12 remédios caseiros para cólica menstrual (e como preparar)

Os remédios caseiros para cólicas menstruais, são principalmente os chás com propriedades analgésicas, anti-inflamatórias, anti-espasmódicas e calmantes, como o chá de gengibre, o chá de camomila ou o chá de orégano, pois possuem substâncias que ajudam a aliviar as contrações uterinas, diminuindo a dor e o desconforto da cólica menstrual.

Além de tomar um destes chás, outras formas de aliviar as cólicas menstruais são colocar uma compressa de água morna sobre o abdômen e evitar o excesso de doces e salgados e o consumo de alimentos com cafeína, como café, chocolate e coca-cola, pois podem aumentar as cólicas. Veja outras formas de aliviar as cólicas menstruais.

Os chás para cólicas menstruais podem ser utilizados para aliviar o desconforto das cólicas, no entanto, caso as cólicas sejam muito dolorosas e frequentes, deve-se consultar o ginecologista para identificar se existe mais alguma causa, como endometriose, que possa estar causando as cólicas e assim, iniciar o tratamento mais adequado.

Algumas opções de remédios caseiros para cólica menstrual são:

1. Chá de camomila

O chá de camomila possui propriedades analgésicas e anti-inflamatórias que ajudam a aliviar a cólica menstrual.

Além disso, a camomila é rica em apigenina, uma substância que atua nos receptores do cérebro, causando um efeito relaxante e calmante, ajudando a reduzir a insônia e a melhorar a má qualidade do sono, que podem estar relacionadas a problemas menstruais.

Ingredientes

  • 1 colher (chá) de flores de camomila frescas ou desidratadas;
  • 1 xícara de água fervente.

Modo de preparo

Acrescentar as flores da camomila na xícara de água fervente, tampar e deixar em infusão por 5 a 10 minutos. Após, retirar as flores da água. Deixar amornar e beber a seguir. Pode beber o chá de 2 a 3 vezes ao dia.

2. Chá de gengibre

O chá de gengibre é rico em compostos fenólicos como o gingerol, a zingerona e o chogaol que têm ação anti-inflamatória e analgésica, que ajudam a aliviar a dor da cólica menstrual.

Além disso, esse chá tem propriedades antieméticas, que podem ajudar a aliviar as náuseas e os vômitos que podem surgir quando se tem cólica menstrual. Veja outros benefícios do chá de gengibre.

Ingredientes

  • 1 cm da raiz de gengibre cortada em rodela ou ralada;
  • 1 litro de água fervente.

Modo de preparo

Adicionar o gengibre em uma panela com a água e deixar ferver durante 5 a 10 minutos. Após esfriar, coar e beber o máximo de 3 xícaras por dia.

Outra opção para fazer o chá é substituir a raiz por 1 colher de chá de gengibre em pó, que deve ser diluído em água fervente.

O chá de gengibre deve ser evitado por pessoas que fazem uso de anticoagulantes como varfarina ou ácido acetilsalicílico, pois pode aumentar o risco de sangramentos ou hemorragias.

3. Chá de lavanda

O chá de lavanda, também conhecido como alfazema, possui propriedades analgésicas, relaxantes e calmantes que ajudam a aliviar a dor e o desconforto das cólicas menstruais.

Ingredientes

  • 30 g de folhas de lavanda;
  • 1 litro de água.

Modo de preparo

Colocar a água para ferver e depois acrescentar as flores da lavanda e apagar o fogo. Tampar a panela e deixar esfriar. Coar e beber até 3 vezes por dia, sendo recomendado tomar após cada refeição principal.

O chá de lavanda não deve ser consumido por pessoas que tenham úlcera gástrica.

Outra opção é fazer aromaterapia com o óleo essencial de lavanda, para isso deve-se adicionar 3 a 4 gotas do óleo essencial em um aromatizador elétrico ou colocar no travesseiro ou na roupa de cama. Saiba como fazer aromaterapia com óleo essencial.

4. Chá de hortelã-pimenta

O chá de hortelã-pimenta é rico em substâncias como mentol e mentona, com propriedades antiespasmódicas, anti-inflamatórias, analgésicas e calmantes, que ajudam a aliviar a dor das cólicas menstruais.

Além do chá, uma massagem com o óleo essencial de hortelã-pimenta colocado nas têmporas também ajuda a aliviar a tensão e a enxaqueca.

Ingredientes

  • 2 colheres (de chá) de hortelã-pimenta fresca picada;
  • 150 mL de água.

Modo de preparo

Colocar a água para ferver, apagar o fogo e colocar as folhas da hortelã-pimenta. Em seguida, tampar e deixar repousar por alguns minutos. Após esfriar, coar o chá e beber a seguir. Pode-se beber 1 xícara do chá de 2 a 4 vezes por dia. Veja outros benefícios e outras receitas com a hortelã.

A hortelã-pimenta não é indicada durante a amamentação, em casos de inflamações no estômago, refluxo gastroesofágico, cálculos biliares ou doenças graves no fígado.

5. Chá de orégano

O orégano é uma erva aromática que possui propriedade anti-inflamatória e, por isso, o chá feito com essa erva pode ajudar a aliviar a dor e o desconforto da cólica menstrual.

Além disso, as folhas de orégano também são eficazes na regulação do ciclo menstrual. Conheça mais sobre o orégano e suas propriedades e benefícios.

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de folha de orégano seca;
  • 1 xícara de água.

Modo de preparo

Colocar a água para ferver, apagar o fogo, acrescentar as folhas de orégano e deixar em repouso por cerca de 10 minutos. Em seguida, coar, deixar amornar e beber em seguida.

6. Chá de funcho

O chá de funcho possui anetol, estragol e alcânfora na sua composição, substâncias com ação antiespasmódica, anti-inflamatória e analgésica, que ajudam a aliviar a dor e o desconforto das cólicas menstruais.

Além disso, esse chá possui propriedades digestivas, que pode ajudar a aliviar enjoo ou vômitos que podem surgir devido a cólica menstrual.

Ingredientes

  • 1 colher (de sopa) de sementes de funcho;
  • 1 xícara de água fervente.

Modo de preparo

Adicionar as sementes de funcho na xícara de água fervente. Tampar e deixar amornar, durante 10 a 15 minutos. Coar e beber a seguir de 2 a 3 xícaras por dia, 20 minutos antes da refeição. Outra opção de preparo deste chá é usar o saquinho do chá de funcho. Saiba outras formas de usar o funcho.

O chá de funcho não deve ser usado por mulheres em amamentação ou com gravidez suspeita ou confirmada.

7. Chá verde

O chá verde, feito da planta Camellia sinensis, possui compostos fenólicos na sua composição, especialmente a epigalocatequina, que tem propriedades anti-inflamatórias, antiespasmódicas e antioxidantes, que ajudam a aliviar as cólicas menstruais.

Além disso, esse chá tem um efeito antiproliferativo que pode ajudar a aliviar as cólicas relacionadas à endometriose, por exemplo.

O chá verde pode ser utilizado na forma de chá, infusão ou extrato natural, e deve ser utilizado com orientação médica pois o uso em excesso pode prejudicar o fígado.

Ingredientes

  • 1 colher (de chá) de folhas de chá verde ou 1 sachê de chá verde;
  • 1 xícara de água fervente.

Modo de preparo

Adicionar as folhas ou o sachê de chá verde na xícara com água fervente e deixar repousar por 10 minutos. Coar ou retirar o sachê, esperar amornar e beber em seguida. Este chá pode ser consumido de 3 a 4 vezes ao dia, ou conforme orientação médica.

O chá verde não deve ser consumido por adolescentes, mulheres que estejam amamentando, ou que têm insônia, hipertireoidismo, gastrite ou hipertensão arterial. Além disso, por conter cafeína na sua composição, deve-se evitar tomar este chá no fim do dia ou em quantidade superior à recomendada.

8. Chá de folhas de mangueira

O chá das folhas de mangueira possui propriedades anti-espasmódicas e, por isso, é útil para amenizar as cólicas.

Ingredientes

  • 20 gramas de folhas da mangueira;
  • 1 litro de água fervente.

Modo de preparo

Colocar os ingredientes numa panela e deixar ferver por 5 minutos. Tampar e deixar amornar, a seguir, coar e, para adoçar este chá, adicione 1 colher de chá de mel de abelhas, por xícara. Porém, essa adição deve acontecer apenas no momento de beber, e não no litro todo de chá.

Para que a cólica fique menos intensa, de forma natural, este chá deve ser tomado 4 vezes por dia, nos dois dias que antecedem a descida da menstruação e no primeiro dia da menstruação.

9. Chá de agnocasto

O chá de agnocasto, preparado com a planta medicinal Vitex agnus-castus, é rica em flavonóides, óleos essenciais, iridóides e glicosídeos, com ação antiespasmódica, além de ajudar a equilibrar os hormônios femininos, o que pode ajudar a aliviar as cólicas menstruais.

Além disso, o chá de agnocasto pode ajudar a regular a menstruação nos casos de intervalos muito grandes ou muito curtos entre as menstruações, ausência de menstruação ou síndrome dos ovários policísticos, por exemplo.

Ingredientes

  • 1 colher de chá de frutos de agnocasto;
  • 300 mL de água.

Modo de preparo

Adicionar os ingredientes em um recipiente e levar ao fogo, deixando ferver por cerca de 3 a 4 minutos. Tampar e deixar descansar por 10 minutos. Coar e beber até 2 xícaras por dia, por um período máximo de 3 meses. Veja outras formas de usar o agnocasto.

O chá de agnocasto não deve ser usado por menores de 18 anos, ou nos casos de gravidez suspeita ou confirmada, amamentação, por mulheres em tratamento de reposição hormonal ou que tomem anticoncepcional oral ou hormônios sexuais.

Deve-se ter cuidado ao administrar as doses do chá, pois altas dosagens podem provocar problemas intestinais.

10. Chá de manjericão

O chá de manjericão é rico em óleos essenciais, como geraniol, eugenol e linalol, além de taninos, saponinas e flavonoides, com propriedades antiespasmódicas, sendo uma boa opção de remédio caseiro para cólicas menstruais. Veja outros benefícios do manjericão.

Ingredientes

  • 10 folhas frescas ou secas de manjericão;
  • 1 xícara de água.

Modo de preparo

Colocar a água para ferver, desligar o fogo e acrescentar as folhas de manjericão. Tampar e deixar repousar por 5 a 10 minutos. Coar e beber até 3 vezes por dia.

O chá de manjericão não deve ser consumido por mulheres grávidas ou com suspeita de gravidez, mulheres em amamentação, ou que tenham pressão baixa.

11. Chá de artemísia

Um ótimo remédio caseiro para acabar com as cólicas é o chá de artemísia, porque tem ação antiespasmódica que diminui a dor e o desconforto abdominal, causado pelas cólicas intestinais ou menstruais.

Ingredientes

  • 1 colher (de sopa) de folhas de artemísia;
  • 1 xícara de água fervente.

Modo de preparo

Juntar os ingredientes e deixar repousar durante cerca de 5 minutos. Depois tapar, deixar esfriar e beber 2 a 3 xícaras por dia. Para aumentar o efeito deste chá, a mulher pode colocar um saco de água morna sobre a barriga e deitar-se de lado.

O chá de artemisia não deve ser usado por gestantes, uma vez que pode provocar contrações uterinas, e causar aborto. Esse chá também não deve ser usado por mulheres em amamentação.

12. Chá de calêndula

O chá de calêndula com erva-doce e noz moscada, devido as suas propriedades anti-espasmódicas, analgésicas, anti-inflamatórias e calmantes também podem ajudar a regular o ciclo menstrual e a diminuir a dor da cólica que pode acontecer durante esse período.

Ingredientes

  • 1 punhado de flores de calêndula;
  • 1 colher (de chá) de noz moscada;
  • 1 colher (de chá) de erva-doce;
  • 1 copo de água.

Modo de preparo

Colocar os ingredientes numa panela e deixar ferver por 10 minutos. Depois apagar o fogo, tapar a panela e deixar esfriar. A seguir, adoçar a gosto, coar e beber duas vezes ao dia.

Confira outras dicas para aliviar a cólica menstrual no vídeo a seguir:

Esta informação foi útil?

Atualizado por Karla S. Leal - Nutricionista, em setembro de 2022.

Bibliografia

  • CHEN, X.; et al. Therapeutic effects of green tea on endometriosis. Critical Reviews in Food Science and Nutrition. 2021
  • GALINDO, M. A.; et al. Effects of basil (Ocimum basilicum) on pelvic pain in primary dysmenorrhea (painful menstruation)in women of childbearing age. Revista Colombiana de Enfermería. 6. 6; 47-60, 2011
Mostrar bibliografia completa
  • BOKAIE, M.; et al . Oral fennel (Foeniculum vulgare) drop effect on primary dysmenorrhea: Effectiveness of herbal drug. Iran J Nurs Midwifery Res. 18. 2; 128–132, 2013
  • KAMAL, D. A. M.; et al. Beneficial Effects of Green Tea Catechins on Female Reproductive Disorders: A Review. Molecules. 26. 9; 2675, 2021
  • OHISHI, T.; et al. Anti-inflammatory Action of Green Tea. Antiinflamm Antiallergy Agents Med Chem. 15. 2; 74-90, 2016
  • ZAYERI, F.; et al. The clinical efficacy of lavender oil inhalation on intensity of menstrual pain from primary dysmenorrhea. J Herbmed Pharmacol. 8. 218-223, 2019
  • MOLLABASHI, E. N.; eta l. Do Chamomile effect on duration, amount of bleeding, and interval of menstrual cycles?. J Pharmacopuncture. 23. 1; 25-29, 2020
  • FARCO, J. A.; GRUNDMANN, O. Menthol--pharmacology of an important naturally medicinal "cool". Mini Rev Med Chem. 13. 1; 124-31, 2013
  • MIRABI, P.; et al. Effect of Medicinal Herbs on Primary Dysmenorrhoea- a Systematic Review. Iran J Pharm Res. 13. 3; 757–767, 2014
  • DAAILY, J. W.; et al. Efficacy of Ginger for Alleviating the Symptoms of Primary Dysmenorrhea: A Systematic Review and Meta-analysis of Randomized Clinical Trials. Pain Med. 16. 12; 2243-55, 2015
  • RAD, H. A.; et al. Effect of Ginger and Novafen on menstrual pain: A cross-over trial. Taiwan J Obstet Gynecol. 57. 6; 806-809, 2018
  • NIKJOU, R.; et al. The Effect of Lavender Aromatherapy on the Pain Severity of Primary Dysmenorrhea: A Triple-blind Randomized Clinical Trial. Ann Med Health Sci Res. 6. 4; 211–215, 2016
  • MAO, Q-Q.; et al. Bioactive Compounds and Bioactivities of Ginger ( Zingiber officinale Roscoe). Foods. 8. 6; 185, 2019
  • BENAVIDES, Victor; D'ARRIGO, Guadalupe; PINO, José. Effects of aqueous extract of Origanum vulgare L. (Lamiaceae) on the preimplantational mouse embryos. Rev. peru. biol. Vol 17. 3 ed; 381-384, 2010
  • BUSSMANN, Rainer W.; GLENN, Ashley. Medicinal plants used in Northern Peru for reproductive problems and female health. Journal of Ethnobiology and Ethnomedicine. Vol 30. 6 ed; 2010
Equipe editorial constituída por médicos e profissionais de saúde de diversas áreas como enfermagem, nutrição, fisioterapia, análises clínicas e farmácia.

Tuasaude no Youtube

  • Os poderosos benefícios do CHÁ DE LOURO

    09:57 | 150105 visualizações
  • Como aliviar a CÓLICA MENSTRUAL

    05:53 | 377081 visualizações
  • Como aliviar os sintomas de TPM

    04:16 | 171735 visualizações