Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

5 remédio caseiro para rachaduras no mamilo

Setembro 2020

Os remédios caseiros como as compressas de calêndula e barbatimão e óleos como o de copaíba e o extra virgem, por exemplo, são ótimas opções para tratar de forma natural as fissuras e rachaduras nos mamilos, que podem surgir durante o período de amamentação.

Os efeitos cicatrizantes, analgésicos, anti-inflamatórios e anti sépticos, destas plantas proporcionam alívio da dor, ardência, diminuem o desconforto ao amamentar e aceleram a regeneração da pele, permitindo que as fissuras se fechem em menos tempo.

Além disso, não possuem nenhum efeito colateral, seja na mulher, no bebê ou no leite, por isso estas plantas medicinais podem ser usadas como tratamento natural de rotina, mesmo que as fissuras se curem, a fim de impedir que se abram novamente.

5 remédio caseiro para rachaduras no mamilo

1. Compressa de barbatimão

O barbatimão é um cicatrizante, anti-inflamatório e antibacteriano, que reduz o inchaço da área afetada e ajuda a fechar as fissuras que surgem durante a amamentação. Ainda possui efeito anestésico, porque pode aliviar a dor e ardência minutos antes do início do aleitamento. Confira outros benefícios do barbatimão.

Ingredientes:

  • 20 g da casca ou de folhas de Barbatimão;
  • 1 litro de água.

Modo de preparo:

Em 1 litro de água fervente adicionar as cascas de Barbatimão ou folhas e deixar ferver em conjunto por 10 minutos. Após deixar mornar, aplicar em algodão ou gaze umedecidos e deixar sobre os seios aproximadamente por 10 minutos.

2. Compressa de calêndula

A compressa do chá calêndula pode ser usada para acelerar a cicatrização das fissuras e aumentar a produção de colágeno, essencial para o fechamento da ferida e para fortalecer a pele, impedindo que se abra novamente. Além de possuir atividade anti inflamatória e antisséptica, que ajudam no alívio do desconforto e das dores. Veja quais os outros benefícios da calêndula.

Ingredientes:

  • 2 g de flores de calêndula;
  • 50 ml de água fervente.

Modo de preparo:

Misturar os ingredientes em um recipiente plástico, tapar e deixar descansar por 15 minutos. Após mornar, umedecer algodão no chá, e deixar sobre as fissuras até a próxima mamada.

3. Óleo de copaíba

O óleo de copaíba também é um dos cicatrizantes naturais que pode ser usado para tratar e prevenir as fissuras mamilares que aparecerem durante a amamentação, além disso, também conta com a propriedade germicida, antitumoral e analgésica.

Como usar: aplicar uma pequena quantidade de óleo de copaíba no mamilo que contém a fissura e deixar agir por 40 minutos, após este tempo, fazer a higienização e deixar o local seco.

4. Pasta de manjericão

As folhas de manjericão podem evitar possíveis infecções e sangramento na região onde existem ás fissuras, além de proporcionar efeito calmante por gerar a sensação de frescor no local do ferimento.

Ingredientes:

  • 50 g de manjericão fresco.

Modo de preparo:

Picar ou amassar as folhas de manjericão até que se transforme em uma pasta úmida. Em seguida, colocar em uma gaze e deixar sobre o mamilo ferido entre um aleitamento e outro.

5. Azeite extra virgem

O azeite extra virgem possui propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes e hidratantes que aceleram o processo de cicatrização e evita que novas fissuras apareçam, além de fortalecer a pele do local onde foi aplicado.

Como usar: após toda amamentação, aplicar 3 gotas de azeite extra virgem diretamente sobre ambos mamilos, mesmo no que não possui fissura e deixar até a próximas mamada.

5 remédio caseiro para rachaduras no mamilo

Como acelerar a cicatrização

Uma opção natural que podem ser citadas para tratar e acelerar a cicatrização das fissuras mamilares é o leite materno, por ser hidratante e cicatrizante, trata as rachaduras existentes e previne o aparecimento de novas. Assim, após a amamentação é recomendado passar um pouco do leite materno em volta do mamilo e da aréola e deixar secar naturalmente, sem tapar. Além disso o banho de sol pela manhã, antes das 10 horas e após as 15 horas também pode ajudar na melhora das fissuras presentes.

Caso todos os cuidados necessários para curar as fissuras tenham sido feitos, mas não houve melhora, é importante consultar o obstetra, para que seja feita orientação de acordo com a necessidade e gravidade do ferimento, para que o desconforto, seja reduzido sem causar danos a mãe ou ao bebê.

O que não fazer

Evitar passar álcool, merthiolate, cremes ou pomadas hidratantes que não foram recomendadas pelo obstetra, pois pode prejudicar o bebê, já que entra em contato direto com a região e pode deixar restos difíceis de se retirar durante a lavagem, além do risco de entupir os poros mamilares causando inflamações.

É também importante lembrar, que a higienização da mama deve ser feita antes de ofertar o leite para o bebê, pois certas plantas medicinais e óleos naturais podem ter o gosto salgado e levemente amargo para o bebê, o que pode fazer com que o leite seja rejeitado.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • INT J MOL SCI. Anti-Inflammatory and Skin Barrier Repair Effects of Topical Application of Some Plant Oils. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5796020/>. Acesso em 01 Out 2019
  • CLINICS IN DERMATOLOGY. Virgin olive oil as a fundamental nutritional component and skin protector. 2009. Disponível em: <https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0738081X08000096>. Acesso em 02 Set 2020
  • WORLDVIEWS ON EVIDENCE-BASED NURSING . Application of Extra Virgin Olive Oil to Prevent Nipple Cracking in Lactating Women. 2015. Disponível em: <https://www.researchgate.net/publication/284164597_Application_of_Extra_Virgin_Olive_Oil_to_Prevent_Nipple_Cracking_in_Lactating_Women>. Acesso em 02 Set 2020
  • J. RES.: FUNDAM. CARE. Plantas medicinais utilizadas na cicatrização de feridas por agricultores da região sul do RS. 2014. Disponível em: <http://docs.bvsalud.org/biblioref/2018/11/948645/plantas-medicinais-utilizadas-na-cicatrizacao-de-feridas-por-ag_aIrKj5u.pdf>. Acesso em 02 Set 2020
  • Utilização de plantas em feridas por pacientes do Hospital Público Regional de Betim (MG). 2000. Disponível em: <http://rmmg.org/artigo/detalhes/1545>. Acesso em 02 Set 2020
  • ACTA AGRONÓMICA. Uso medicinal do óleo de copaíba (Copaifera sp.) por pessoas da melhor idade no município de Presidente Médici, Rondônia, Brasil. 2014. Disponível em: <http://www.scielo.org.co/pdf/acag/v63n4/v63n4a08.pdf>. Acesso em 02 Set 2020
Mais sobre este assunto:

Carregando
...