Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Principais causas de mau hálito e o que fazer

Uma boa forma de confirmar se está com mau hálito é colocar as duas mãos em forma de concha em frente da boca e soprar devagarinho, e logo após inspirar esse ar. No entanto, para que esse teste dê certo é preciso ficar sem falar e com a boca fechada durante, pelo menos, 10 minutos. Isso porque, a boca está muito perto do nariz e, por isso, o olfato se habitua ao cheiro da boca não permitindo sentir o cheiro caso não se faça um pausa.

Outra forma de confirmar é pedir para que outra pessoa, que seja de confiança e muito próxima, informe se você está com mau hálito. Se o resultado for positivo, o que se aconselha fazer é investir na correta limpeza dos dentes e de toda a boca, escovando os dentes todos os dias depois de comer e antes de dormir para eliminar o máximo de germes, restos de comida e placa bacteriana.

Porém, se mesmo assim o sintoma persistir, uma consulta com o dentista é indicada porque pode ser preciso fazer um tratamento dentário. Quando o dentista observa que não existe nenhum motivo para o mau hálito dentro da boca, outras causas devem ser investigadas, e nesse caso a halitose, como é conhecido cientificamente o mau hálito, pode estar sendo causada por alguma doença na garganta, no estômago ou até mesmo por doenças mais graves, inclusive o câncer.

Principais causas de mau hálito e o que fazer

As principais causas de mau hálito normalmente estão dentro da boca, sendo causado principalmente pela saburra lingual que é a sujeira que recobre toda a língua. Mas as cáries e a gengivite, por exemplo, também estão entre as causas mais comuns do mau hálito. Saiba como solucionar cada uma destas causas e conheça outras possíveis causas:

1. Sujeira na língua

Na maior parte das vezes o mau hálito é causado pelo acumulo de bactérias na língua que deixa sua superfície com uma cor esbranquiçada, amarelada, de cor marrom ou cinza. Mais de 70% das pessoas com mau hálito, ao limparem a língua adequadamente, conseguem um hálito puro.

O que fazer: sempre que se escovar os dentes deve-se também usar um limpador de língua que se compra nas farmácias, drogarias ou pela internet. Para usar basta pressionar por toda língua, no sentido de trás para frente, para remover completamente a sujeira da língua. No caso de não se ter um limpador também se pode limpar a língua com a escova, passando em movimento de trás para a frente, no final da escovagem.

2. Cáries ou outros problemas dentais

As cáries, placa bacteriana, gengivite e outras doenças da boca como a periodontite também são causas comuns do mau hálito porque neste caso a proliferação de bactérias dentro da boca é muito grande e estas emanam odor característico que levam ao desenvolvimento de mau hálito.

O que fazer: caso exista suspeita de algum destes problemas, deve-se ir ao dentista para identificar e tratar cada um. Além disso, é importante escovar muito bem os dentes, a gengiva, o interior das bochechas e a língua para evitar o surgimento de novas cáries ou placa bacteriana. Veja tudo o que precisa fazer para escovar os dentes corretamente.

3. Ficar muitas horas sem comer

Ao passar mais de 5 horas sem comer nada é normal ficar com mau hálito e, é por isso, que ao acordar pela manhã este odor está sempre presente. Isso acontece porque as glândulas salivares produzem menos saliva, que serve para ajudar a digerir os alimentos e a manter a boca limpa.

O que fazer: é aconselhado evitar ficar mais de 3 ou 4 horas sem comer, durante o dia, e mesmo se precisar ficar de jejum por mais tempo, deve sempre beber pequenos goles de água para ir limpando a boca e estimulando a produção de saliva. Chupar um cravinho-da-índia pode ser uma solução natural muito eficaz nesse caso.

Conheça algumas outras dicas para eliminar o mau hálito de forma natural no vídeo a seguir:

4. Usar dentadura

Pessoas que usam algum tipo de dentadura têm maiores chances de ter mau hálito porque é mais difícil manter a boca sempre limpa e a própria placa pode acumular sujeira e restos de comida, principalmente se não estiver do tamanho ideal, com um encaixe perfeito dentro da boca. Pequenos espaços entre a placa e a gengiva podem permitir o acumulo de restos de comida, sendo tudo o que as bactérias, que produzem o mau cheiro, precisam para se multiplicar.

O que fazer: deve-se escovar os dentes e toda região interna da boca e também limpar muito bem a dentadura todos os dias antes de dormir. Existem soluções que o dentista poderá indicar para deixar a dentadura de molho durante toda a noite e eliminar as bactérias. Mas antes de colocar novamente esta prótese na boca, pela manhã, também é aconselhado lavar novamente a boca para manter o hálito puro. Confira o passo-a-passo para limpar a dentadura corretamente.

5. Comer alimentos que pioram o hálito

Certos alimentos podem provocar mau hálito, como é o caso do brócolis, da couve galega e da couve-flor. Estes vegetais favorecem a formação de enxofre dentro do corpo e este gás pode ser eliminado pelo ânus ou pela boca. Mas alimentos como alho e cebola também favorecem o mau hálito somente pelo ato de mastigá-los porque contêm um odor muito forte e característico que pode permanecer dentro da boca por horas.

O que fazer: o ideal é evitar o consumo muito frequente destes alimentos, mas além disso também é importante sempre escovar os dentes e limpar muito bem a boca depois do seu consumo porque assim o hálito volta a ficar mais fresco. Veja uma lista maior de alimentos que causam gases e que, por isso, também favorecem o mau hálito.

6. Infecções na garganta ou sinusite

Quando se está com a garganta inflamada e se tem pus na garganta, ou quando se está com sinusite, é normal ter mau hálito porque nesse caso existem muitas bactérias a região da boca e da cavidade nasal que acabam liberando este mau cheiro.

O que fazer: gargarejos com água morna e sal são excelentes para ajudar a remover o pus da garganta, eliminando naturalmente o mau hálito. Já respirar o vapor de de água morna com eucalipto também é excelente para fluidificar as secreções nasais, favorecendo sua retirada, sendo um ótimo remédio caseiro contra sinusite.

7. Problemas no estômago

Em caso de má digestão ou gastrite é comum o surgimento da eructação que são os arrotos, estes gases ao passar pelo esôfago e chegar a boca também podem provocar mau hálito, especialmente se forem muito frequentes.

O que fazer: melhorar a digestão comendo sempre em pouca quantidade, de forma mais variada e comer sempre alguma fruta no fim de cada refeição é uma ótima estratégia natural para combater o mau hálito causado pelos problemas de estômago. Veja mais exemplos em remédio caseiro para o estômago.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem