Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

Doença de Crohn: o que é, sintomas, causas e tratamento

A doença de Crohn é uma doença do sistema digestivo, que provoca uma inflamação crônica do revestimento dos intestinos e pode ser causada por fatores genéticos ou por mal funcionamento do sistema imunológico, por exemplo.

Esta doença pode causar sintomas como irritação intestinal, sangramentos, sensibilidade a alguns alimentos, diarreia ou dores intestinais, que podem demorar meses a anos para aparecer. Por esse motivo, normalmente é uma doença de difícil diagnóstico.

A doença de Crohn não tem cura, no entanto, o tratamento permite aliviar os sintomas e promover a  qualidade de vida, devendo ser feito de acordo com a orientação de um nutricionista e/ou um gastroenterologista.

Doença de Crohn: o que é, sintomas, causas e tratamento

Principais sintomas

Os sintomas que normalmente caracterizam a doença de Crohn são:

  • Diarreia frequente;
  • Dor abdominal;
  • Presença de sangue nas fezes;
  • Cansaço excessivo;
  • Perda de apetite e peso.

Além disso, algumas pessoas também podem apresentar outros sintomas que não parecem diretamente relacionados com a inflamação do intestino, como surgimento de aftas frequentes, articulações doloridas, suores noturnos ou alterações na pele, por exemplo.

Veja como identificar os principais sintomas da doença de Crohn.

Como confirmar o diagnóstico

Não existe um teste ou exame que permita confirmar o diagnóstico da doença de Crohn, por isso, é normal que a avaliação comece por ser feita pelo gastroenterologista de acordo com os sintomas apresentados.

A partir desse momento, poderão ser pedidos alguns exames, como colonoscopia, endoscopia ou exame de fezes, para descartar outras hipóteses de diagnóstico, como uma infecção intestinal, por exemplo, que pode apresentar sintomas semelhantes.

Possíveis causas

A doença de Crohn ainda não tem as causas totalmente esclarecidas, no entanto acredita-se que alguns fatores que podem influenciar no seu aparecimento incluem:

  • Fatores genéticos podem estar relacionados ao desenvolvimento da doença de Crohn, sendo mais comum em pessoas que têm um parente próximo com a doença;
  • Alterações do sistema imunológico que leva a uma resposta exagerada do organismo durante uma infecção, provocando um ataque às células do sistema digestivo;
  • Alterações na microbiota intestinal, o que pode causar desequilíbrio na quantidade de bactérias presentes no intestino;
  • Fumar frequentemente, pois o cigarro possui substâncias como a nicotina, monóxido de carbono e radicais livre que podem alterar a forma como o sangue flui para os intestinos e, assim, aumentar o risco de desenvolver a doença ou contribuir para o aumentar as crises da doença de Crohn.

Esta doença pode manifestar-se em qualquer fase da vida, porém é mais comum surgir após períodos de grande estresse ou preocupação. A doença de Crohn pode afetar tanto homens como mulheres, e o seu surgimento pode também estar relacionado com o uso de medicamentos como anticoncepcionais orais, antibióticos ou anti-inflamatórios como ibuprofeno ou diclofenaco, por exemplo.

Doença de Crohn: o que é, sintomas, causas e tratamento

Como é feito o tratamento

O tratamento da doença de Crohn deve sempre ser feito de acordo com a orientação do gastroenterologista e do nutricionista e tem como objetivo reduzir a inflamação do intestino que provoca os sintomas, melhorar a qualidade de vida ou diminuir o risco de complicações.

Além disso, deve-se fazer uma dieta balanceada com uma alimentação saudável e equilibrada.

Os principais tratamentos para a doença de Crohn são:

1. Uso de medicamentos

Os medicamentos utilizados no tratamento da doença de Crohn devem sempre ser recomendados pelo gastroenterologista e são indicados para aliviar os sintomas ou evitar as crises e incluem:

  • Corticóides como prednisona ou budesonida para ajudar a reduzir a inflamação do intestino;
  • Aminossalicilatos como sulfasalazina ou mesalazina que agem reduzindo a inflamação para prevenir e reduzir as crises;
  • Imunossupressores como azatioprina, mercaptopurina ou metotrexato que ajudam a diminuir a ação do sistema imunológico e podem ser usados nos casos em que não ocorre melhora com o uso de outros medicamentos;
  • Medicamentos biológicos como infliximabe, adalimumabe, certolizumabe pegol ou vedolizumab que ajudam a modular as ações do sistema imunológico;
  • Antibióticos como ciprofloxacino ou metronidazol podem ser usados nos casos de complicações por infecção, supercrescimento bacteriano ou doença perianal.

Além disso, outros medicamentos para aliviar os sintomas podem ser utilizados como medicamentos para diarréia, dor ou suplementos vitamínicos no caso de deficiência nutricional por má absorção dos alimentos.

2. Alimentação adequada

A inflamação no intestino causada pela doença de Crohn pode prejudicar a digestão e a absorção dos alimentos, podendo causar diarréia, dor abdominal ou atraso no crescimento de crianças, por isso é importante fazer uma dieta balanceada, orientada por um nutricionista ou nutrólogo, e evitar ingestão de alimentos que possam piorar os sintomas como café, chocolate ou verduras cruas, por exemplo. Saiba o que comer na doença de Crohn.

Além disso, se mesmo com a dieta adequada, não apresentar melhora na absorção dos nutrientes ou redução dos sintomas, pode ser indicado pelo médico uma alimentação específica feita por nutrição enteral ou parenteral.

Assista o vídeo com a nutricionista Tatiana Zanin sobre o que comer na doença de Crohn:

3. Cirurgia

A cirurgia pode ser indicada pelo médico se as mudanças na dieta ou tratamento com medicamentos não forem eficazes para melhorar os sintomas da doença de Crohn ou se surgirem complicações como fístulas ou estreitamento do intestino.

Durante a cirurgia, o médico remove porções danificadas do intestino e reconecta as partes saudáveis.

Doença de Crohn: o que é, sintomas, causas e tratamento

Possíveis complicações

A doença de Crohn pode causar algumas complicações no intestino ou em outras partes do corpo como pele ou ossos, por exemplo. Outras possíveis complicações dessa doença incluem:

  • Estreitamento do intestino que pode levar à obstrução e necessidade de cirurgia;
  • Ruptura do intestino;
  • Formação de úlceras no intestino, na boca, no ânus ou na região genital;
  • Formação de fístulas no intestino que são uma conexão anormal entre diferentes partes do corpo, por exemplo entre o intestino e a pele ou entre o intestino e outro órgão;
  • Fissura anal que é uma pequena rachadura no ânus;
  • Desnutrição que pode levar à anemia ou osteoporose;
  • Inflamação nas mãos e pernas com aparecimento de caroços sob a pele;
  • Aumento da formação de coágulos sanguíneos que podem causar obstrução de veias e artérias.

Além disso, a doença de Crohn aumenta o risco de desenvolver câncer de intestino, sendo indicado fazer acompanhamento médico regular e exame de colonoscopia, conforme a indicação médica. Saiba como é feita a colonoscopia.

Esta informação foi útil?

Sua opinião é importante! Escreva aqui como podemos melhorar o nosso texto:

Ficou alguma dúvida? Clique aqui para ser respondido.
Verifique o email de confirmação que lhe enviamos.

Bibliografia

  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE COLOPROCTOLOGIA . Doença de Crohn. 2009. Disponível em: <https://www.sbcp.org.br/pdfs/publico/crohn.pdf>. Acesso em 07 Out 2020
  • LOPES, Antonia M.; MOURA, Laís N. B.; MACHADO, Raylane S.; SILVA, Grazielle Roberta F. Qualidade de vida de pacientes com doença de Crohn. Revista Eletronica Trimestral de Enfermaria. 47 ed; 337-352, 2017
  • ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE COLITE ULCERATIVA DE DOENÇA DE CROHN. Sobre a Doença de Crohn. Disponível em: <https://www.abcd.org.br/sobre-a-doenca-de-crohn/>. Acesso em 07 Out 2020
  • VEAUTHIER, Brian; HORNECKER, Jaime R. Crohn's Disease: Diagnosis and Management. Am Fam Physician. 98. 11; 661-669, 2018
  • FERRÉ, María Pilar Ballester; et al. Enfermedad de Crohn. Med Clin (Barc). 151. 1; 26-33, 2018
  • NESTLÉ HEALTH SCIENCE. Manual de Nutrição, Dieta e Doença Inflamatória Intestinal. 2019. Disponível em: <https://abcd.org.br/wp-content/uploads/2019/04/Manual-de-Nutri%C3%A7%C3%A3o-Dieta-e-DII.pdf>. Acesso em 17 Dez 2020
  • REVISTA DA ASSOCIAÇÃO BRA SILEIRA DE COLITE ULCERA TIVA E DOENÇA DE CROHN. Fumo/Nicotina e a Doença Inflamatória Intestinal : Como fumar pode afetar a Doença Inflamatória Intestinal (DII). 2014. Disponível em: <https://abcd.org.br/wp-content/uploads/2017/11/ED_57.pdf>. Acesso em 18 Dez 2020
  • NHS. Crohn's disease: overview. Disponível em: <https://www.nhs.uk/conditions/crohns-disease/>. Acesso em 29 Jan 2021
  • CROHN'S & COLITIS FOUNDATION. Overview of Crohn's Disease. Disponível em: <https://www.crohnscolitisfoundation.org/what-is-crohns-disease/overview>. Acesso em 29 Jan 2021
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Enviar Mensagem