Somos REDE D'OR
icon de informação icon de telefone 3003-3230
Número disponível apenas em território brasileiro, com custo de chamada local.

Tratamento para artrite reumatoide: remédios, fisioterapia e outros

Ortopedista
fevereiro 2023

O tratamento para artrite reumatoide deve ser orientado por um reumatologista, e normalmente é iniciado com o uso de remédios, que são escolhidos pelo médico de acordo com os sintomas apresentados e da fase da doença.

Além do tratamento medicamentoso, é recomendada a realização de fisioterapia para ativar as articulações, fortalecer a musculatura e aliviar os sintomas. É importante também alterar os hábitos alimentares, consumindo diariamente alimentos com propriedades anti-inflamatórias para aliviar os sintomas.

A artrite reumatoide é uma doença autoimune, inflamatória, sistêmica e crônica, que provoca sintomas como dor e rigidez nas articulações, principalmente ao acordar, e que não tem cura. O tratamento estabelecido para a artrite tem como objetivo aliviar os sintomas, evitar a progressão da doença e melhorar a qualidade vida. Conheça mais sobre a artrite reumatoide.

Imagem ilustrativa número 1

Opções de tratamento para artrite reumatoide

As melhores opções de tratamentos são:

1. Remédios para artrite reumatoide

Os principais remédios indicados para artrite reumatoide são:

  • Metotrexato, sulfassalazina, hidroxicloroquina, cloroquina, tofacitinibe e leflunomida, que são medicamentos modificadores do curso da doença (MMCD) e correspondem à primeira linha de tratamento, devendo ser iniciados logo após o diagnostico;
  • Ibuprofeno e naproxeno, que são medicamentos anti-inflamatórios usados principalmente para aliviar os sintomas e melhorar a qualidade de vida.

Os remédios devem ser iniciados idealmente nos primeiros 12 meses de desenvolvimento da doença, para prevenir danos mais graves e melhorar a capacidade funcional.

O tratamento medicamentoso deve ser feito conforme a recomendação do médico e é importante que a pessoa seja constantemente acompanhada pelo médico para que se possa observar a resposta do organismo ao tratamento.

2. Fisioterapia

O tratamento fisioterapêutico é uma ótima forma de diminuir a dor, a inflamação e melhorar a qualidade dos movimentos na articulação afetada. A fisioterapia também é importante para manter os músculos devidamente fortalecidos e alongados, assim como evitar ou diminuir as deformidades articulares.

A fisioterapia deve incluir exercícios e alongamentos ativos e passivos, o uso de aparelhos de eletroterapia, e o uso bolsas de água quente. Além disso, a prática de exercícios físicos aeróbicos, como caminhada, bicicleta, natação e hidroginástica também podem ser indicada. Saiba como é feita a fisioterapia para artrite.

3. Cirurgia

Quando a artrite reumatoide gera deformidades que diminuem a qualidade de vida da pessoa, o reumatologista em conjunto com ortopedista, poderão avaliar a necessidade de realizar uma cirurgia para corrigir as deformidades. No entanto, isso vai depender do estado de saúde geral do indivíduo e de suas atividades diárias.

4. Tratamento complementar

O tratamento complementar para artrite reumatoide pode ser feito com dieta, meditação, acupuntura, auriculoterapia, massagem, quiropraxia, entre outras, mas não exclui a necessidade do tratamento clínico e fisioterápico, embora possam melhorar a qualidade de vida.

5. Tratamento natural

O tratamento natural pode ser feito com o uso de plantas medicinais que possuem propriedades anti-inflamatórias, analgésicas e diuréticas, em forma de chá, suco ou cataplasma, pois ajudam a aliviar os sintomas, o que tem impacto direto na qualidade de vida.

Porém, este tipo de tratamento nunca deve substituir o tratamento medicamentosos indicado pelo médico e, além disso, estes remédios só devem ser usados com conhecimento e autorização do reumatologista. Alguns bons exemplos incluem:

  • Chá de cavalinha, erva-doce e bardana;
  • Tomar o suco de berinjela com limão ao acordar;
  • Tomar o suco de abacaxi diariamente.

O chá de sucupira também é ótimo, sendo que esta planta também pode ser usada em cápsulas. Veja mais dicas no vídeo seguinte:

Qual especialista consultar

O especialista mais indicado para orientar o tratamento da artrite reumatoide é o reumatologista, que irá avaliar os sintomas e o histórico de saúde, para aconselhar as formas de tratamento mais adequadas.

Sinais de melhora e piora

Os sinais de melhora surgem com o devido tratamento e incluem a diminuição dos sintomas e melhora dos movimentos, no entanto, os sintomas tendem a ser mais intensos e podem surgir complicações caso o tratamento não seja realizado.

Como esta doença não tem cura é preciso realizar o tratamento por toda a vida, sendo importante também evitar o fumo, bebidas alcoólicas e praticar exercícios regularmente, com o acompanhamento de um profissional de educação física.

Complicações da artrite reumatoide

Devido ao acometimento de ossos, cartilagens, cápsula articular, tendões, ligamentos e músculos, podem surgir deformidades na articulações, que dificultam os movimentos e deixam uma aparência inestética na pessoa.

Como a doença é progressiva e não tem cura, com o passar do tempo, a pessoa pode apresentar deformidades como dedos em ventania e dedos em pescoço de cisne, joelhos virados para dentro, alterações na coluna, ruptura dos tendões e das erosões articulares e pés planos. Para prevenir estas complicações é recomendado seguir o tratamento indicado pelo médico e fazer sessões de fisioterapia regularmente.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Manuel Reis - Enfermeiro, em fevereiro de 2023. Revisão médica por Dr. Francisco Couto Valente - Ortopedista, em outubro de 2019.

Bibliografia

  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE REUMATOLOGIA. Artrite reumatoide. Disponível em: <https://www.reumatologia.org.br/doencas-reumaticas/artrite-reumatoide/>. Acesso em 26 set 2019
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas: Artrite Reumatoide. 2014. Disponível em: <https://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2014/dezembro/15/Artrite-Reumatoide.pdf>. Acesso em 26 set 2019
Ortopedista
Médico ortopedista formado pela Faculdade Souza Marques em 2011, com CRM.RJ 52.92679-5 e Membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia.

Tuasaude no Youtube

  • Como aliviar a dor com ANALGÉSICOS NATURAIS

    04:26 | 1197130 visualizações