Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Púrpura trombocitopênica

A Púrpura Trombocitopênica é uma doença autoimune caracterizada pela redução de plaquetas no sangue, que são destruídas pelos anticorpos normais do organismo.

Assim, o individuo com púrpura trombocitopênica tem maior tendência para sofrer sangramentos e hemorragias, especialmente no caso de feridas e pancadas.

Geralmente, o paciente com púrpura trombocitopênica apresenta quantidade de plaquetas no sangue inferior a 10000/mm³.

Púrpura Trombocitopênica Trombótica

A púrpura trombocitopênica trombótica é um tipo raro de púrpura trombocitopênica mais frequente em mulheres entre os 20 e os 40 anos de idade.

Este tipo de púrpura trombocitopênica pode ser hereditária ou adquirida e é caracterizada pela junção das plaquetas, criando coágulos que podem obstruir pequenos vasos sanguíneos.

A púrpura trombocitopênica tem cura, mas o seu tratamento deve ser feito o mais rápido possível para evitar a perda de plaquetas, anemia, problemas neurológicas ou renais.

Púrpura Trombocitopênica Idiopática

A púrpura trombocitopênica Idiopática é um tipo de púrpura trombocitopênica mais frequente em mulheres em idade fértil, que surge devido ao uso de alguns remédios, infecções virais ou bacterianas.

Porém, quando a púrpura trombocitopênica idiopática é provocada por doenças autoimunes, como lúpus ou HIV, pode ser chamada de púrpura trombocitopênica imunológica.

Geralmente, a púrpura trombocitopênica idiopática é uma situação aguda nas crianças que passa com o tempo, enquanto no adulto, é um problema crônico.

Foto de púrpura trombocitopênica

Púrpura trombocitopênica
Fonte: Centers for Disease Control and Prevention

Sintomas de púrpura trombocitopênica

Os sintomas de púrpura trombocitopênica incluem:

  • Manchas vermelhas na pele, como mostra a imagem;
  • Dor na região das manchas;
  • Inchaço das pernas;
  • Sangramento fácil pelo nariz, gengivas, intestinos ou trato urinário;
  • Sangramentos difíceis de estancar.

O indivíduo com estes sintomas deve consultar o clínico geral ou um hematologista para fazer um exame de sangue e diagnosticar o problema, de forma a iniciar o tratamento adequado.

Tratamento para Púrpura Trombocitopênica

O tratamento para púrpura trombocitopênica pode ser feito com remédios corticoides, como a Hidrocortisona e Prednisona, ou com o uso de cremes, como o Trombocid, para ser aplicado nas manchas.

Outra opção de tratamento é a remoção do baço, com o objetivo de melhorar a coagulação sanguínea, uma vez que é neste órgão que se formam os anticorpos que destroem as plaquetas.

Links úteis:

Mais sobre este assunto:
Carregando
...