Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Periodontite: o que é, sintomas e tratamento

A periodontite é uma condição odontológica caracterizada por proliferação excessiva de bactérias que gera inflamação na gengiva e, ao longo do tempo, resulta na destruição do tecido que sustenta o dente, o que pode resultar em dentes moles e, consequentemente, perda do dente.

Como a periodontite é uma doença inflamatória e infecciosa crônica, pode ser percebida durante a escovação e alimentação em que pode ser observado sangramento nas gengivas. Além disso, quando observa-se que os dentes estão ficando tortos ou separados aos poucos, pode ser sinal de que os tecidos de sustentação dos dentes estão enfraquecidos, podendo ser indicativo de periodontite.

Além de acontecer por causa da proliferação de bactérias, a periodontite também possui fator genético. Dessa forma, caso tenha havido caso de periodontite na família, é importante ter cuidados redobrados quanto à higienização bucal. Essa inflamação crônica pode não ser percebida quando surge, ainda na juventude, mas é permanente e a perda óssea tente a piorar, podendo ser percebido, mais ou menos aos 45 anos, dentes amolecidos, tortos e separados. Em alguns casos apenas se nota que há algum problema de saúde bucal quando os dentes ficam moles e começam a cair, sem nenhuma explicação aparente.

Periodontite: o que é, sintomas e tratamento

Principais sintomas

A periodontite pode ser localizada, afetando somente um ou outro dente, ou generalizada, quando afeta todos os dentes ao mesmo tempo. A mudança na aparência dos dentes é o que mais chama a atenção da pessoa, ou de pessoa próximas, mas é o dentista que faz o diagnóstico da periodontite, levando em conta os sinais apresentados.

Os sintomas que podem estar presentes incluem:

  • Mau hálito;
  • Gengivas muito vermelhas;
  • Gengivas inchadas;
  • Sangramento da gengiva após escovar os dentes ou comer;
  • Dentes tortos;
  • Amolecimento dos dentes;
  • Perda dos dentes;
  • Aumento do espaço entre os dentes;
  • Acordar com sangue no travesseiro.

O diagnóstico da periodontite pode ser feito pelo dentista ao observar a região, mas um exame de raio-X panorâmico pode ser útil para avaliar a gravidade da doença. Casos na família de pai ou mãe com periodontite assim como o hábito de fumar aumentam as chances da doença começar. Saiba mais sobre como reconhecer a periodontite.

Tratamento para Periodontite

O tratamento para acabar com a periodontite envolve raspagem da raiz do dente, em consultório e sob anestesia, para remoção da placa de tártaro e bactérias que estão destruindo a estrutura óssea que suporta o dente. O uso de antibiótico pode fazer parte do tratamento em alguns casos.

A manutenção no dentista periodicamente diminui a evolução dessa inflamação e ajuda a controlar a doença, diminuindo a perda óssea e evitando a queda de dentes. Além disso, não fumar, escovar os dentes diariamente e passar o fio dental são formas de controlar e curar a periodontite. Conheça as opções de tratamento da periodontite.


Bibliografia

  • RAFFAELLI, Marcelo P. Etiologia da Doença Periodontal: Revisão de Literatura. Tese de Mestrado, 2016. Universidade Fernando Pessoa - Faculdade de Ciências da Saúde.
  • ARAUJO, Ana Márcia M. S. Doença Periodontal: um fator de risco para gestantes. Trabalho de Conclusão de Curso de Especialização, 2011. Universidade Federal de Minas Gerais.
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem