TPM: o que é, sintomas e tratamento (remédios e opções caseiras)

agosto 2022

A TPM (tensão pré-menstrual) é uma síndrome causada pelas alterações hormonais naturais do ciclo menstrual, que pode provocar sintomas físicos e/ou emocionais, como ansiedade, crises de choro, dor muscular, cólica e irritabilidade.

Geralmente, a TPM surge 1 a 2 semanas antes da menstruação e seus sintomas podem se manter mais intensos até ao dia da menstruação.

Embora sejam muito desconfortáveis e possam afetar o dia a dia da mulher, a maior parte dos sintomas de TPM podem ser aliviados de forma natural, através da prática regular de atividade física, uso de chá e uma alimentação balanceada. Porém, existem também mulheres que apresentam sintomas muito intensos e, nesses casos, pode ser recomendado o uso de remédios pelo ginecologista. Veja as principais dicas para aliviar os sintomas da TPM.

Principais sinais e sintomas

Os principais sintomas físicos da TPM são:

  • Dor muscular e nas articulações;
  • Seios doloridos;
  • Cólica;
  • Dor de cabeça;
  • Ganho de peso;
  • Acne;
  • Cansaço excessivo.

Além disso, enjoos e vômitos também são outros sintomas físicos que podem afetar algumas mulheres. Conheça outros sintomas que podem surgir na TPM.

Sintomas emocionais

Já os sintomas emocionais da TPM incluem:

  • Ansiedade ou estresse;
  • Alteração do apetite;
  • Raiva ou irritabilidade frequente;
  • Dificuldade de concentração;
  • Crises de choro;
  • Insônia ou excesso de sono;
  • Depressão;
  • Diminuição da libido.

Alguns sinais e sintomas podem ser mais graves em algumas mulheres, caracterizando o transtorno disfórico pré-menstrual, condição que causa sintomas parecidos com a TPM, mas que podem gerar crises de ansiedade, maior agressividade e ausências no trabalho, por exemplo, dificultando tarefas simples do dia a dia. Entenda o que é e como tratar o transtorno disfórico pré-menstrual.

Teste online de sintomas

Se acha que sofre de TPM, por favor responda as seguintes questões para saber quais as suas chances:

  1. 1.Você nota dificuldade de concentração antes da menstruação?
  2. 2.Sente dor de cabeça intensa, vertigens ou sofre desmaios nos dias antes da menstruação?
  3. 3.Você ganha peso ou nota que suas mãos/pés incham antes do início da menstruação?
  4. 4.Tem episódios de diarreia ou prisão de ventre antes da menstruação?
  5. 5.Você sente os seios mais sensíveis?
  6. 6.Tem episódios de tristeza repentina, choro ou irritabilidade?
  7. 7.Tem dor nas costas nos dias antes da menstruação?
  8. 8.Você se sente muito sobrecarregada ou com ansiedade antes da menstruação?
  9. 9.Os sintomas fazem com que você evite eventos com amigos, família, trabalho ou escola?
  10. 10.Você sofre de insônia ou excesso de sono no dia antes do início da menstruação?
  11. 11.Os sintomas desaparecem quando chega a menstruação?

Como confirmar o diagnóstico

Por não existirem exames de laboratório para diagnosticar a TPM, o clínico geral, ou ginecologista geralmente faz uma avaliação dos sinais e sintomas relatados. Para isso, o médico também pode pedir a anotação, por pelo menos 2 meses, sobre o início e término dos sinais e sintomas, e do tempo de duração da menstruação.

De acordo com o Colégio Americano de Ginecologistas e Obstetras, a presença de 5 ou mais sinais e sintomas físicos e emocionais, 5 dias antes da menstruação, indicam a presença de TPM.

Como os sinais e sintomas da TPM podem ser confundidos com outras situações, como problemas na tireoide, depressão ou ansiedade, o médico também pode pedir alguns testes mais específicos, como exame de sangue e de imagem para melhor avaliação.

Principais causas

Apesar das causas da TPM ainda não serem totalmente conhecidas, acredita-se que essa condição seja causada pela variação dos hormônios estrogênio e progesterona no sistema nervoso central, que diminuem os níveis de serotonina, um neurotransmissor que ajuda a regular o humor, o sono, a ansiedade e o apetite.

Além disso, algumas teorias indicam que a predisposição genética e as deficiência de serotonina, vitamina B6 e magnésio, também podem causar a TPM.

Como é feito o tratamento

O tratamento para aliviar os sinais e sintomas da TPM deve ser feito de acordo com a gravidade dos sintomas e de forma individualizada, podendo ser feito com o uso de remédios ou com opções naturais.

1. Tratamento com remédios

Os remédios para tratar os sintomas mais intensos da TPM e que devem ser usados somente sob prescrição e acompanhamento de um clínico geral, ou ginecologista, são:

  • Anticoncepcionais orais, como etinilestradiol e drospirenona, que inibem as alterações hormonais do ciclo menstrual, diminuindo o inchaço;
  • Injeção de progesterona, como a medroxiprogesterona, que é um anticoncepcional que interrompe a menstruação por 3 meses, inibindo os sinais e sintomas da TPM;
  • Anti-inflamatórios, como ibuprofeno e ponstan, que aliviam dores de cabeça, cólicas, dores nas mamas ou nas pernas;
  • Antieméticos, como dimenidrinato ou bromoprida, podem ser úteis para controlar os enjoos nesta fase;
  • Antidepressivos, como sertralina e fluoxetina, que ajudam a aumentar a quantidade de serotonina, aliviando alguns sintomas da TPM, como irritabilidade, ansiedade, depressão e compulsão alimentar;
  • Ansiolíticos, como alprazolam e lorazepam, que têm propriedades calmantes, aliviando os sintomas de estresse, ansiedade e irritabilidade.

O tratamento para mulheres com transtorno disfórico pré-menstrual é feito da mesma forma que a TPM. No entanto, podem ser necessárias doses maiores dos medicamentos e acompanhamento com psiquiatra, para ajustar os medicamentos e psicólogo, para ajudar no controle da ansiedade, irritabilidade ou estresse.

2. Tratamentos naturais

Os tratamentos naturais podem ser suficientes para aliviar os sintomas mais leves da TPM, mas também podem ser usados para complementar a terapia feita com uso de remédios, em casos de sintomas mais fortes. Alguns tratamentos naturais para TPM incluem:

  • Exercícios físicos, como ioga, caminhada ou bicicleta ajudam a aumentar os níveis de serotonina e endorfina no organismo, diminuindo o estresse e ansiedade, além de melhorar o funcionamento do intestino e a circulação sanguínea, combatendo o inchaço;
  • Suplementos, como magnésio, óleo de prímula, cálcio, vitamina E e vitamina B6, podem melhorar os níveis de serotonina no organismo, aliviando os sintomas da TPM;
  • Fitoterápicos, na forma de chás, comprimidos ou extratos, como valeriana, passiflora, agnocasto e hipericão, podem ser usados para aliviar diversos sintomas de TPM, como ansiedade, cansaço, irritabilidade, insônia e dores nos seios;
  • Acupuntura, que promove o relaxamento, diminuindo a dor de cabeça, o estresse e a ansiedade, e melhorando a qualidade do sono. Veja como a acupuntura pode ajudar a tratar a TPM.

Durante a TPM é recomendado manter uma dieta balanceada, priorizando alimentos ricos em ômega 3, como peixes, abacate, amêndoas e azeite, que têm propriedades anti-inflamatórias, ajudando a diminuir sintomas, como  irritabilidade, dor de cabeça, ansiedade e insônia.

Além disso, é importante também priorizar a ingestão de vegetais e frutas frescas, que têm boas quantidades de fibras, potássio, magnésio e vitamina B6, ajudando a combater o inchaço, a prisão de ventre e melhorando o bem estar geral. Conheça todos os alimentos que devem ser priorizados durante a TPM.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Manuel Reis - Enfermeiro, em agosto de 2022.

Bibliografia

  • ASSOCIAÇÃO MÉDICA BRASILEIRA E CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA. Projeto diretrizes: Tensão Pré-Menstrual. 2011. Disponível em: <https://amb.org.br/files/_BibliotecaAntiga/tensao_pre_menstrual.pdf>. Acesso em 17 dez 2021
  • MAYO CLINIC. Premenstrual syndrome (PMS). Disponível em: <https://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/premenstrual-syndrome/symptoms-causes/syc-20376780>. Acesso em 17 dez 2021
Mostrar bibliografia completa
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE ENDOCRINOLOGIA E METABOLOGIA. TPM sem tensão. Disponível em: <https://www.endocrino.org.br/tpm-sem-tensao/>. Acesso em 17 dez 2021
  • FEDERAÇÃO BRASILEIRA DAS ASSOCIAÇÕES DE GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA. Tensão Pré-Menstrual – Critérios para diagnóstico. Disponível em: <https://www.febrasgo.org.br/pt/noticias/item/422-tensao-pre-menstrual-criterios-para-diagnostico>. Acesso em 17 dez 2021
  • BRILHANTE, Aline V. M. et al. Síndrome pré-menstrual e síndrome disfórica pré-menstrual: aspectos atuais. FEMINA. Vol. 38. 7.ed; 373-378, 2010
  • INFORMEDHEALTH.ORG. Premenstrual syndrome: Treatment for PMS. 2017. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK279264/>. Acesso em 17 dez 2021
  • APPLETON, Sarah M.. Premenstrual Syndrome: Evidence-based Evaluation and Treatment. Clinical Obstetrics and Gynecology . Vol.61. 1.ed; 1-10, 2018
Equipe editorial constituída por médicos e profissionais de saúde de diversas áreas como enfermagem, nutrição, fisioterapia, análises clínicas e farmácia.

Tuasaude no Youtube

  • Como aliviar a CÓLICA MENSTRUAL

    05:53 | 377407 visualizações
  • Alimentação para combater o inchaço e a retenção de líquido

    03:43 | 720570 visualizações
  • Como aliviar os sintomas de TPM

    04:16 | 171763 visualizações