Sintomas de alergia (pele, alimentar, respiratória e medicamentos)

outubro 2022

Os sintomas de alergia surgem quando o organismo entra em contato com uma substância capaz de desencadear uma resposta inflamatória no organismo e uma resposta exagerada do sistema imune, como poeira, pólen, medicamentos, perfumes ou alimentos, principalmente amendoim, ovo, leite e derivados.

Dependendo do local e da substância que provocou a alergia, os sintomas podem variar, tornando mais difícil identificar a sua causa. De forma geral, a alergia causa sintomas fortes como coceira, vermelhidão na pela, inchaço na boca e falta de ar, sendo importante nesses casos ir imediatamente ao hospital para que seja iniciado o tratamento o mais breve possível.

De forma geral, o tratamento para alergia é feito de acordo com a orientação do alergologista ou clínico geral e envolve o uso de medicamentos anti-histamínicos e corticoides, em alguns casos. Além disso, nos casos mais graves, pode ser necessária a administração de adrenalina injetável.

1. Alergia alimentar

Os sintomas de alergia alimentar surgem após ingerir alimentos alergênicos, como morango, mariscos, amendoim, leite ou derivados, por exemplo, e incluem:

  • Formigamento ou coceira na boca;
  • Coceira na pele, avermelhada e áspera;
  • Inchaço e coceira do pescoço, lábios, rosto ou língua;
  • Dor abdominal;
  • Diarreia, enjoos ou vômitos;
  • Rouquidão.

Nos casos mais graves, ou quando o tratamento não é iniciado o mais rápido possível, o paciente pode desenvolver sintomas de anafilaxia, que é uma situação grave que tem de ser tratada no hospital e que inclui sintomas como dificuldade para respirar, inchaço na garganta, queda repentina da pressão ou desmaio. Saiba identificar uma anafilaxia e o que fazer.

2. Alergia na pele

Os sintomas de alergia na pele são frequentes em casos de sistema imune enfraquecido, alergia a medicamentos ou doenças infecciosas e normalmente incluem o surgimento de urticária com bolinhas, coceira, vermelhidão e inchaço da pele.

Geralmente, estes sintomas são causados pelo contato direto com substâncias como perfumes, níquel, esmaltes ou látex, mas também podem ser causados pela liberação de histamina, tendo como origem uma alergia respiratória ou alimentar.

Para aliviar os sintomas de alergia na pele, deve-se lavar a região com água e sabão hipoalergênico, aplicar um creme hidratante e tomar um remédio anti-histamínico como Hixizine ou Hidroxizina, prescrito pelo médico. No entanto, nos casos que demoram para passar, é recomendado consultar um dermatologista, uma vez que pode ser necessário tomar remédios para alergia.

Veja no vídeo a seguir como identificar e tratar a alergia na pele:

3. Alergia respiratória

Os sintomas de alergia respiratória costumam afetar o nariz, a garganta e a pele, surgindo:

  • Secreção nasal, deixando o nariz entupido;
  • Coceira no nariz;
  • Espirros constantes;
  • Nariz vermelho;
  • Tosse seca e dificuldade para respirar;
  • Vermelhidão nos olhos e lacrimejamento;
  • Dores de cabeça.

A alergia respiratória pode surgir quando as vias aéreas entram em contato com substâncias como poeira, bolor ou pelo de gatos ou outros animais, e deve ser tratada no hospital com o uso de remédios que facilitam a respiração, como Salbutamol ou Fenoterol.

A alergia respiratória não provoca asma, mas pode agravar o quadro de um paciente asmático, sendo que nesses casos o paciente deve utilizar a bomba receitada pelo médico e tomar um remédio anti-histamínico, para reduzir os sintomas de alergia.

4. Alergia a medicamentos

A alergia a medicamentos causa sintomas parecidos com os outros tipos de alergia, como o surgimento de bolinhas vermelhas na pele, coceira, urticária, inchaço, asma, rinite, diarreia, dor de cabeça e cólicas intestinais.

Esses sintomas surgem com o início do uso do medicamento, e melhoram quando o tratamento é suspenso. Após identificar um medicamento que causou reação alérgica, é importante sempre informar o nome ao médico antes de qualquer tratamento ou cirurgia, para evitar que o problema se repita.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Karla S. Leal - Nutricionista, em outubro de 2022. Revisão clínica por Tatiana Zanin - Nutricionista, em outubro de 2022.
Revisão clínica:
Tatiana Zanin
Nutricionista
Formada pela Universidade Católica de Santos em 2001, com registro profissional no CRN-3 nº 15097.

Tuasaude no Youtube

  • 6 causas de COCEIRA e como tratar - com Dr. Aline Bressan Dermatologista

    08:27 | 22331 visualizações