Metotrexato: para que serve, como usar e efeitos colaterais

novembro 2022
  1. Para que serve
  2. Como usar
  3. Cuidados
  4. Efeitos colaterais
  5. Contra-indicações

O metotrexato é um remédio indicado para o tratamento de doenças autoimunes, como artrite reumatoide ou psoríase grave, ou quimioterapia para o tratamento do câncer, como leucemias, linfomas, câncer de pulmão ou câncer de mama, por exemplo.

Esse remédio age inibindo o metabolismo do ácido fólico, que é importante para a síntese de DNA, e desta forma, impede a multiplicação de células do câncer e o crescimento do tumor. Além disso, quando utilizado em doses baixas, tem um efeito antirreumático e imunossupressor, que ajuda a reduzir os sintomas da artrite reumatoide ou psoríase grave.

O metotrexato pode ser encontrado em farmácias ou drogarias na forma de comprimidos, com o nome comercial Tecnomet, ou na forma de injeção, em hospitais, e deve ser usado com indicação médica.

Para que serve

O metotrexato é indicado para:

Além disso, o metotrexato também pode ser indicado para o tratamento paliativo de tumores sólidos que não podem ser operado cirurgicamente.

Como usar

A forma de usar o metotrexato varia de acordo com sua apresentação, e inclui:

1. Metotrexato 2,5 mg comprimido

O metotrexato comprimido deve ser tomado por via oral, com um copo de água, antes ou após uma refeição, nos horários estabelecidos pelo médico. É importante lavar as mãos após tocar no comprimido.

A posologia do metotrexato comprimido varia de acordo com a condição a ser tratada e inclui:

  • Artrite reumatoide: a dose inicial normalmente recomendada é de 7,5 mg em dose única, uma vez por semana. Essa dose também ser tomada fracionada, ou seja, 1 comprimido de 2,5 mg, a cada 12 horas, por três doses, administradas como um ciclo, uma vez por semana, de acordo com a orientação médica. As doses do metotrexato podem ser ajustadas pelo médico de acordo com a resposta ao tratamento, não devendo exceder uma dose semanal total de 20 mg;
  • Psoríase grave: a dose inicial normalmente recomendada é de 10 a 25 mg em dose única, uma vez por semana, ou 1 comprimido de 2,5 mg, a cada 12 horas, por três doses, uma vez por semana, de acordo com a orientação médica. Essas doses podem ser alteradas pelo médico para até 30 mg por semana, de acordo com a resposta ao tratamento.

As doses do metotrexato devem ser orientadas pelo médico, e uma vez que é alcançada a dose mais eficaz para o tratamento, o médico pode reduzir a dose para a menor dose eficaz possível.

No caso da artrite reumatoide, a resposta ao tratamento geralmente leva de 3 a 6 semanas após o início do uso do metotrexato e o tempo de tratamento deve ser orientado pelo médico.

É importante ressaltar que o metotrexato comprimido deve ser tomado apenas uma vez por semana. O uso diário desse remédio pode causar efeitos colaterais graves que podem colocar a vida em risco.

2. Metotrexato injetável

O metotrexato injetável para o tratamento do câncer, pode ser aplicado pelo enfermeiro diretamente na veia ou no músculo, ou usada por via intratecal, ou seja diretamente na coluna, no canal espinhal aplicada pelo médico.

A faixa de dose terapêutica do metotrexato para indicações oncológicas é muito ampla, e dependem do tipo de câncer a ser tratado, devendo ser calculada pelo médico de acordo com o peso e a superfície corporal.

Cuidados durante o tratamento

Alguns cuidados são importantes durante o tratamento com o metotrexato, como:

  • Fazer consultas médicas regularmente para acompanhar a eficácia do tratamento e o surgimento de efeitos colaterais;
  • Tomar o suplemento de ácido fólico receitado pelo médico, nos dias orientados pelo médico. Não se deve tomar o ácido fólico no mesmo dia que tomar ou receber uma dose do metotrexato, pois o ácido fólico pode diminuir a ação do metotrexato;
  • Não aumentar ou diminuir a dose do comprimido de metotrexato, sem que tenha sido orientado pelo médico;
  • Não interromper o tratamento com o metotrexato por conta própria;
  • Evitar consumir bebidas alcoólicas;
  • Evitar tomar remédios por conta própria e sem recomendação médica;
  • Tomar vacinas somente se recomendado pelo médico, uma vez que algumas vacinas com vírus ativo ou atenuado são contra-indicados durante o tratamento, pois podem causar infecções graves;
  • Lavar as mãos frequentemente, com água e sabonete neutro, principalmente antes e após ir ao banheiro, comer, cozinhar, tocar animais, fazer jardinagem ou trocar a fralda da criança, por exemplo;
  • Lavar bem verduras, legumes e frutas antes de comer;
  • Evitar tocar em superfícies e levar as mãos nos olhos, boca ou nariz;
  • Evitar o contato com pessoas que estejam com infecções, pois o metotrexato pode diminuir a ação do sistema imunológico e aumentar o risco de adquirir uma infecção;
  • Aplicar protetor solar FPS 30 ou superior, mesmo em dias nublados, pois a pele fica mais sensível ao sol durante o tratamento;
  • Utilizar métodos contraceptivos eficazes durante o tratamento com o metotrexato e por pelo menos 6 meses depois de terminar o tratamento. O tempo de uso de métodos contraceptivos após o tratamento com o metotrexato pode até 1 ano, e deve ser orientado pelo médico.
  • Não amamentar durante o tratamento com o metotrexato, e por pelo menos 1 semana após o término do tratamento.

Além disso, deve-se fazer os exames laboratoriais como hemograma, creatinina sérica, provas de função hepática e renal e teste de função pulmonar, solicitados pelo médico durante o tratamento.

É importante seguir todas as recomendações médicas para aliviar os efeitos colaterais que podem surgir durante o tratamento com metotrexato.

Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com o metotrexato são dor de cabeça intensa, rigidez de nuca, náuseas, vômitos, febre, vermelhidão na pele, aumento do ácido úrico e redução no número de espermatozoides, aparecimento de úlceras na boca, inflamação na língua e na gengiva, diarreia, redução na contagem de glóbulos brancos e plaquetas, insuficiência renal e faringite.

Além disso, o metotrexato pode causar intoxicação no fígado, que pode ser percebida através de sintomas como inchaço na barriga, dor do lado direito superior da barriga, náuseas, perda do apetite, urina escura, fezes claras ou pele e olhos amarelados. Deve-se comunicar imediatamente ao médico ou procurar o pronto socorro mais próximo caso surjam esses sintomas.

O metotrexato também pode causar efeitos colaterais graves, como a síndrome de Stevens-Johnson ou a necrólise epidérmica tóxica, caracterizada pela destruição e descamação grave da pele.

Esse remédio também pode aumentar o risco de infecções, que podem ser percebidas através de sintomas como febre, calafrios, pele pálida, tosse, dificuldade para respirar, dor ou sensação de queimação ao urinar, dor de garganta ou úlceras na boca ou dor abdominal, por exemplo. Nesses casos, deve-se entrar em contato com o médico imediatamente.

Quem não deve usar

O metotrexato não deve ser usado por pessoas que tenham alergia ao metotrexato ou a qualquer componente da formulação, durante a amamentação, ou por pessoas com o sistema imunológico comprometido, disfunção grave no fígado ou nos rins e alterações nas células sanguíneas como redução das contagens de glóbulos brancos, glóbulos vermelhos e plaquetas.

Além disso, o metotrexato não deve ser tomado durante a gravidez pois pode causar defeitos graves no feto. Além disso, o uso do metotrexato pode causar aborto espontâneo ou morte do bebê. Nunca se deve usar o metotrexato se a mulher estiver grávida ou se planeja uma gravidez.

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Flávia Costa - Farmacêutica, em novembro de 2022.

Bibliografia

  • HOWARD, S. C.; et al. Preventing and Managing Toxicities of High-Dose Methotrexate. Oncologist. 21. 1; 1471-1482, 2016
  • WANG, W.; et al. Side effects of methotrexate therapy for rheumatoid arthritis: A systematic review. Eur J Med Chem. 158. 502-516, 2018
Mostrar bibliografia completa
  • MAKSIMOVIC, V.; et al. Molecular mechanism of action and pharmacokinetic properties of methotrexate. Mol Biol Rep. 47. 6; 4699-4708, 2020
  • NHS ENGLAND. Methotrexate (oral and subcutaneous) for patients in adult services (excluding cancer care). 2022. Acesso em 04 nov 2022
  • ZODIAC PRODUTOS FARMACÊUTICOS S.A. Tecnomet (metotrexato) comprimidos de 2,5 mg. Disponível em: <https://static-webv8.jet.com.br/drogaosuper/Bulas/7892953101865.pdf>. Acesso em 04 nov 2022
  • BLAU FARMACÊUTICA S/A. MTX (metotrexato) solução injetável 25 mg/mL e 100 mg/mL. 2019. Disponível em: <https://www.blau.com.br/storage/app/media/Bulas%20Novas%202019/MTX_Bula_Paciente.pdf>. Acesso em 04 nov 2022
Revisão clínica:
Flávia Costa
Farmacêutica
Formada em Farmácia pelo Centro Universitário Newton Paiva em 2003. Mestre em Ciências Biomédicas pela UBI, Portugal.

Tuasaude no Youtube

  • TRATAMENTO do CÂNCER: como aliviar os EFEITOS COLATERAIS

    14:07 | 83886 visualizações