Tangerina: 10 benefícios e como consumir

A tangerina, também conhecida como bergamota ou mexerica, é uma fruta rica em vitamina A, vitamina C e flavonoides, que fortalecem o sistema imunológico, prevenindo e combatendo a anemia, a gripe e o envelhecimento precoce.

Além disso, a tangerina também possui baixo teor de gorduras e calorias e boas quantidades de fibras e de potássio, ajudando no combate à prisão de ventre, na perda de peso e na prevenção de doenças como diabetes e pressão alta.

É possível encontrar a tangerina em supermercados, feiras ou mercados municipais e a fruta é muito versátil, sendo consumida como sobremesa, nos lanches ou usada em receitas, como sucos, molhos e bolos. Já as folhas e a casca da tangerina podem ser utilizadas para preparar chás e a casca da fruta também pode ser usada na produção de óleos essenciais.

Tangerina: 10 benefícios e como consumir

Os principais benefícios que podem ser obtidos com o consumo da tangerina são:

1. Prevenir  doenças cardíacas

A tangerina é uma fruta rica em fibras como a pectina, celulose e lignina, que ajudam a diminuir a absorção de gordura da dieta e eliminar o excesso de gordura pelas fezes, prevenindo doenças cardíacas, como aterosclerose, derrame, pressão alta e infarto. Veja uma lista com outras frutas ricas em fibra.

Por ser rica em antioxidantes, a tangerina também ajuda no combate aos radicais livres, diminuindo o acúmulo de placas de gordura nas veias, além de melhorar a saúde das artérias, evitando a aterosclerose.

2. Diminuir o LDL

As fibras, como a pectina, que estão presentes em boas quantidades na tangerina, diminuem os níveis de colesterol total e do colesterol LDL no sangue, evitando doenças como aterosclerose, derrame e infarto.

Além disso, a tangerina é rica em flavonoides, vitamina C e ácido cítrico, antioxidantes que combatem o excesso de radicais livres no organismo e impedem a oxidação do colesterol “ruim”, o LDL, diminuindo o excesso de colesterol no sangue e evitando a aterosclerose. Entenda o que são e veja outros alimentos ricos em antioxidantes.

3. Fortalecer o sistema imunológico

A tangerina é rica em compostos antioxidantes, como a vitamina C, a vitamina A e o ácido cítrico que impedem a formação excessiva de radicais livres, fortalecendo o sistema imunológico e prevenindo doenças como gripe, resfriado e alguns tipos de câncer.

Por ter boas quantidades de fibra, a tangerina também atua como um prebiótico fortalecendo as bactérias benéficas do intestino, o que diminui o risco de infecção, além de também ser essencial para a prevenção do câncer de intestino, por exemplo. Conheça outros benefícios dos alimentos prebióticos

4. Prevenir e controlar a diabetes

Por ser uma fruta com boas quantidades de fibra, a tangerina possui baixo índice glicêmico, o que ajuda a equilibrar os níveis de glicose no sangue, evitando a resistência insulínica e a diabetes.

Além disso, a tangerina também ajuda a regular os níveis de glicose no sangue, auxiliando no controle da diabetes em quem já possui a doença. Contudo, é importante ressaltar que não se deve substituir o uso de medicamentos pelo consumo da fruta sem o conhecimento do médico.

5. Ajudar na perda de peso

A tangerina é uma fruta de baixo índice glicêmico, que aumenta o controle da fome, pois é absorvida mais lentamente, sendo uma ótima opção para as dietas de perda de peso e para prevenir o sobrepeso e a obesidade.

Por ser rica em potássio e água, a tangerina também favorece a eliminação do excesso de líquido do organismo, ajudando na perda de peso.

6. Prevenir e controlar a  pressão alta

A tangerina é rica em potássio, mineral que ajuda a eliminar o excesso de sódio pela urina, prevenindo e controlando a pressão alta.

Por também ser rica em antioxidantes, a tangerina diminui o excesso de radicais livres e facilita a circulação sanguínea, contribuindo para a prevenção e o controle da pressão alta.

7. Manter a saúde da pele e dos cabelos

A tangerina é fonte vitamina C, ácido cítrico e vitamina A, potentes antioxidantes que combatem a ação dos radicais livres e  dos raios ultravioletas do sol na pele, evitando problemas como câncer de pele e dermatites. 

Além disso, os antioxidantes da tangerina ainda ajudam na formação de colágeno, melhorando a hidratação da pele e cabelos e prevenindo rugas e flacidez na pele.

8. Ajudar no tratamento da anemia

Por ser uma fruta rica em vitamina C, a tangerina melhora a absorção de ferro presente em carnes e vegetais, ajudando no tratamento da anemia, já que o ferro é essencial para a formação da hemoglobina, que normalmente está diminuída na anemia. Conheça outros alimentos que ajudam no tratamento da anemia.

9. Combater e evitar a prisão de ventre

A tangerina é rica em fibras e água, compostos fundamentais para formar o bolo fecal e melhorar o movimento natural do intestino, facilitando a eliminação das fezes e combatendo a prisão de ventre

As fibras da tangerina também servem de alimento para as bactérias benéficas do intestino, promovendo o equilíbrio da flora intestinal e prevenindo a prisão de ventre.

10. Auxiliar no tratamento da ansiedade

Por ter um efeito calmante no sistema nervoso central, a casca da tangerina tem sido utilizada em chás ou em óleos essenciais, pois ajuda a diminuir os níveis do hormônio cortisol no organismo, auxiliando nos tratamentos de ansiedade e estresse.

Tabela de informação nutricional

A tabela a seguir traz a informação nutricional de 100 g, 1 unidade pequena, de tangerina fresca:

Componentes

100g (1 unidade pequena) de tangerina

Energia

44 Kcal

Proteínas

0,7 g

Carboidratos

8,7 g

Gorduras

0,1 g

Água

88,2 g

Fibras

1,7 g

Vitamina A

33 mcg

Carotenos

200 mcg

Vitamina C

48,8 mg

Cálcio

30 mg

Magnésio

9 mg

Potássio

240 mg

Para se obter os benefícios da tangerina, é importante que a fruta seja consumida em uma alimentação balanceada e saudável.

Como consumir 

A tangerina pode ser consumida fresca e inteira como sobremesa ou nas pequenas refeições. Já as folhas e as cascas da fruta podem ser usadas em chás e as cascas também podem ser usadas nos óleos essenciais, que podem ser aplicados na pele ou usados em aromatizador de ambiente. 

  • Chá de tangerina: O chá de tangerina pode ser preparado usando 1 colher de sopa das folhas limpas e frescas em 250 ml de água fervente, deixando descansar por 5 a 10 minutos, esperar amornar, coar e beber. 
  • Óleo essencial de tangerina: o óleo essencial de tangerina pode ser encontrado em lojas de produtos naturais e algumas drogarias. Pode-se diluir 5 gotas do óleo essencial em 1 colher de sopa de óleo de coco ou de jojoba e aplicar na pele para auxiliar tratamentos de dermatite e psoríase. Deve-se evitar a exposição ao sol por até 6 horas após a aplicação deste óleo, para evitar irritação na pele.

Outra possibilidade para usar a todas as partes da fruta é fazer uma infusão, colocando a casca de 4 tangerinas frescas em 1 litro de água e ferver a mistura por 2 minutos, deixando repousar por mais 10 minutos. Em seguida, retirar a casca e beber morna ou gelada.

Receitas saudáveis com tangerina 

Algumas opções saudáveis para se consumir a tangerina são:

1. Salada de alface com tangerina

Tangerina: 10 benefícios e como consumir

Ingredientes:

  • ½ alface americana;
  • 2 tangerinas pequenas ou 1 tangerina grande;
  • 4 colheres de sopa de azeite;
  • 2 colheres de suco de laranja;
  • 1 colher de sopa de suco de limão;
  • 1 colher de sopa de mel;
  • 1 colher de chá de mostarda Dijon;
  • 1 colher de café de sal.

Modo de preparo:

Em uma tigela, misturar o azeite, a Dijon, o suco de laranja, o suco de limão, o mel e o sal e fazer um molho homogêneo. Descascar as tangerinas e separar os gomos. Lavar bem a alface, escorrer e colocar em uma tigela. Acrescentar as tangerinas, o molho e misturar bem e servir.

2. Bolo de tangerina

Ingredientes:

  • 3 ovos;
  • 1 copo de açúcar mascavo;
  • 3 colheres de sopa de manteiga sem sal;
  • 1 copo de farinha de trigo integral;
  • 1/2 copo de aveia em flocos;
  • 1 copo de suco de tangerina natural caseiro;
  • 1 colher de café de fermento em pó:
  • Raspas das tangerinas usadas no preparo do suco.

Modo de preparo:

Pré aquecer o forno a 180 ºC. Bater muito bem o açúcar mascavo, a manteiga e os ovos até formar um creme homogêneo. Em seguida, adicionar aos poucos a farinha de trigo, a aveia e o suco de tangerina, até que fique tudo muito bem misturado. Depois, acrescentar as raspas de tangerina, o fermento e misturar delicadamente com uma espátula ou colher.

Transferir a mistura para uma forma untada com manteiga e farinha de trigo, colocando para assar no forno por cerca de 40 minutos ou até que, ao introduzir um palito no bolo, este saia limpo. Esperar amornar e servir.

3. Molho de tangerina

Ingredientes:

  • Suco de 2 tangerinas frescas;
  • 2 colheres de sopa de salsa fresca picada;
  • 2 colheres de sopa de azeite extra virgem;
  • ½ colher de café de sal.

Modo de preparo:

Lavar, descascar e bater as tangerinas no liquidificador. Transferir o suco, sem coar, para uma tigela. Acrescentar a salsa, o azeite extra virgem e o sal, misturando bem e servir com a salada de preferência.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • COSTA Eronita. Nutrição & Frutoterapia. 1º. Brasil: Vozes, 2011. 61-64.
  • PLATAFORMA PORTUGUESA DE INFORMAÇÃO ALIMENTAR. Composição de Alimentos. Disponível em: <http://portfir.insa.pt/foodcomp/food?757>. Acesso em 22 Jul 2019
  • UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS – UNICAMP . Tabela Brasileira de Composição de Alimentos. 2011. Disponível em: <http://www.nepa.unicamp.br/taco/contar/taco_4_edicao_ampliada_e_revisada.pdf?arquivo=taco_4_versao_ampliada_e_revisada.pdf>. Acesso em 17 Ago 2021
  • FIBRA ALIMENTAR – INGESTÃO ADEQUADA E EFEITOS SOBRE A SAÚDE DO METABOLISMO. Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia. 2013. Disponível em: <https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-27302013000600001&lng=en>. Acesso em 16 Jul 2020
  • ATKINSON, S, Fiona et al. International Tables of Glycemic Index and Glycemic Load Values: 2008. Diabetes care. Vol.31. 12.ed; 2281–2283, 2008
  • MANNUCCI, Carmen et al. Clinical Pharmacology of Citrus bergamia: A Systematic Review. Phytotherapy Research. Vol.31. 1.ed; 27-39, 2017
  • LIU, YuQiu et al. History, Global Distribution, and Nutritional Importance of Citrus Fruits. Comprehensive Reviews in Food Science and Food Safety. Vol.11. 530-545, 2012
Mais sobre este assunto: