Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Remédios para cólica menstrual

Os remédios para cólicas menstruais contribuem para aliviar o desconforto abdominal provocados pela descamação do endométrio e contração do útero e para prevenir a ocorrência de cólicas fortes no período menstrual. 

Normalmente são aconselhados, pelos ginecologistas, medicamentos com ação analgésica e anti-inflamatória, que aliviam a dor, e remédios antiespasmódicos, que ajudam a reduzir as contrações do útero, reduzindo o desconforto.

Além disso, podem ainda ser adotadas algumas medidas naturais, como a realização de uma alimentação adequada ou a aplicação de calor na região abdominal, que são ótimas opções para complementar o tratamento farmacológico.

Remédios para cólica menstrual

1. Anti-inflamatórios

Os anti-inflamatórios não esteroides são uma ótima opção para o alívio das cólicas menstruais. Aqueles que geralmente são mais prescritos pelo médico são:

  • Ibuprofeno (Alivium, Atrofem, Advil);
  • Ácido mefenâmico (Ponstan);
  • Cetoprofeno (Profenid, Algie);
  • Piroxicam (Feldene, Cicladol);
  • Naproxeno (Flanax, Naxotec);
  • Ácido acetilsalicílico (Aspirina).

Embora possam aliviar a dor e o desconforto provocado pelas cólicas menstruais, estes medicamentos devem ser utilizados durante um período de tempo o mais curto possível, devido aos efeitos colaterais que apresentam. Só devem ser usados sob orientação do médico, nas doses por ele recomendadas

2. Analgésicos

Em alternativa aos anti-inflamatórios mencionados anteriormente, a mulher pode tomar um analgésico, como o paracetamol (Tylenol), a cada 8 horas, durante o período de tempo em que sentir dor.

3. Antiespasmódicos

Os antiespasmódicos, como a escopolamina (Buscopan) agem sobre as contrações dolorosas, aliviando de forma rápida e prolongada, as cólicas. A escopolamina também está disponível associada ao paracetamol, com o nome de Buscopan Composto, sendo mais eficaz no alívio da dor. A dose recomendada é de 1 a 2 comprimidos de 10mg/250 mg, 3 a 4 vezes ao dia.

4. Anticoncepcionais

Os anticoncepcionais hormonais, como inibem a ovulação, levam também à diminuição de prostaglandinas no útero, reduzindo o fluxo menstrual e aliviando a dor. Antes de iniciar a toma do anticoncepcional, o ideal é falar com o ginecologista, para que ele recomende o mais adequado para a pessoa em questão.

A toma de anticoncepcionais pode reduzir em cerca de 90% as cólicas menstruais. Conheça as vantagens e desvantagens de cada tipo de anticoncepcional.

Remédios naturais

Além dos medicamentos referidos anteriormente, estudos comprovam que realizar uma suplementação com magnésio, vitaminas B6 e B1, ácidos graxos e ômega 3, também contribui para a redução das dores menstruais.

Além disso, a prática regular e moderada de exercício físico, fazer um banho morno e relaxante e/ou aplicar botijas de água quente na região abdominal, também são medidas que contribuem para a redução das cólicas menstruais, porque o calor promove a vasodilatação, contribuindo para o alívio da dor. Veja outras formas naturais para aliviar a cólica menstrual.


Bibliografia

  • DALL'ACQUA, Roberta; BENDLIN, Tania. Dismenorreia. FEMINA . 43. 6; 2015
  • UNIVERSIDADE ABERTA DO SUS - ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA. Caso complexo Amélia - Dismenorreia. Link: <www.unasus.unifesp.br>. Acesso em 02 Jul 2019
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem