Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que fazer em caso de alergia ao camarão

​A alergia a camarão é uma situação perigosa que pode impedir a respiração quando leva ao inchaço da garganta, provocando alterações neurológicas graves ou morte, dependendo do tempo que a vítima fica sem oxigênio.

Assim, em caso de alergia ao camarão, deve-se:

  1. Chamar imediatamente uma ambulância ou pedir para alguém o fazer, ligando para o 192;
  2. Deitar a vítima com as costas no chão, virando-a de lado para não sufocar caso comece a vomitar;
  3. Afrouxar as roupas apertadas, como camisa, gravata ou cinto, por exemplo;
  4. Iniciar massagem cardíaca caso a respiração pare, até chegada da ajuda médica. Aprenda como fazer massagem cardíaca. (Apesar da dificuldade para respirar, não se deve furar a garganta da vítima).
O que fazer em caso de alergia ao camarão
O que fazer em caso de alergia ao camarão

Quando o indivíduo já sabe que é alérgico ao camarão, costuma ter sempre uma injeção de adrenalina que deve ser aplicada, nas coxas ou no braço, o mais rápido possível em caso de necessidade.

É importante conhecer os procedimentos de primeiros socorros na alergia ao camarão, especialmente quando se trabalha em restaurantes ou se conhece alguém com este tipo de alergia.

Sintomas de alergia ao camarão

Os sintomas de alergia a camarão, normalmente, começam com tonturas, cansaço, queda da pressão arterial, coceira e vermelhidão na pele e, por fim, inchaço das mãos, pés, rosto e garganta.

Geralmente, os indivíduos que sabem que têm alergia ao camarão não ingerem esse tipo de alimento, no entanto, podem desenvolver sintomas graves, que colocam em perigo a sua vida, quando comem algo que esteve em contato com as proteínas do camarão, por ter sido servido no mesmo prato ou por ter vestígios de frutos do mar, por exemplo.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...