article_em.htm#when_should_someone_seek_medical_care_for_nail_psoriasis>. Acesso em 29 Out 2019
  • MEDICAL NEWS TODAY. Nail psoriasis: What to do about it?. Disponível em: <https://www.medicalnewstoday.com/articles/314542.php#nail-psoriasis>. Acesso em 29 Out 2019
  • DERM NET NZ. Nail psoriasis. Disponível em: <https://www.dermnetnz.org/topics/nail-psoriasis/>. Acesso em 29 Out 2019
  • AMERICAN ACADEMY OF DERMATOLOGY. What is nail psoriasis, and how can I treat it?. 2019. Disponível em: <https://www.aad.org/diseases/psoriasis/nail-psoriasis>. Acesso em 29 Out 2019
  • DOGRA, Alka; ARORA, Amanjot Kaur. Nail Psoriasis: The Journey So Far. Indian J Dermatol. Vol.4. 59.ed; 319–333, 2014
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem