Orquite: o que é, sintomas, causas e tratamento

julho 2022

A orquite é uma inflamação que pode afetar um ou os dois testículos e que pode ser causada por uma pancada, torção no testículo ou uma infecção bacteriana ou viral, sendo mais frequentemente relacionada com o vírus da caxumba. A orquite pode ser classificada em aguda ou crônica de acordo com a evolução dos sintomas:

  • Orquite aguda, em que há sensação de peso nos testículos, além de dor;
  • Orquite crônica, que é normalmente assintomática, podendo apenas ser sentido pequeno desconforto quando o testículo é manuseado.

Por isso, caso aconteça a inflamação nos testículos, é importante que o urologista seja consultado para que seja feita uma avaliação, sejam indicados os exames necessários e o tratamento mais adequado seja iniciado.

Principais sintomas

Os principais sintomas da orquite são:

  • Ejaculação com sangue;
  • Urina com sangue;
  • Dor e inchaço nos testículos;
  • Desconforto ao manusear os testículos;
  • Sensação de peso na região;
  • Sudorese testicular;
  • Febre e mal estar.

Em alguns casos, além da inflamação dos testículos, pode também haver a inflamação do epidídimo, que é um pequeno canal que conduz os espermatozoides para a ejaculação, sendo caracterizada a orquiepididimite. Conheça mais sobre a orquiepididimite.

Quando a orquite está relacionada com a caxumba, os sintomas podem aparecer entre 4 a 8 dias após o inchaço do rosto. No entanto, quanto mais rápido for identificada a orquite, maiores são as chances de cura e menores as chances de haver sequelas, como a infertilidade.

Como é feito o diagnóstico

O diagnóstico da orquite pode ser feito através da observação clínica dos sintomas da doença e é confirmado após a realização de exames como exame de sangue e ultrassonografia escrotal, por exemplo. Além disso, testes para gonorreia e clamídia podem ser úteis para verificar se estas podem ser a causa da doença, além de ajudar a definir a melhor forma de tratamento.

Causas de orquite

A inflamação dos testículos pode acontecer devido a traumas locais, torção testicular, infecção por vírus, bactérias, fungos ou parasitas ou até mesmo por microrganismos transmitidos via sexual. Conheça outras causas de inchaço dos testículos.

1. Orquite viral

A orquite viral é uma complicação que pode ocorrer quando meninos com mais de 10 anos de idade e jovens são contaminados com o vírus da caxumba. Outros vírus que podem causar orquite são: Coxsackie, Echo, Influenza e o vírus da mononucleose.

2. Orquite bacteriana

A orquite bacteriana geralmente está associada à inflamação do epidídimo e pode ser causada por bactérias como Micobacterium sp., Haemophilus sp., Treponema pallidum, Neisseria gonorrhoeae e Chlamydia trachomatis.

Essa doença pode também ser causada por bactérias que causam infecções urinárias ou de próstata, como a Escherichia coli, Klebsiella pneumoniae, Pseudomonas aeruginosa e Staphylococcus sp.

3. Orquite por fungos

Apesar de raro, a orquite pode também acontecer devido à infecção por Candida albicans, principalmente em pessoas imunocomprometidas.

Como é feito o tratamento

No caso da orquite viral, o tratamento é feito com o objetivo de promover o alívio dos sintomas e, por isso, o médico pode indicar o uso de medicamentos anti-inflamatórios, antipiréticos ou analgésicos. Além disso, é importante permanecer em repouso, aplicar compressas de gelo na região e elevar a bolsa escrotal. De forma geral, uma vez iniciado o tratamento, a orquite consegue ser resolvida em aproximadamente 10 dias.

No caso da orquite ser devido a bactérias, o médico pode indicar o uso de antibióticos dependendo da bactéria responsável pela inflamação.

Se o médico suspeitar de infecção por bactéria entérica, poderá ser indicado o uso de ciprofloxacina, ofloxacina ou levofloxacina durante 10 a 14 dias. Nos casos em que há suspeita de orquite por uma bactéria sexualmente transmissível, pode ser indicado o uso de ceftriaxone de 250 mg em uma injeção intramuscular e doxiciclina 100 mg duas vezes ao dia durante 10 a 14 dias.

A orquite tem cura?

A orquite tem cura e normalmente não deixa nenhuma sequela quando o tratamento é feito corretamente. No entanto, algumas possíveis sequelas que podem ocorrer são a atrofia dos testículos, a formação de abscessos, hidrocele reativa e infertilidade quando os 2 testículos são afetados.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Marcela Lemos - Biomédica, em julho de 2022. Revisão médica por Dr. Arthur Frazão - Oftalmologista, em fevereiro de 2016.

Bibliografia

  • NATIONAL CENTER FOR BIOTECHNOLOGY INFORMATION. Orchitis. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK553165/>. Acesso em 20 jul 2022
Revisão médica:
Dr. Arthur Frazão
Clínico geral
Médico generalista, especialista em Oftalmologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, em 2008, com registro profissional no CRM/PE 16878