Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que fazer em caso de Alergia ao Desodorante

A alergia ao desodorante é uma reação inflamatória da pele das axilas, que pode causar sintomas como coceira intensa, bolhas, pintinhas vermelhas, vermelhidão ou sensação de queimação.

Embora alguns tecidos, especialmente os sintéticos, como lycra, poliéster ou nylon, também possam causar alergia nas axilas, na maior parte dos casos, essa irritação surge devido ao desodorante utilizado. Essa alergia acontece porque alguns desodorantes podem conter substâncias mais irritantes, como perfumes, que podem levar o organismo a desenvolver uma resposta inflamatória. Veja outras causas de alergia na pele.

Assim, quando surgem os primeiros sintomas de alergia, o mais recomendado é lavar as axilas com água abundante e sabão de pH neutro, para evitar o agravamento da reação, passando em seguida um pouco de creme calmante, com babosa, por exemplo, para hidratar e acalmar a pele.

O que fazer em caso de Alergia ao Desodorante

Possíveis sintomas de alergia

Em caso de alergia ao desodorante geralmente um dos primeiros sintomas que surge é a sensação de queimação e pele irritada, no entanto, outros sintomas incluem: 

  • Bolhas ou pintinhas vermelhas na pele;
  • Caroço na axila;
  • Coceira muito intensa;
  • Vermelhidão.

Em alguns casos, quando o desodorante não é removido de imediato, pode até surgir descamação, bolhas ou mesmo queimaduras na região das axilas.

Já em pessoas com maior sensibilidade, pode mesmo surgir outros sintomas de alergia mais severos, como inchaço no rosto, olhos ou língua, sensação de algo preso na garganta ou dificuldade para respirar. Nestes casos, é aconselhado ir imediatamente ao hospital para tomar um anti-histamínico e um corticoide diretamente na veia, evitando complicações graves, como parada respiratória.

Confira ainda que outros problemas podem causar manchas vermelhas na pele.

O que fazer em caso de alergia

Quando surgem sintomas de alergia ao desodorante, é importante tomar medidas rapidamente, sendo necessário: 

  1. Lavar a região das axilas com água abundante e sabão com pH neutro, de forma a remover todo o desodorante aplicado; 
  2. Passar na pele produtos hipoalérgicos ou calmantes, como cremes ou loções com babosa, camomila ou alfazema por exemplo, que acalmam e hidratam a pele; 
  3. Aplicar compressas de água fria sobre as axilas, para reduzir os sintomas de irritação e sensação de queimação.

Depois de lavar e hidratar a pele, é esperado que passadas 2 horas os sintomas desapareçam por completo, se tal não se verificar ou se os sintomas piorarem, é recomendado que se consulte o médico dermatologista logo que possível. 

Além disso, se os sintomas evoluírem para dificuldade em respirar ou sensação de algo preso na garganta, é recomendado ir rapidamente ao hospital ou pronto socorro, pois esses são sinais de uma reação anafilática, uma situação de alergia que necessita de tratamento urgente. 

Como é feito o tratamento

O tratamento da alergia ao desodorante depende dos sintomas, e pode envolver a utilização de remédios anti-histamínicos como Loratadina ou Allegra, ou corticoides, como a Betametasona. Estes remédios aliviam e tratam os sintomas da alergia e devem ser prescritos pelo dermatologista. 

O que fazer em caso de Alergia ao Desodorante

Nos casos onde existe muita vermelhidão ou coceira nas axilas, podem também ser recomendadas pomadas com propriedades anti-histamínicas, que ajudam no alivio destes sintomas. 

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico da alergia ao desodorante pode ser feito pelo dermatologista através da observação dos sintomas que surgem nas axilas após a aplicação do produto. Depois desta primeira análise, o médico pode pedir a realização de um teste de alergia para confirmação do diagnóstico e identificação do componente que está causando a alergia. Saiba como é feito o teste de alergia.

Desta forma, em alguns casos passa a ser possível a escolha de desodorantes que não contenham compostos causadores de alergia, evitando-se desta forma o surgimento deste tipo de reações. 

Para evitar a alergia ao ao desodorante, é importante testar sempre antes o desodorante numa pequena região da axila, deixando atuar durante algumas horas, de forma a verificar se surge ou não alguma reação não desejada. 

Mais sobre este assunto:


Carregando
...