Pequi: o que é, benefícios e como fazer

setembro 2022

O pequi é uma fruta fonte de manganês, um mineral essencial para a formação e fortalecimento das células do sistema imunológico, ajudando a prevenir situações, como gripes, alergias e resfriados.

Além disso, o pequi é rico em fibras que aumentam o tempo de digestão dos alimentos, ajudando a prolongar a saciedade e ajudando, assim, na perda de peso. Conheça outros alimentos ricos em fibras.

O pequi, piqui ou amêndoa-de-espinho, possui uma casca verde-escura e uma polpa macia e amarela, podendo ser consumido cru ou usado em receitas, como conservas, sorvetes, risotos e ensopados com frango, carne bovina ou porco. Da polpa e da amêndoa do pequi também se extrai um óleo, que é usado na fabricação de licores e de produtos cosméticos.

Os principais benefícios do consumo do pequi para a saúde são:

1. Combate a prisão de ventre

Por ser rico em fibras insolúveis, um tipo de fibra que aumenta o volume das fezes e promove os movimentos naturais do intestino, o pequi facilita a evacuação, combatendo a prisão de ventre. Veja outros alimentos ricos em fibras insolúveis.

2. Fortalece o sistema imunológico

O pequi fortalece o sistema imunológico por ser fonte de manganês, um mineral importante para a formação e a manutenção das funções das células de defesa, ajudando a combater vírus, fungos e bactérias e evitar situações como gripes, alergias e resfriados, por exemplo.

Além disso, o pequi também é rico em flavonoides e betacaroteno, compostos fenólicos com potente ação antioxidante que protegem as células do sistema imunológico contra os danos causados pelos radicais livres.

3. Previne a diabetes

Por ser rico em fibras, o pequi diminui a velocidade de absorção do açúcar dos alimentos, equilibrando os níveis de glicose no sangue e prevenindo, assim, a resistência à insulina e a diabetes. Conheça outras frutas ricas em fibras.

4. Mantém a saúde dos ossos

O pequi contém boas quantidades de manganês, um mineral que, junto com outras vitaminas e minerais, é importante para a formação dos ossos e cartilagens, ajudando a manter a saúde dos ossos e evitar a osteoporose.

5. Evita a pressão alta

Por ser rico em flavonoides e betacaroteno, compostos bioativos com propriedades antioxidantes, o pequi ajuda a manter a saúde das artérias e melhora a circulação de sangue, evitando o surgimento da pressão alta.

6. Ajuda na perda de peso

O pequi pode ajudar na perda de tempo, por ser rico em fibras que aumentam o tempo de digestão dos alimentos, prolongando a saciedade e diminuindo a fome ao longo do dia.

No entanto, o pequi também é rico em gorduras e calorias e, por isso, o consumo dessa fruta em excesso pode facilitar o ganho de peso.

7. Prevenir envelhecimento precoce

Por ser rica em betacaroteno e flavonoides, o pequi possui ação antioxidante, protegendo a pele contra os danos causados pelos raios UV do sol, e diminuindo a degradação das fibras de colágeno, evitando a flacidez, a formação de manchas na pele e o envelhecimento precoce.

Tabela de informação nutricional

A tabela a seguir traz a informação nutricional de 100g, o que corresponde a uma unidade pequena, de pequi cru:

Componentes

1 unidade pequena (100g) de pequi cru

Energia

205 calorias

Proteínas

2,3 g

Gorduras

18 g

Carboidratos

13 g

Fibras

19 g

Potássio

298 mg

Betacaroteno

1732 mcg

Para se obter os benefícios do pequi é fundamental também manter uma alimentação equilibrada e saudável e praticar exercícios físicos regularmente.

Como consumir

Apesar de não existir uma quantidade específica indicada para o consumo de pequi por dia, a recomendação mínima de frutas é entre 2 a 3 porções, o que corresponde entre 160g a 240 g por dia.

Entre a polpa e a semente do pequi existe uma camada de espinhos e, por isso, é recomendado usar luvas e retirar a polpa da fruta lentamente com uma faca, ao invés de mordê-la.

A polpa do pequi pode ser consumida crua, ou usada em preparações como conservas, risotos, sorvetes e ensopados com frango, carne bovina ou porco. Já as sementes do pequi podem ser consumidas ao natural ou torradas.

Além disso, da polpa e da amêndoa do pequi também pode ser extraído um óleo, que é usado na fabricação de licores e produtos cosméticos, por exemplo.

Receitas saudáveis com pequi

Algumas receitas saudáveis e saborosas com o pequi são a conserva e o arroz de pequi:

1. Arroz de pequi

Ingredientes:

  • 1 xícara de chá de arroz cru;
  • 1 xícara de pequi fresco picado;
  • 2 colheres de sopa de azeite;
  • 2 dentes de alho picado;
  • 1 xícaras de água fervente;
  • 1 cebola pequena picada;
  • Sal e pimenta a gosto.

Modo de preparo:

Em uma panela, colocar o azeite a cebola e o alho, levando ao fogo médio por 2 minutos para refogar. Adicionar o arroz, o sal e a pimenta, e refogar, mexendo com uma colher, por mais 2 minutos. colocar a água fervente, misturar bem e deixar cozinhar por 10 a 12 minutos. Deixar amornar e servir.

2. Conserva de pequi

Ingredientes:

  • 20 pequis;
  • 3 litros de água;
  • 3 colheres de sopa de sal;
  • 2 litros de óleo vegetal, de preferência não refinado;
  • 1 pote de vidro grande limpo e seco.

Modo de preparo:

Lavar e descascar os pequis. Colocar os pequis, a água e o sal em uma panela e levar para ferver em fogo médio. Ao começar a ferver, apagar o fogo e deixar os pequis na água por 10 minutos. Escorrer bem os pequis.

Em uma panela, colocar o óleo vegetal e os pequis, deixando cozinhar até o óleo começar a ferver. Desligar o fogo, deixar amornar e colocar os pequis e o óleo no vidro, cobrindo completamente as frutas. Tampar o vidro e armazenar a conserva em temperatura ambiente. Essa conserva pode ser usada no preparo de arroz e ensopados, por exemplo.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Karla S. Leal - Nutricionista, em setembro de 2022.

Bibliografia

  • BIODIVERSITY FOR FOOD AND NUTRITION. Caryocar Brasiliense. Disponível em: <http://www.b4fn.org/resources/species-database/detail/caryocar-brasiliense/>. Acesso em 05 set 2022
  • BATISTA, O, Francine; SOUSA, SANTOS, Romaildo. Compostos bioativos em frutos pequi (caryocar brasiliense camb.) E baru (dipteryx alata vogel) e seus usos potenciais: uma revisão. Brazilian Journal of Development. vol.5. 7.ed; 9259-9270, 2019
Mostrar bibliografia completa
  • FERREIRA, M, Claudiane. análise química de extratos de Caryocar brasiliense com potencial antioxidante. Tese de conclusão de mestrado, 2019. Universidade Federal de Goiás.
  • UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS - NEPA. Tabela Brasileira de Composição de Alimentos – TACO. 2011. Disponível em: <http://www.nepa.unicamp.br/taco/contar/taco_4_edicao_ampliada_e_revisada.pdf?arquivo=taco_4_versao_ampliada_e_revisada.pdf>. Acesso em 05 set 2022
  • ISPN – INSTITUTO SOCIEDADE, POPULAÇÃO E NATUREZA. Pequi. Disponível em: <https://www.cerratinga.org.br/especies/pequi/>. Acesso em 05 set 2022
Equipe editorial constituída por médicos e profissionais de saúde de diversas áreas como enfermagem, nutrição, fisioterapia, análises clínicas e farmácia.

Tuasaude no Youtube

  • 7 Melhores Frutas para Soltar o Intestino Preso

    12:40 | 64145 visualizações
  • COMO FORTALECER O SISTEMA IMUNOLÓGICO

    04:24 | 201297 visualizações
  • 5 ALIMENTOS para ter uma PELE FIRME e HIDRATADA

    03:23 | 485555 visualizações