Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que pode ser o sangramento fora do período menstrual

O sangramento fora do período menstrual pode ser considerado normal quando ocorre após exames ginecológicos e mudança de contraceptivo, não sendo necessário tratamento e não indicando qualquer problema de saúde. Na maioria dos casos, o sangramento fora do período menstrual corresponde ao spotting, também chamado de sangramento de escape, que é um pequeno sangramento que pode ocorrer entre os ciclos menstruais e dura cerca de 2 dias.

No entanto, um pequeno sangramento fora do período menstrual também pode ser sinal de gravidez quando surge 2 a 3 dias após o contato íntimo desprotegido, por exemplo, ou pode ser sintoma de pré-menopausa quando acontece em mulheres com mais de 40 anos. Saiba o que significa o sangramento na gravidez.

O que pode ser o sangramento fora do período menstrual

Principais causas

As principais causas do sangramento fora do período menstrual são:

  • Estresse, já que nessas situações pode ocorrer desregulações hormonais, no entanto pode ser solucionado por meio de exercícios e da aromaterapia, por exemplo;
  • Mudança de método contraceptivo, sendo considerada uma causa normal de sangramento fora do período menstrual e, por isso, é recomendado esperar até que o corpo se habitue. Caso o sangramento continue, é indicado ir ao ginecologista para que seja avaliado se a causa do sangramento é de facto a mudança de método contraceptivo;
  • Pólipos uterinos, que são mais comuns em mulheres na menopausa e correspondem ao crescimento excessivo de células da parede interna do útero e nem sempre precisa de tratamento, somente quando houver suspeita de malignidade. Saiba mais sobre os pólipos uterinos;
  • Síndrome do ovário policístico, que é caracterizada pela presença de diversos cistos no ovário devido a um desequilíbrio hormonal e cujo tratamento deve ser feito de acordo com a orientação do ginecologista, sendo normalmente recomendado o uso de anticoncepcionais. Confira 7 dúvidas comuns sobre a síndrome do ovário policístico;
  • Problemas na tireoide, em que há desregulação na produção de uma série de hormônios, podendo resultar em sangramentos fora do período menstrual. Para aliviar os sintomas relacionados a problemas na tireoide é indicado aumentar o consumo de alimentos com iodo, zinco e selênio para regular a tireoide;
  • Infecções, que podem ser causadas por parasitas, fungos ou bactérias, podendo ser até mesmo uma Doença Sexualmente Transmissível, sendo nesses casos também observado sangramento após a relação sexual. A depender do tipo de infecção, o médico pode indicar o uso de medicamentos para combater a infecção;
  • Após exames ginecológicos, já que alguns procedimentos podem ser invasivos, como papanicolau, por exemplo, sendo completamente normal haver pequeno sangramento, não sendo necessário qualquer tratamento.

Além disso, outras situações podem provocar sangramento fora do período menstrual ou sangramento de escape excessivo, como por exemplo a gravidez ectópica e o câncer de útero, sendo necessário seguir todas as recomendações médicas.

Para não confundir com o sangramento fora do período menstrual, saiba quando a sua menstruação deve voltar:

Erro
Erro
Erro
Imagem que indica que o site está carregando

Sangramento após a relação sexual

O sangramento após a relação sexual não é normal, apenas quando se trata da primeira relação, havendo o rompimento do hímen. Caso ocorra sangramento após a relação sexual, é importante ir ao ginecologista para que possam ser feitos exames e seja identificada a causa do sangramento. Veja quais são os exames normalmente solicitados pelo ginecologista.

O sangramento pode ser indicar doenças sexualmente transmissíveis, traumas durante a relação, presença de feridas no colo do útero ou ocorrer devido à lubrificação insuficiente da vagina, por exemplo. Além disso, caso a mulher possua câncer ou cistos no ovário, endometriose ou infecções bacterianas ou fúngicas, é possível que ocorra sangramento após a relação sexual. Saiba mais sobre o sangramento após a relação sexual.

O sangramento após a relação sexual pode ser avaliado de acordo com a quantidade de sangue e com a cor, sendo o vermelho vivo indicativo de infecções ou falta de lubrificação, e o marrom indicativo de sangramento de escape, qeu dura cerca de 2 dias. Saiba quando o sangramento escuro é sinal de alerta.

Quando ir no médico

É aconselhado ir ao ginecologista quando:

  • Ocorre sangramento fora do período menstrual;
  • Surge sangramento de escape excessivo por mais de 3 dias;
  • O sangramento de escape, mesmo que pouco, dura mais de 3 ciclos;
  • Acontece sangramento excessivo após o contato íntimo;
  • Surge sangramento vaginal durante a menopausa.

Nestes casos, o médico poderá fazer exames de diagnóstico, como papanicolau, ultrassonografia ou colposcopia para avaliar o sistema reprodutor da mulher e identificar se existe algum problema causando o sangramento, iniciando o tratamento adequado, caso seja necessário. Saiba também como tratar a hemorragia menstrual.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...