Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Osteomalacia: o que é, sintomas e tratamento

A osteomalácia é uma doença óssea do adulto, caracterizada por ossos frágeis e quebradiços, devido a defeitos de mineralização da matriz do osso, que geralmente é causada por uma deficiência de vitamina D. Uma vez que esta vitamina é importante para a absorção de cálcio pelo osso, quando está em falta, resulta na sua desmineralização.

A osteomalácia pode ser assintomática ou causar sintomas como desconforto nos ossos ou pequenas fraturas. Nos casos da criança, a falta de vitamina D e enfraquecimento dos ossos não é conhecida como osteomalacia, mas sim como raquitismo. Veja o que é o raquitismo e como é tratado.

Sempre que existir suspeita de osteomalacia é muito importante consultar um clínico geral ou um ortopedista, para confirmar o diagnostico e iniciar o tratamento adequado, que pode incluir uma alimentação adequada, ingestão de medicamentos e exposição solar.

Osteomalacia: o que é, sintomas e tratamento

Quais os sintomas

A osteomalácia é muitas vezes assintomática e, por isso, acaba sendo descoberta apenas quando acontece alguma fratura. No entanto, existem alguns casos em que a pessoa pode sentir um ligeiro desconforto nos ossos, especialmente na região do quadril, o que pode acabar dificultando o movimento.

Embora seja mais raro, a osteomalacia também pode resultar em deformidades esqueléticas, principalmente se o tratamento for feito muito tarde.

Principais causas

A causa mais comum da osteomalácia é a deficiência em vitamina D, que pode estar relacionada com qualquer um dos passos da sua absorção, metabolismo ou ação, podendo ocorrer em casos de:

  • Baixa ingestão de alimentos com vitamina D;
  • Baixa exposição solar;
  • Cirurgia ao estômago ou intestino, principalmente cirurgia bariátrica;
  • Uso de remédios para convulsões, como a fenitoína ou o fenobarbital;
  • Má absorção intestinal;
  • Insuficiência renal;
  • Doença no fígado.

Embora seja muito raro, certos tipos de câncer também podem alterar os níveis de vitamina D no organismo.

Como confirmar o diagnóstico

Para diagnosticar a osteomalácia, o médico pode solicitar exames de sangue e de urina, de forma a avaliar os níveis de vitamina D, fósforo e cálcio, fosfatase alcalina e hormônio paratireoidiano, que geralmente se encontram alterados.

Além disso, também pode ser realizado raio X para detetar pequenas fraturas nos ossos e identificar outros indícios de desmineralização óssea.

Como é feito o tratamento

O objetivo do tratamento é corrigir a causa que está na origem da osteomalacia, o que pode ser alcançado através de:

  • Suplementação com cálcio, fósforo e/ou vitamina D;
  • Aumento do consumo de alimentos ricos em cálcio e em vitamina D. Saiba quais os alimentos ricos cálcio e os ricos em vitamina D;
  • Exposição solar de 15 minutos diários no início da manhã, sem protetor solar.

Assista o vídeo seguinte e veja mais dicas para fortalecer os ossos:

Ossos Fortes Sempre | Tati & Marcelle | Como tratar osteopenia e osteoporose

85 mil visualizações

Caso a osteomalacia seja causada pela síndrome da má absorção intestinal, insuficiência renal ou problemas no fígado, deve-se primeiro tratar a doença. Além disso, em alguns casos, pode ser necessária a realização de uma cirurgia para fazer a correção das deformidades ósseas.

Bibliografia >

  • PROTOCOLOS CLÍNICOS E DIRETRIZES TERAPÊUTICAS. Raquitismo e Osteomalacia. 2010. Disponível em: <http://www.saudedireta.com.br/docsupload/1339891684pcdt_raquitismo_ostemalacia_livro_2010.pdf>. Acesso em 20 Ago 2019
  • Ministério da Saúde do Brasil. Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas: Raquitismo e Osteomalácia. 2016
  • CLEVELAND CLINIC. Osteomalacia. Disponível em: <https://my.clevelandclinic.org/health/diseases/13017-osteomalacia>. Acesso em 21 Ago 2019
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem