Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Tratamento para psoríase nas unhas

A psoríase nas unhas, também chamada de psoríase ungueal, deve ser tratada com medicamentos de uso tópico, como esmaltes de clobetasol, que devem ser aplicados 2 vezes por semana, ou corticoides feitos à base de vitamina D, que são aplicados diretamente nas feridas que podem se formar na ponta dos dedos das mãos ou dos pés.

Nos casos mais graves, em que as lesões na pele atingem outras partes do corpo, quando as feridas nas mãos e nos pés são maiores ou quando o tratamento local não traz resultados, o médico pode recomendar o uso de remédios para ingerir que têm efeito no corpo todo, como metotrexato, corticoides e imunossupressores.

Muitas vezes a psoríase nas unhas pode ser confundida com micose, mas a psoríase não é contagiosa, apesar de muito difícil de controlar também.

Unhas com psoríaseUnhas com psoríase

O que fazer para não agravar as feridas

Para não agravar as feridas, deve-se evitar o uso de produtos químicos nas mãos e de sabonetes, detergentes, cremes ou perfumes que não forem indicados pelo médico. Uma alternativa é utilizar luvas de algodão fino durante trabalhos manuais, pois luvas de borracha podem irritar mais a pele, tendo atenção para que as luvas estejam limpas e sejam usadas por pouco tempo.

Também é importante manter as mãos secas, retirando toda a umidade das unhas e dos dedos com lenços descartáveis após a lavagem das mãos ou após o banho. Além disso, as unhas devem ser mantidas curtas, utilizando um cortador ao invés da tesoura, e evitando o uso de lixas.

Em caso de calos ou cantos de unhas, deve-se procurar ajuda do dermatologista ou do podólogo para tratar adequadamente e evitar agravamento das feridas.

Tratamento alternativo

Um tratamento alternativo para psoríase é o banho em aquários com o peixe garra-rufa, também chamado de peixe-médico, que se alimenta da pele lesionada da psoríase, o que estimula o crescimento de uma nova camada de pele saudável.

Esse tratamento é feito em clínicas especializadas que criam esses peixes, e cada sessão dura cerca de 30 minutos. A frequência e o número de sessões depende da gravidade da doença, podendo ser feito diariamente ou 1 vez por semana.

Tratamento para psoríase com peixe garra-rufaTratamento para psoríase com peixe garra-rufa

Alimentação para psoríase

Para controlar os sintomas da psoríase, deve-se evitar alimentos que aumentam a inflamação, como carnes vermelhas, embutidos e enlatados, como salsicha, linguiça e bacon, e alimentos ricos em pimentas e conservantes artificiais.

Além disso, é importante aumentar a ingestão de frutas e legumes e de produtos ricos em ômega-3, como linhaça, salmão, atum, nozes e castanhas. Veja mais exemplos em: Alimentação para psoríase.

Para tratar essa doença naturalmente, veja o vídeo:

Sintomas

A psoríase ungueal pode atingir uma ou várias unhas, assim como pode se manifestar também nos dedos e nas palmas das mãos e plantas dos pés, causando sintomas como:

  • Pequenas depressões nas unhas;
  • Unhas deformadas e grossas;
  • Unhas quebradiças e com descamação;
  • Perda da cor, com presença de listras brancas ou manchas marrons;
  • Descolamento das unhas;
  • Sangramento.

Logo que aparecerem os primeiros sintomas de alterações nas mãos ou nos pés, deve-se procurar o médico dermatologista para iniciar o tratamento, que será mais eficaz enquanto as lesões ainda forem pequenas.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...