Cólica menstrual: o que é, sintomas, causas e tratamento

Atualizado em janeiro 2024

Cólica menstrual é a dor pélvica durante a menstruação ou até uns dias antes de menstruar, podendo ser intensa e estar acompanhada de outros sintomas, como cansaço, náuseas, diarreia ou dor nas costas.

A cólica menstrual pode ser causada pela liberação de substâncias inflamatórias pelo útero para a menstruação descer, mas também pode estar relacionada a endometriose, mioma ou pólipo uterino, por exemplo.

Leia também: Pólipo uterino: o que é, sintomas, causas e tratamento tuasaude.com/polipo-uterino

O tratamento da cólica menstrual, também chamada dismenorreia, é feito pelo ginecologista e varia de acordo com a intensidade dos sintomas e suas causas, podendo ser indicado aplicação de compressas mornas na barriga ou uso de medicamentos. 

Imagem ilustrativa número 1

Sintomas de cólica menstrual

Os principais sintomas de cólica menstrual são:

  • Dor na parte inferior da barriga, que pode ser intensa;
  • Náuseas ou vômitos;
  • Dor que irradia para as costas ou pernas;
  • Dor de cabeça;
  • Diarreia.

Os sintomas da cólica menstrual podem se iniciar no primeiro dia da menstruação ou logo antes e, geralmente, a dor é mais intensa cerca de 23 a 48 horas após o início da menstruação.

Dependendo da sua causa, a cólica menstrual também pode surgir fora do período menstrual e estar acompanhada de outros sintomas como dor durante o contato íntimo ou sangramento fora do período menstrual, por exemplo.

Leia também: Sangramento de escape: o que pode ser e quando ir ao médico tuasaude.com/o-que-pode-ser-o-sangramento-fora-do-periodo-menstrual

Sinal de alerta para ir ao ginecologista

É importante consultar o ginecologista quando a cólica menstrual é intensa ou frequente, ou está acompanhada de outros sintomas, para que sejam realizados exames, identificada a causa e indicado o tratamento mais adequado.

Marque uma consulta com um ginecologista na região mais próxima:

Cuidar da sua saúde nunca foi tão fácil!

Marque uma consulta com nossos Ginecologistas e receba o cuidado personalizado que você merece.

Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

Foto de uma doutora e um doutor de braços cruzados esperando você para atender

Onde é a dor da cólica menstrual?

O local onde acontece a dor da cólica menstrual é na parte inferior do abdômen, no pé da barriga ou baixo ventre.

No entanto, essa dor pode irradiar para as costas ou até para a parte interna das coxas.

Leia também: Dor no pé da barriga: 15 principais causas (e o que fazer) tuasaude.com/dor-no-pe-da-barriga

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico da cólica menstrual é feito pelo ginecologista através do histórico de saúde e avaliação dos sintomas, bem como do seu início, localização da dor, duração e outros sintomas associados.

Além disso, o médico deve realizar um exame pélvico e solicitar outros exames, como ultrassom pélvico ou transvaginal, ressonância magnética, ultrassom com doppler ou até laparoscopia.

Esses exames ajudam a identificar a causa da cólica menstrual e a descartar condições com sintomas semelhantes, como gravidez ectópica ou síndrome do intestino irritável, por exemplo.

Possíveis causas

A cólica menstrual é causada pela liberação de substâncias inflamatórias, chamadas prostaglandinas, pelo útero, promovendo a contração uterina e a descida da menstruação.

No entanto, também pode ser causada por condições de saúde, sendo as principais:

  • Endometriose;
  • Cicatriz da cesariana;
  • Pólipos uterinos ou cisto no ovário;
  • Miomas ou adenomiose;
  • Doença inflamatória pélvica;
  • Uso de DIU.

Além disso, a cólica menstrual também pode surgir devido a infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) ou doença inflamatória pélvica (DIP), por exemplo.

Leia também: Dismenorreia: o que é, sintomas, causas e tratamento tuasaude.com/dismenorreia

Como é feito o tratamento

O tratamento da cólica menstrual deve ser feito com orientação do ginecologista e tem como objetivo aliviar a dor e melhorar a qualidade de vida.

Assim, os tratamentos que podem ser indicados pelo médico são:

1. Aplicação de compressas mornas

A aplicação de compressas mornas na barriga ajuda a relaxar os músculos pélvicos e aliviar as dores da cólica menstrual.

Esse tipo de tratamento normalmente é a opção inicial para aliviar as cólicas menstruais, sendo tão eficaz quanto o uso de remédios anti-inflamatórios e não tem efeitos colaterais.

Leia também: 10 truques para acabar com a cólica menstrual rápido tuasaude.com/6-dicas-para-diminuir-as-colicas-menstruais

2. Uso de remédios

O uso de remédios pode ser indicado pelo ginecologista para reduzir a produção de substâncias inflamatórias e aliviar a dor ou para tratar a condição de saúde que esteja causando a cólica menstrual.

Os principais remédios que podem ser indicados pelo ginecologista são:

  • Anti-inflamatórios não esteroides, como ácido mefenâmico, ibuprofeno ou naproxeno;
  • Analgésicos, como paracetamol ou dipirona;
  • Antiespasmódicos, como o butilbrometo de escopolamina;
  • Anticoncepcionais hormonais, contendo estrogênio e/ou progesterona.

Além disso, no caso da cólica menstrual ser causada por endometriose, o médico pode indicar remédios como leuprolida, goserelina, nafarelina, letrozol ou anastrozol, por exemplo. Saiba como é feito o tratamento da endometriose.  

Outros remédios que também são indicados são antibióticos para tratar infecções sexualmente transmissíveis ou doença inflamatória pélvica.

Leia também: Remédios para cólica menstrual (e opções naturais) tuasaude.com/remedio-para-colica

3. Cirurgia

A cirurgia pode ser indicada pelo médico quando outras opções de tratamento não foram eficazes para aliviar as cólicas menstruais causadas por endometriose, miomas, pólipos uterinos ou adenomiose.

Essa cirurgia pode ser feita utilizando diferentes técnicas, como laparoscopia, ablação do endométrio ou histerectomia, por exemplo.

Opções de tratamento caseiro

O tratamento caseiro para a cólica menstrual pode ser feito com o uso de chás, como camomila, gengibre ou valeriana, pois têm propriedades anti-inflamatórias e calmantes. Veja como preparar os remédios caseiros para cólica menstrual.

Além disso, também pode-se fazer massagem na barriga para ajudar a aliviar a cólica menstrual rapidamente, pois ajuda a relaxar os músculos pélvicos.

Leia também: Como fazer a massagem para aliviar cólica menstrual tuasaude.com/massagem-para-colica-menstrual

Esses remédios caseiros podem ser usados para complementar o tratamento indicado pelo ginecologista para aliviar a cólica menstrual.  

Assista o vídeo a seguir com mais dicas para aliviar as cólicas menstruais:

youtube image - Como aliviar a CÓLICA MENSTRUAL