Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
Fechar Coronavírus: Informações sobre COVID-19 Ler mais
O que você precisa saber?

Para que serve a vitamina E e quando é necessário suplementação

A vitamina E é uma vitamina essencial para o funcionamento do organismo, pois tem potente ação antioxidante, propriedades anti-inflamatórias, além de contribuir para o controle do colesterol ruim e melhorar a fertilidade, pois tem papel importante na produção dos hormônios.

Esta vitamina é encontrada na alimentação, e suas principais fontes são alimentos de origem vegetal, como cereais integrais, semente de girassol, amêndoas, avelã, amendoim, abacate ou azeite, por exemplo, entretanto, em alguns casos, a vitamina E também pode ser consumida na forma de suplementos em cápsulas, sob orientação do médico ou nutricionista.

Veja uma lista mais completa de alimentos ricos em vitamina E.

Para que serve a vitamina E e quando é necessário suplementação

Para que serve

A vitamina E, também conhecida como alfa-tocoferol, é um dos antioxidantes mais importantes, e seus benefícios incluem:

  • Equilibrar os níveis de colesterol;
  • Melhorar a saúde da pele e dos cabelos, pois fornece integridade à pele e paredes celulares;
  • Aumentar a firmeza da pele e prevenir rugas;
  • Melhorar a cicatrização;
  • Prevenir o envelhecimento;
  • Melhorar a resistência física e força muscular;
  • Combater a infertilidade, pois contribui para a formação de hormônios.

Além disso, a vitamina E pode ser útil para melhorar o sistema imune e contribui para o funcionamento do cérebro. Confira mais sobre os benefícios da vitamina E.

Quando se deve suplementar com vitamina E

Como suplemento alimentar, a vitamina E pode ser utilizada para manter a saúde da pele, aumentando sua elasticidade e prevenindo rugas, para melhorar a circulação sanguínea, auxiliar no controle do colesterol, combater os radicais livre do corpo e prevenir o envelhecimento. Essa vitamina também fortalece o sistema imunológico e pode ser recomendada com suplemento para casais com problemas de fertilidade.

Além disso, em alguns casos de alterações no colesterol, 1000 mg por dia de tocoferol pode fazer parte do tratamento clínico.

Já nos recém-nascidos prematuros, a deficiência de vitamina E pode causar a retinopatia de prematuridade e sangramento intracerebral, por isso, nesses casos é administrada entre 10 e 50 mg de Vitamina E diariamente sob supervisão médica.

Vitamina E em cápsulas

A suplementação de vitamina E em cápsulas costuma ser feita na dose de 3 a 15 mg por dia, entretanto, é recomendado que o seu uso seja orientado por um médico ou nutricionista, que pode adaptar melhor as doses de acordo com as necessidades de cada pessoa.

A vitamina E em cápsulas é encontrada em farmácias ou lojas de produtos naturais, encontrada pelo preço que varia,em média, entre 13 a 50 reais, a depender do local que vende, marca e dosagem.

Para que serve a vitamina E e quando é necessário suplementação

Sintomas de falta de vitamina E

A falta de vitamina E é rara e está, geralmente, associada à problemas de má absorção intestinal, e pode provocar redução dos reflexos, dificuldades na marcha, visão dupla, perda do sentido da posição, fraqueza muscular e dor de cabeça. 

Há uma maior preocupação deste tipo de deficiência nos bebês recém-nascidos, pois durante a gravidez há pouca passagem através da placenta, no entanto, o leite materno é suficiente para suprir a necessidade de vitamina E que o bebê precisa. Saiba quais são os sintomas e como evitar a deficiência de vitamina E.

Efeitos tóxicos da vitamina E

A hipervitaminose E pode causar hemorragia nos indivíduos que fazem uso de medicamentos anticoagulantes, por isso, não deve ser consumida nestes casos. 

Vitamina E engorda?

Não há evidências de que vitamina E em cápsulas, na dose recomendada diária, cause aumento de peso. Entretanto, deve-se ter cuidado com o consumo excessivo de alimentos fontes desta vitamina, pois podem causar um aumento do consumo de calorias diárias. 

Bibliografia >

  • COZZOLINO Silvia. Biodisponibilidade de nutrientes. 4º. Brasil: Manole Ltda, 2012. 365-385.
  • CATALGOL Betul; OZER Nesrin . Protective effects of vitamin E against hypercholesterolemia-induced age-related diseases. Genes and Nutrition. 7. 1; 91 -98, 2012
  • St. Ivanova , K. Ivanov et al. SPORT SUPPLEMENTATION: BENEFICIAL EFFECTS OF VITAMIN E AND CREATINE ON EXERCISE PERFORMANCE . PHARMACIA. 62. 2; 40-48, 2015
  • Majzouba Ahmad; Agarwalb Ashok. Systematic review of antioxidant types and doses in male infertility: Benefits on semen parameters, advanced sperm function, assisted reproduction and live-birth rate. Arab Journal of Urology. 16. 1; 113-124, 2016
  • HIND Almohanna; AZHAR Ahmed. The Role of Vitamins and Minerals in Hair Loss: A Review. Dermatol Ther Journal. 9. 1; 51-70, 2019
  • EXAMINE.COM. Vitamin E. Disponível em: <https://examine.com/supplements/vitamin-e/research/#cardiovascular-health_platelets-and-coagulation>. Acesso em 03 Abr 2020
  • BROWNE Declan; MCGUINNESS Bernadette et al. Vitamin E and Alzheimer’s disease: what do we know so far?. Clinical Interventions in Aging. 4. 1303–1317, 2019
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem