Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que podem ser as manchas roxas na pele

As manchas roxas são causadas pelo extravasamento de sangue na pele, devido a um rompimento de vasos sanguíneos, geralmente, provocado por fragilidade dos vasos sanguíneos, pancadas, alteração das plaquetas ou da capacidade de coagulação do sangue.

Na maioria das vezes, estas manchas, que são conhecidas como púrpuras ou equimoses, aparecem e desaparecem espontaneamente, sem causar sintomas, ou podem apresentar uma leve dor local. Além de pancadas, algumas das principais causas para o surgimento de manchas roxas na pele são:

1. Fragilidade capilar

O que podem ser as manchas roxas na pele

A fragilidade capilar acontece quando pequenos vasos de sangue responsáveis pela circulação da pele estão frágeis e se rompem espontaneamente, causando extravasamento de sangue sob a pele, e as principais causas são:

  • Envelhecimento, que pode provocar um enfraquecimento nas estruturas que formam e sustentam os vasos, por isso, é muito comum nos idosos;
  • Alergias, em que há o angioedema, ou seja, inchaço dos vasos devido a uma reação alérgica e que podem se romper, causando o sangramento;
  • Predisposição genética, que é muito comum em mulheres, principalmente em certos períodos do ciclo menstrual, o que pode, também, ter associação com alterações hormonais na mulher;
  • Púrpura por melancolia, em que se observa manchas roxas na pele devido a situações de estresse, ansiedade e principalmente tristeza, por motivos desconhecidos;
  • Deficiência de Vitamina C, que causa fraqueza nas paredes dos vasos sanguíneos, que podem se romper espontaneamente.

Em alguns casos, entretanto, a causa da fragilidade capilar não é detectada, e, por isso, algumas pessoas podem ter manchas roxas com mais facilidade do que outras, sem que isso indique uma doença ou um problema de saúde.

Como tratar: as púrpuras e equimoses por fragilidade capilar, geralmente, surgem e desaparecem espontaneamente, sem que nada precise ser feito. Entretanto, é possível fazer com que sumam mais rapidamente, com o uso de pomadas para hematomas, como Hirudoid, Thrombocid ou Desonol, por exemplo, que diminuem a inflamação e facilitam a reabsorção do sangue, diminuindo o tempo da mancha.

Tratamento natural: uma opção de tratamento caseiro é tomar suco de laranja ou suplemento de vitamina C, pois ajuda a repor o colágeno e a cicatrizar o vaso mais rapidamente. Além disso, fazer compressas com água morna no local afetado também ajuda a uma reabsorção do sangue de forma mais rápida pelo corpo. 

2. Doenças que alteram a coagulação do sangue

O que podem ser as manchas roxas na pele

Algumas doenças podem interferir na coagulação do sangue, tanto pela redução do número de plaquetas ou alteração da sua função, como por alteração dos fatores de coagulação do sangue, o que facilita o extravasamento de sangue pelos vasos sanguíneos e formação de manchas. Algumas das principais causas são:

  • Infecções por vírus, como Dengue e Zika, ou por bactérias, que afetam a sobrevivência das plaquetas devido a alterações na imunidade;
  • Deficiência de vitaminas e minerais, como ferro, ácido fólico e vitamina B12;
  • Doenças auto-imunes, que afetam a sobrevivência das plaquetas devido a alterações na imunidade da pessoa, como lúpus, vasculites, púrpura trombocitopênica imune e trombótica, síndrome hemolítica-urêmica ou hipotireoidismo, por exemplo;
  • Doenças do fígado, que interferem na coagulação do sangue;
  • Doenças da medula óssea, como anemia aplásica, mielodisplasia ou câncer, por exemplo;
  • Doenças genéticas, como hemofilia ou trombocitopenias hereditárias.

As manchas causadas por doenças costumam ser mais graves do que pela fragilidade capilar, e sua intensidade varia de acordo com a causa.

Como tratar: o tratamento das alterações da coagulação depende da sua causa, podendo ser necessário, de acordo com a indicação do médico, o uso de remédios para regular a imunidade, como corticóides, o tratamento de infecções, a filtração do sangue, a retirada do baço, ou, em último caso, a transfusão de plaquetas. Entenda melhor quais são as principais causas e como tratar a redução das plaquetas.  

3. Uso de remédios

O que podem ser as manchas roxas na pele

Alguns remédios, por interferir na capacidade de coagulação do sangue ou na ação das plaquetas, predispõem à formação de púrpuras ou equimoses na pele, e alguns exemplos são AAS, Clopidogrel, Paracetamol, Hidralazina, Tiamina, quimioterapia ou medicamentos da classe dos anticoagulantes, como Heparina, Marevan ou Rivaroxaban, por exemplo. 

Como tratar: deve-se avaliar com o médico a possibilidade de remover ou trocar o medicamento que causa o sangramento e, durante o seu uso, é importante evitar pancadas, para diminuir o risco de hemorragias.

Causas de manchas roxas nos bebês

Geralmente, as manchas roxas que já nascem com o bebê, de cor acinzentada ou arroxeada, de vários tamanhos ou em locais variados do corpo, são chamadas de Manchas Mongólicas, e não representam nenhum problema de saúde e não são o resultado de nenhum traumatismo.

Estas manchas desaparecem espontaneamente por volta dos 2 anos de idade, sem a necessidade de nenhum tipo de tratamento específico, sendo orientado cerca de 15 minutos de banho de sol, antes das 10h da manhã, por dia. Saiba como identificar e tratar as manchas mongólicas

Já as manchas que surgem após o nascimento, podem resultar de alguma pancada local, fragilidade capilar, ou, mais raramente, ser por alguma doença da coagulação, sendo importante consultar-se com o pediatra para investigar melhor a causa. 

Caso estas manchas surjam em grande quantidade, piorem ao longo do dia ou sejam acompanhadas por outros sintomas, como febre, sangramentos ou sonolência, deve-se entrar em contato com o pediatra, ou ir imediatamente ao pronto-socorro pediátrico, para avaliar a presença de doenças que interfiram na coagulação, como defeitos herediários da coagulação sanguínea, doenças que causam alterações das plaquetas, ou infecções, por exemplo. 

Mais sobre este assunto:
Carregando
...