Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Nó no intestino: como identificar e tratar

O nó no intestino, conhecido cientificamente como torção ou volvo intestinal, é um problema grave que provoca obstrução do intestino, impedindo a passagem de fezes e sangue, o que pode levar à morte da porção de intestino que não está recebendo sangue.

Este tipo de problema pode acontecer em qualquer lugar do intestino, desde o intestino delgado ao grosso, e embora na maior parte dos casos provoque náuseas, dor na barriga e prisão de ventre, seus sintomas podem variar de acordo com o local da torção e a causa.

Assim, em caso de suspeita de nó no intestino é aconselhado ir imediatamente para o hospital para fazer exames, identificar o problema e iniciar o tratamento, que normalmente é feito com cirurgia.

Nó no intestino: como identificar e tratar

Principais sintomas

Normalmente, os sintomas de torção intestinal começam de forma muito leve, como uma ligeira dor de barriga e um mal-estar geral. No entanto, os sintomas vão intensificando ao longo do tempo, causando outros sinais como:

  • Náuseas e vômitos persistentes;
  • Inchaço da barriga;
  • Tonturas;
  • Prisão de ventre e excesso de gases;
  • Fezes com sangue;
  • Dificuldade para respirar;

Além disso, algumas pessoas também podem apresentar dificuldade para respirar, cansaço excessivo e barriga muito dolorida.

Como confirmar o diagnóstico

A torção intestinal pode ser confirmada através da realização de alguns exames como tomografia computadorizada, ressonância magnética ou exame de fezes.

Além disso, o médico também pode pedir um enema opaco, que é um exame específico que utiliza contraste para observar todo o trajeto do intestino e identificar possíveis problemas, como o nó no intestino. Entenda como funciona este exame.

Como é feito o tratamento

A forma de tratamento mais utilizada para corrigir o nó no intestino é a cirurgia, que é feita através de endoscopia para desfazer a torção e permitir que o sangue e as fezes voltem a passar normalmente. Geralmente é necessário fazer uma dieta mais leve para permitir que o intestino se recupere, sendo indicada uma dieta líquida.

Porém, nos casos mais graves, em que a torção é difícil de desfazer ou o intestino está morrendo devido à falta de sangue, o médico pode optar por fazer uma cirurgia clássica com um corte na barriga para remover a parte que está morrendo.

Nestes casos, se a porção removida for muito grande, pode ser necessário fazer uma colostomia, que consiste numa ligação permanente do intestino à pele da barriga para permitir a saída de fezes. Veja o que é e como cuidar de uma colostomia.

O que pode causar a torção

Nem sempre é possível identificar a causa deste problema, no entanto, as mais comuns são:

  • Movimentos intestinais intensos, causados por uso de laxantes ou dieta rica em fibras;
  • Ingestão exagerada de comida;
  • Alterações genéticas da forma do intestino;
  • Adesões intestinais provocadas por cirurgia abdominal ou infecção;
  • Diverticulose;
  • Câncer do intestino.

Algumas formas de evitar o surgimento de uma torção incluem beber cerca de 2 litros de água por dia, manter uma alimentação saudável e fazer exercício físico regular. 

Mais sobre este assunto:
Carregando
...