Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é a Obstrução intestinal e como tratar

A obstrução intestinal acontece quando as fezes não conseguem passar pelo intestino devido à uma interferência no seu trajeto, como pela presença de bridas intestinais, tumores ou uma inflamação, por exemplo. Nestes casos, geralmente surgem sintomas como dificuldade para evacuar ou eliminar gases, inchaço da barriga, náuseas ou dor abdominal.

Uma vez que a obstrução impede a passagem dos alimentos digeridos pelo intestino, as fezes, os gases intestinais e as secreções digestivas acabam se acumulando, o que aumenta a pressão dentro do intestino e provoca o risco de graves complicações como perfuração intestinal, infecção generalizada e morte do tecido intestinal.

Assim, se existir suspeita de uma obstrução no intestino é aconselhado procurar imediatamente atendimento médico, para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento que, normalmente, é feito com a administração de líquidos pela veia, passagem de uma sonda no trato digestivo ou cirurgia, dependendo da gravidade.

O que é a Obstrução intestinal e como tratar

Possíveis sintomas

Os sintomas mais comuns de uma obstrução intestinal são a parada de eliminação de fezes e gases. No entanto, caso a obstrução seja parcial, é possível que ainda haja eliminação de gases. Outros sintomas comuns incluem:

  • Inchaço exagerado da barriga;
  • Dor abdominal em cólica e intensa;
  • Diminuição do apetite;
  • Náuseas e vômitos.

A intensidade dos sintomas varia de acordo com a causa e a gravidade da doença que provoca a obstrução.

Além disso, os sintomas apresentados também podem variar de acordo com o local afetado, sendo que vômitos e náuseas são mais comuns na obstrução do intestino delgado, enquanto o excesso de gases e a prisão de ventre são mais frequentes na obstrução do intestino grosso, por exemplo.

Como confirmar o diagnóstico

Normalmente, para identificar o problema, o médico começa por avaliar os sintomas e fazer palpação da barriga com as mãos, para tentar identificar alguma alteração. Pode ainda utilizar o estetoscópio para escutar se existem barulhos na barriga que indiquem se o intestino está funcionando corretamente ou não.

Quando existe suspeita da obstrução intestinal, é preciso fazer pelo menos um exame de diagnóstico, como radiografia ou tomografia computadorizada, para confirmar o diagnóstico e observar em que local do intestino está localizada.

Possíveis causas da obstrução

Existem muitas causas que podem levar ao surgimento de uma obstrução no intestino, desde causas mecânicas, em que há um obstáculo físico, como também uma obstrução funcional, que é quando os movimentos do intestino ficam paralisados. 

As principais causas incluem:

  • Bridas intestinais, que são aderências de tecido nas paredes do intestino, mais comuns em pessoas que já passaram por cirurgia abdominal. Entenda como se formam e como tratar as bridas abdominais;
  • Hérnias;
  • Tumor intestinal, principalmente no intestino grosso. Veja uma lista dos sintomas de câncer no intestino;
  • Diverticulite;
  • Doenças inflamatórias do intestino, como a doença de Crohn;
  • Torção do intestino;
  • Paralisia dos movimentos intestinais, chamada de íleo paralítico, devido a alterações metabólicas, como falta de potássio no sangue;
  • Isquemia do intestino;
  • Endometriose intestinal;
  • Acúmulo de vermes;
  • Enterite pós radiação no tratamento de câncer;
  • Intoxicação por chumbo.

Algumas destas causas podem causar uma obstrução completa e abrupta do intestino, gerando sintomas mais graves, ou apenas uma obstrução parcial ou que acontece aos poucos, quando os sintomas são mais leves e existem menos riscos para a saúde. No entanto, todos os casos precisam de tratamento adequado, da forma mais breve possível.

O que é a Obstrução intestinal e como tratar

Como é feito o tratamento

O tratamento para a obstrução intestinal varia de acordo com a localização e a gravidade dos sintomas e deve ser sempre feito no hospital, para evitar o surgimento de complicações, que podem ser agravados caso se tente utilizar laxantes em casa, por exemplo.

No caso de uma obstrução parcial, com sintomas mais leves, normalmente pode ser apenas necessário fazer a administração de líquidos na veia, para melhorar a hidratação e facilitar a passagem das fezes. Além disso, também se deve fazer repouso intestinal e, por isso, é preciso ficar de jejum até que o problema esteja resolvido. Muitas vezes, também é colocada uma sonda desde o nariz até ao estômago para retirar o excesso de gases e líquidos, aliviando a pressão no intestino.

Nos casos mais graves, como acontece na obstrução completa, além dos cuidados anteriores também é preciso fazer cirurgia para tratar a causa e desocluir o intestino, permitindo que as fezes consigam passar novamente.

Quais os possíveis riscos e complicações

O tratamento da obstrução intestinal deve ser iniciado o mais rápido possível para evitar possíveis complicações como:

  • Desidratação;
  • Perfuração do intestino;
  • Infecção generalizada;
  • Morte de uma parte do intestino.

Todas estas complicações podem colocar a vida em risco, pois contribuem para a inflamação, infecção generalizada e falha de vários órgãos. Assim, sempre que existir suspeita de que o intestino não está funcionando corretamente deve-se procurar atendimento médico para identificar se existe algum problema que precise ser tratado.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...