10 formas para acabar com o mau hálito

setembro 2022

O mau hálito, também chamado de halitose, é causado na maior parte das pessoas por má higiene da língua, mas também pode ocorrer por cárie, gengivite ou periodontite, além de problemas no estômago, sinusite, dor de garganta ou por doenças como diabetes, insuficiência hepática ou renal, por exemplo.

Por isso, algumas formas para acabar com o mau hálito incluem beber bastante água durante o dia em pequenos goles, além de escovar os dentes após as refeições, usar o fio dental diariamente, escovar a língua e visitar o dentista regularmente.

No entanto, mesmo quando as medidas de higiene bucal não melhoram o mau hálito, é importante fazer uma avaliação com o médico ou dentista para identificar a causa e fazer o tratamento mais adequado.

Algumas dicas para acabar com o mau hálito são:

1. Evitar ficar mais de 3 horas sem comer

Ficar mais de 3 horas sem comer é uma das causas do mau hálito, porque quando o estômago fica vazio por muito tempo, ocorre um aumento da produção de ácidos estomacais e gases, que podem subir à boca causando mau odor. 

Além disso, ao ficar muitas horas sem comer, o corpo pode produzir corpos cetônicos como fonte de energia, a partir da degradação das células de gordura, o que pode contribuir para o mau hálito.

Por isso, é recomendado evitar ficar mais de 3 ou 4 horas sem comer, durante o dia, e ingerir frequentemente alimentos de fácil digestão, como saladas cruas, legumes cozidos e carnes magras porque possuem menos gorduras e passam rapidamente pelo estômago. Para os lanches as frutas e o iogurte são os mais indicados, por exemplo, e também são mais facilmente digeridos.

Assista o vídeo com a nutricionista Tatiana Zanin com mais dicas de como acabar com o mau hálito:

2. Escovar os dentes após as refeições

Escovar os dentes após as refeições é uma das melhores formas de acabar ou prevenir o mau hálito, pois evita o acúmulo de bactérias, a formação de tártaro entre os dentes e a gengiva e de cárie dentária, que são causadoras do mau hálito. 

Desta forma, é recomendado escovar os dentes cerca de 30 minutos após as refeições pois a saliva produzida após a alimentação ajuda a controlar o pH da boca, agindo como um antisséptico natural contra algumas bactérias e mantendo o equilíbrio dos dentes e das gengivas.

Após esse período, deve-se escovar os dentes com uma escova de dentes macia e uma pasta de dentes com flúor que tem propriedades antibacterianas. Veja como escovar os dentes corretamente para acabar com o mau hálito

3. Evitar alimentos que causam mau hálito

Uma das formas de acabar com o mau hálito é evitar ou comer com moderação, alimentos que causam o mau hálito, especialmente brócolis, alho ou cebola cruas, pois esses alimentos além de ter um cheiro forte, contêm enxofre e quando são digeridos produzem gases que podem ser expelidos pela boca e causar o mau hálito.

Além de evitar o consumo muito frequente desses alimentos, é importante sempre escovar os dentes e limpar muito bem a boca depois do seu consumo porque assim o hálito volta a ficar mais fresco. Veja a lista completa de alimentos que causam gases e que, por isso, também favorecem o mau hálito.

4. Beber água ao longo do dia

Beber água ao longo do dia ajuda é outra forma de acabar com o mau hálito, pois ajuda a manter as mucosas hidratadas, a boca úmida e o hálito fresco. Por isso, é recomendado beber pelo menos 2 litros de água por dia em pequenos goles, para estimular a produção de saliva e acabar com o mau hálito. Além disso, deve-se evitar fumar, tomar café, refrigerantes ou bebidas alcoólicas, pois podem deixar a boca mais seca e causar mau hálito.

Para pessoas com dificuldade em tomar água, uma boa opção é adicionar o suco de meio limão na água, pois além de estimular a ingestão de líquidos, a acidez do limão estimula a produção de saliva naturalmente, ajudando a combater o mau hálito. Outra opção é adicionar frutas fatiadas em 1 litro de água, por exemplo, para que seja mais fácil consumir 2 litros de água por dia.

Outra opção para aumentar a produção de saliva e acabar com o mau hálito é mascar chicletes, de preferência sem açúcar.

5. Usar o fio dental

Usar o fio dental é importante para remover o excesso de alimentos que podem ficar entre os dentes após as refeições e evitar formação de placas bacterianas e tártaro que causam o mau hálito. Além disso, o fio dental consegue atingir os espaços entre os dentes, que as escovas de dentes não alcançam.

Assim, o recomendado é utilizar o fio dental antes de escovar os dentes, pelo menos uma vez por dia para acabar com o mau hálito. 

6. Escovar a língua

Outra forma de acabar com o mau hálito é escovar a língua sempre que se escova os dentes, pois as bactérias, o muco e os restos de alimentos podem formar uma camada branca sobre a língua, chamada de saburra lingual, que causa mau hálito.

Para escovar a língua, pode-se utilizar a mesma escova de dentes que se usa para a escovação ou usar raspadores de língua, por exemplo, pressionando por toda língua, no sentido de trás para frente, para remover completamente a sujeira da língua, e desta forma, controlar as bactérias na língua e acabar com o mau hálito.

7. Utilizar enxaguantes bucais

Utilizar enxaguantes bucais após a escovação dos dentes, ajuda a eliminar bactérias da boca que causam o mau hálito. O ideal é usar enxaguantes bucais que não tem álcool, porque o álcool resseca a boca e promove uma suave descamação da mucosa, favorecendo a proliferação de bactérias. 

Os enxaguantes bucais podem ser comprados nas farmácias, drogarias e supermercados ou preparados em casa com ingredientes naturais como o chá de cravo da índia que tem propriedades anti-sépticas que limpam a boca e purificam o hálito naturalmente. Veja outras opções naturais para acabar com o mau hálito

8. Consultar o dentista regularmente

Consultar o dentista regularmente para avaliar a saúde dos dentes, se há cáries ou problemas na gengiva, como gengivite ou periodontite, ajudam a prevenir o mau hálito e a tratar a halitose.

Por isso, é recomendado consultar o dentista pelo menos uma vez por ano para fazer a limpeza dos dentes, removendo o tártaro que são placas bacterianas acumuladas no dentes e que causam o mau hálito.

9. Limpar a dentadura corretamente

A limpeza da dentadura ou próteses dentárias também é fundamental para acabar com o mau hálito, pois ajuda a evitar o acúmulo de sujeira e o desenvolvimento de bactérias que, além de causarem mau hálito, podem também resultar em problemas como gengivite.

Para limpar a dentadura existem produtos específicos que podem ser utilizados, como pastilhas de limpeza Corega Tabs ou Efferdent, por exemplo, encontrados em farmácias ou drogarias.

Esses produtos podem ser usados adicionando uma pastilha na água morna, em um recipiente contendo a dentadura, cobrindo-a completamente, deixando agir por cerca de 3 a 5 minutos, ou conforme especificado pelo fabricante. Veja o passo a passo de como limpar a dentadura corretamente

10. Parar de fumar

Uma das causas do mau hálito é hábito de fumar, que além de deixar o cheiro de tabaco na boca, também provoca diminuição da produção de saliva, fazendo com que a boca fique muito seca, leva ao surgimento do mau hálito.

Por isso, a melhor forma de acabar com o mau hálito é parar de fumar, adotando estratégias como fazer atividades prazerosas que distraiam a mente, como fazer exercícios físicos, passear ao ar livre, ir na praia ou fazer jardinagem, por exemplo, além de atividades de relaxamento, como meditação ou yoga, que trabalham a respiração e aliviam a ansiedade. Veja outras estratégias para parar de fumar

Além disso, pode-se consultar o clínico geral, que pode indicar remédios para parar de fumar, como a bupropiona ou a vareniclina, por exemplo. Veja os principais remédios para parar de fumar

Esta informação foi útil?

Atualizado por Marcela Lemos - Biomédica, em setembro de 2022.

Bibliografia

  • DE GEEST, Sophie; et al. Periodontal diseases as a source of halitosis: a review of the evidence and treatment approaches for dentists and dental hygienists. Periodontol 2000. 71. 1; 213-27, 2016
  • WU, J.; et al. Halitosis: prevalence, risk factors, sources, measurement and treatment - a review of the literature. Aust Dent J. 65. 1; 4-11, 2020
Mostrar bibliografia completa
  • BICAK, Damla Aksit. A Current Approach to Halitosis and Oral Malodor- A Mini Review. Open Dent J. 12. 322-330, 2020
  • ORTIZ, Virginia; FILIPPI, Andreas. Halitosis. Monogr Oral Sci. 29. 195-200, 2021
  • KAPOOR, Uditi; et al. Halitosis: Current concepts on etiology, diagnosis and management. Eur J Dent. 10. 2; 292-300, 2016
  • BOLLEN, Curd M. L.; BEIKLER, Thomas. Halitosis: the multidisciplinary approach. Int J Oral Sci. 4. 2; 55-6, 2012
Equipe editorial constituída por médicos e profissionais de saúde de diversas áreas como enfermagem, nutrição, fisioterapia, análises clínicas e farmácia.

Tuasaude no Youtube

  • Como acabar com a língua branca?

    03:39 | 388262 visualizações
  • Como tratar gengivite e mau hálito

    07:48 | 148507 visualizações
  • Como economizar no dentista

    06:23 | 25651 visualizações
  • 3 DICAS PARA AUMENTAR A SAÚDE DOS DENTES

    02:00 | 28286 visualizações
  • Como curar o mau hálito

    02:35 | 621939 visualizações