11 principais vitaminas para engravidar (e como consumir)

Atualizado em novembro 2023

As vitaminas para engravidar, como o ácido fólico, a vitamina B12 e B6, a vitamina C ou o ômega-3, podem melhorar a qualidade do óvulo ou do esperma, e a fertilidade, aumentando as chances de engravidar, além de promover o desenvolvimento saudável do bebê durante a gestação.

Essas vitaminas podem ser tomadas na forma de suplementos, multivitamínicos, mas também podem ser encontradas em alimentos, como carne bovina, frango, peixe, ovo, frutas, sementes de abóbora, chia ou linhaça, por exemplo.

As vitaminas para engravidar devem ser usadas com orientação do obstetra, nas doses indicadas pelo médico, sendo normalmente recomendado iniciar assim que se planeja uma gravidez. 

Imagem ilustrativa número 1

11 vitaminas para engravidar

As principais vitaminas para engravidar são:

1. Ácido fólico

O suplemento de ácido fólico, também conhecido como vitamina B9 é muito utilizado durante a gravidez para evitar defeitos no tubo neural do bebê e prevenir problemas como fenda palatina ou espinha bífida, por exemplo.

No entanto, alguns estudos [1,2] têm mostrado que o ácido fólico associado a vitamina B12, pode aumentar as chances de engravidar e também o sucesso da reprodução assistida.

Além disso, o ácido fólico pode ajudar a melhorar a motilidade e a qualidade do esperma em homens inférteis, e melhorar os resultados da fertilização in vitro. 

Geralmente, o uso do ácido fólico é recomendado para ser iniciado 3 meses antes de engravidar. Saiba como tomar o ácido fólico.

Como consumir: além do suplemento, o ácido fólico pode ser encontrado em alimentos, como feijão-preto cozido, espinafre ou fígado de galinha ou de boi. Veja a lista completa de alimentos ricos em ácido fólico.

2. Vitamina B12

A vitamina B12 é é essencial para a formação das células sanguíneas, manter as funções do sistema nervoso central, e participar do metabolismo de proteínas e carboidratos.

Essa vitamina também ajuda a melhorar a fertilidade e reduzir o risco de distúrbios da ovulação, além de melhorar a absorção do ácido fólico.

Além disso, a vitamina B12 reduz os níveis de homocisteína no corpo, devido a sua ação antioxidante e anti-inflamatória, possivelmente melhorando o perfil metabólico de mulheres com ovários policísticos, que é uma causa de dificuldade para engravidar. 

Como consumir: a vitamina B12 pode ser encontrada na forma de suplementos ou em alimentos como peixes, carnes, ovos e laticínios. Confira os principais alimentos ricos em vitamina B12.

3. Vitamina B6

A vitamina B6, ou piridoxina, é importante para regular processos químicos no corpo, já que participa de diversas reações metabólicas, principalmente as relacionadas com os aminoácidos e as enzimas.

Essa vitamina contribui para a fase lútea do ciclo menstrual que ocorre logo após a ovulação, sendo importante para a implantação do embrião, além de reduzir os níveis de homocisteína no corpo, aumentando as chances de gravidez.

O excesso de homocisteína também está relacionada a menor qualidade de esperma no homem, o que pode reduzir a chance de uma gravidez. 

Como consumir: além de ser encontrada a forma de suplementos, alguns alimentos ricos em vitamina B6 são banana, peixe ou frango, por exemplo. Confira a lista completa de alimentos ricos em vitamina B6.

4. Colina

A colina, também conhecida como vitamina B8, ajuda a diminuir a inflamação do corpo, além de ter efeito neuroprotetor que é fundamental para o sistema nervoso e prevenção de defeitos congênitos no bebê.

Como consumir: a colina pode ser encontrada em alimentos como gema de ovo, fígado de galinha cozido ou levedura, por exemplo. Conheça todos os alimentos ricos em colina.

5. Vitamina C

A vitamina C tem ação antioxidante que reduz os danos nas células causados pelos radicias livres, o que pode melhorar a saúde do sistema reprodutor feminino e masculino.

Essa vitamina ajuda a melhorar os níveis hormonais, além da qualidade do óvulo e do esperma, o que pode aumentar as chances de uma gravidez. 

Como consumir: a vitamina C pode ser encontrada tanto em suplementos como em alimentos como abacaxi, caju, brócolis, limão, kiwi e tomate, por exemplo. Saiba quais alimentos são ricos em vitamina C.

6. Vitamina D

A vitamina D ajuda a aumentar os níveis de hormônios pelos ovários, como progesterona, estradiol e estrona, e o desenvolvimento dos folículos ovarianos.

Além disso, em homens a vitamina D pode ajudar a melhorar a qualidade do esperma.

Como consumir: a vitamina D é produzida no organismo através da exposição à luz solar, mas também pode ser obtida com consumo de alimentos, como peixes e ovos, ou tomada na forma de suplementos. Veja as principais formas de repor a vitamina D.

7. Vitamina E

A vitamina E tem ação antioxidante, sendo importante para manter os ovários saudáveis, contribuindo para melhorar a fertilidade e aumentar as chances de gravidez.

Além disso, a vitamina E pode ajudar a melhorar a motilidade do esperma em homens.

Como consumir: vitamina E pode ser obtida através da alimentação, sendo encontrada principalmente dos óleos vegetais e nos frutos secos, mas também pode ser usada na forma de suplementos. Veja os principais alimentos ricos em vitamina E.

8. Ferro

O ferro é um mineral essencial para a produção de glóbulos vermelhos no sangue, também conhecidos como hemácias, que são responsáveis por levar oxigênio para os tecidos do corpo.

A deficiência de ferro pode causar anemia ferropriva, prejudicando o funcionamento dos órgãos, inclusive do sistema reprodutor, podendo causar deficiência ovulatória e reduzir a saúde dos óvulos.

Desta forma, o ferro ajuda a prevenir a anemia ferropriva, sendo importante também durante a gestação, uma vez que as demandas de oxigênio são maiores para o desenvolvimento saudável do bebê.

Como consumir: o ferro pode ser obtido através do consumo de alimentos, como carne bovina, frango, peixe, sementes de abóbora, uva-passa ou pistache, ou utilizado na forma de suplementos. Confira os principais alimentos ricos em ferro.

9. Selênio

O selênio é outro mineral importante para ajudar no desenvolvimento de folículos saudáveis, o que pode aumentar a fertilidade e as chances de gravidez.

Além disso, o selênio também é importante durante a gravidez, para evitar complicações como danos no sistema nervoso do feto ou aborto espontâneo.

Devido suas propriedades antioxidantes, o selênio também é importante para a fertilidade masculina, pois evita os danos causados pelo radicais livres nos testículos e esperma, melhorando a concentração, qualidade e motilidade do esperma.

Como consumir: o selênio pode ser consumido na forma de suplementos ou através de alimentos como carne bovina, frango, peixe, castanha-do-pará, ovo ou sementes de girassol, por exemplo. Veja a lista completa de alimentos ricos em selênio.

10. Zinco

O zinco é um mineral essencial para o desenvolvimento do óvulo, assim como para melhorar a concentração, a motilidade e a contagem de esperma em homens.

Desta forma, o zinco é importante tanto para a saúde reprodutiva da mulher como do homem.

Como consumir: o zinco pode ser tomado na forma de suplemento ou consumido na alimentação, encontrado em carne de boi ou fígado, por exemplo. Confira todos os alimentos ricos em zinco.

11. Ômega-3 

O ômega-3 é um tipo de gordura boa que ajuda a reduzir a inflamação do corpo, regular o ciclo menstrual, aumentar o fluxo sanguíneo para o útero, assim como fortalecer o útero e melhorar a implantação do embrião.

Além disso, o ômega-3 pode ajudar a aumentar a quantidade de esperma, assim como sua motilidade.

Como consumir: o ômega-3 pode ser encontrado na forma de suplementos ou consumido em alimentos, como salmão, atum e sardinha, sementes de chia ou linhaça. Veja os principais alimentos ricos ômega-3 e outros benefícios para a saúde

Multivitamínicos para engravidar

Os multivitamínicos ou os polivitaminicos e minerais, possuem uma combinação de vitaminas e minerais que podem ser indicado pelo obstetra na pré-concepção.

Alguns exemplos de nomes de multivitamínicos são Natele Pré-concepção ou Lavitan Pré-Natal, por exemplo.

É importante ressaltar que o uso das vitaminas para engravidar devem ser feitos com indicação e orientação do obstetra.

Vídeos relacionados