Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Saiba Identificar se é Crohn: sintomas e exames

A doença de Crohn é um transtorno crônico do sistema digestivo que provoca uma inflamação crônica do revestimento dos intestinos. Dessa forma, um dos sintomas mais característicos é a necessidade urgente para defecar, com diarreia intensa que pode conter muco ou sangue, sendo, geralmente, acompanhada de dor de cabeça e febre abaixo de 38º C.

Se acha que que pode ter esta doença, selecione os seus sintomas e descubra quais as chances:

  1. 1. Períodos de diarreia intensa com muco ou sangue
  2. 2. Vontade urgente para defecar, especialmente após comer
  3. 3. Cólicas abdominais frequentes
  4. 4. Náuseas ou vômitos
  5. 5. Perda de apetite e perda de peso
  6. 6. Febre baixa persistente (entre 37,5º e 38º)
  7. 7. Lesões na região anal, como hemorroidas ou fissuras
  8. 8. Cansaço frequente ou dores musculares
Imagem que indica que o site está carregando

Além disso, esta doença pode também afetar os olhos, deixando-os inflamados, vermelhos e com sensibilidade à luz, podendo também aumentar o risco de câncer no cólon.

Esta é uma doença difícil de identificar que pode levar meses ou anos até manifestar os primeiros sintomas e, por isso, algumas pessoas podem apresentar apenas um ou dois destes sintomas durante algum tempo, sem desconfiar da doença de Crohn. Veja quais as possíveis causas da doença de Crohn.

Saiba Identificar se é Crohn: sintomas e exames

Como confirmar o diagnóstico

Quando surgem alguns destes sintomas é aconselhado ir ao gastroenterologista para fazer uma colonoscopia, que é um exame que permite observar as paredes do intestino, para avaliar a presença de inflamação. No caso de não ser possível observar alterações no intestino, é comum que o médico, durante a colonoscopia, retire uma pequena amostra da parede intestinal para fazer uma biópsia no laboratório, e confirmar o diagnóstico.

Como é feito o tratamento

A doença de Crohn não tem cura, e por isso as alterações nos hábitos alimentares são muito importantes, de forma a reduzir os sintomas sentidos, uma vez que certos alimentos podem provocar ou agravar as crises da doença. Assim, é recomendado controlar a quantidade de fibras ingeridas, reduzir na quantidade de gorduras e limitar o consumo de derivados do leite. Além disso, é muito importante apostar na hidratação diária de forma a evitar a desidratação. Veja como adaptar a alimentação para aliviar os sintomas.

Durante as crises, o médico pode também indicar a toma de alguns remédios anti-inflamatórios para reduzir a dor e inflamação, assim como podem ser indicados remédios que ajudem no controle da diarreia. 

Nos casos mais graves da doença, pode ser indicada a realização de uma intervenção cirúrgica, de forma a remover porções do intestino afetadas e danificadas, que possam estar a causar os sintomas.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem