Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Entenda o que é o Raquitismo

O Raquitismo é uma doença que afeta o desenvolvimento dos ossos das crianças, deixando-os amolecidos, frágeis ou com deformações, que causa sintomas como problemas nos dentes, dificuldade para andar e atraso no desenvolvimento e no crescimento da criança.

Esta doença pode ter diversas causas, porém as mais comuns envolvem a carência de vitamina D ou de cálcio, e o seu tratamento é feito através da toma de suplementos multivitamínicos orientados pelo médico. 

Entenda o que é o Raquitismo

Principais alterações associadas ao Raquitismo

Alguns dos principais sintomas do raquitismo incluem: 

  • Problemas nos dentes, como atraso no crescimento dos dentes ou esmalte frágil; 
  • Relutância da criança para andar ou cansaço fácil; 
  • Atraso no desenvolvimento e no crescimento da criança; 
  • Ossos fracos, com maior tendência a fraturas.

Além disso, nos casos mais graves o raquitismo pode causar deformações no esqueleto, que podem incluir pernas arqueadas, espessamento e deformação dos pulsos, tornozelos ou joelhos, ossos do crânio moles e alterações da estrutura da coluna. Conheça todos os sintomas do Raquitismo clicando aqui

Quando também existe carência de cálcio no organismo, podem surgir outros sintomas além dos referidos, como espasmos e cãibras musculares e formigamento nas mãos e nos pés, por exemplo. 

Causas do Raquitismo

A principal causa do raquitismo é a carência em vitamina D, que afeta a estrutura e desenvolvimento dos ossos. Isto acontece porque o cálcio é melhor absorvido quando há ingestão de alimentos ricos em vitamina D, e por isso, quando existe carência de vitamina D a sua absorção é afetada. Além disso, o raquitismo também pode ser causado pela carência em cálcio, que é fundamental para o desenvolvimento ósseo.  

Existem também outras formas mais raras de raquitismo, que têm origem em mutações genéticas ou outras condições que afetem a forma como minerais e vitaminas são absorvidas pelo corpo.  

Como o feito o Diagnóstico

O diagnóstico do Raquitismo pode ser feito através da realização de um exame físico, onde o médico avalia se os ossos estão moles ou doloridos. 

Além disso, para confirmar o diagnóstico, o médico pode também requisitar a realização de outros exames, como raio-X aos ossos ou exames de sangue que avaliem a quantidade de vitamina D e de cálcio no sangue. 

Como é feito o Tratamento

O tratamento do raquitismo tem por base a reposição de vitamina D no organismo, através da ingestão de complexos multivitamínicos ou de alimentos ricos em vitamina D, como óleo de fígado de bacalhau, salmão, carapau, ovo cozido ou sardinhas enlatadas. Veja mais alimentos ricos em vitamina D em Alimentos ricos em vitamina D. Além disso, outra maneira de aumentar os níveis dessa vitamina no sangue é através de exposição solar diária, sendo recomendado pegar 10 a 15 minutos de sol por dia. 

Entenda o que é o Raquitismo

Quando o raquitismo é causado pela carência em cálcio, a sua reposição pode ser feita através do consumo de alimentos ricos em cálcio como brócolis, repolho ou derivados do leite, como leite, queijo e iogurte, por exemplo. Veja outros alimentos ricos em cálcio em Alimentos ricos em cálcio

Quando existe risco de desenvolver Raquitismo

Qualquer criança pode desenvolver raquitismo, porém o risco desta doença surgir pode ser maior em: 

  • Crianças com pele escura, pois têm maiores necessidades de vitamina D;
  • Bebês até aos 4 anos de idade, pois precisam entre 8,5 a 10 micrograma de vitamina D por dia; 
  • Mulheres grávidas ou amamentando, que precisam de compensar as exigências nutricionais naturais destes períodos.

As crianças pequenas são as que apresentam um maior risco de desenvolver esta doença, uma vez que o seu rápido crescimento aumenta as necessidades de vitamina D e cálcio, necessários para o desenvolvimento e fortalecimento dos ossos. 

A melhor forma de prevenir o surgimento do Raquitismo é através da toma de suplementos ricos em vitamina D indicados pelo médico ou nutricionista, assim como é importante seguir uma dieta balanceada e pegar sol sempre que possível.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...