Hérnia de disco: o que é, tipos, sintomas e tratamento

Revisão médica: Dr. Francisco Couto Valente
Ortopedista
julho 2022
  1. Sintomas
  2. Tipos
  3. Causas
  4. Tratamento

A hérnia de disco é caracterizada pelo abaulamento do disco intervertebral, que pode levar a sintomas como dor nas costas e sensação de queimação ou de dormência, sendo mais frequente de acontecer na região cervical ou lombar.

O disco vertebral é uma estrutura de fibrocartilagem que serve para evitar o contato direto entre uma vértebra e outra, e amortecer o impacto gerado pelos saltos, por exemplo. Assim, uma lesão discal, ou discopatia, como também é conhecida esta condição, prejudica a função do próprio disco vertebral e ainda pressionam outras estruturas importantes da coluna, como a raiz nervosa ou a medula espinhal.

A hérnia de disco deve ser identificada e tratada pelo ortopedista dependendo da sua localização e gravidade, podendo ser indicado o uso de medicamentos, realização de fisioterapia ou cirurgia, nos casos mais graves.

Sintomas de hérnia de disco

Os sintomas de hérnia de disco podem variar de acordo com a sua localização, porém, de forma geral, os principais são:

  • Dor no pescoço, no meio da coluna ou ao longo do trajeto do nervo ciático (que envolve nádega, coxa, perna e calcanhar), podendo irradiar para outros lugares, como ombro, braço e costela, por exemplo;
  • Dificuldade para mexer o pescoço;
  • Sensação de formigamento e/ ou perda de força no braço, pernas ou pés;
  • Alteração no funcionamento da bexiga ou do intestino.

A dor de uma hérnia de disco normalmente piora com os movimentos e pode ser agravada pela tosse, pelo riso e pode piorar quando o indivíduo faz xixi ou evacua, podendo surgir de repente ou ir piorando com o passar do tempo. Veja mais sobre os sintomas de hérnia de disco.

Tipos de hérnia de disco

Tipos de hérnia de disco
Tipos de hérnia de disco

A hérnia de disco pode ser classificada em alguns tipos de acordo com a região da coluna que acontece:

  • Hérnia de disco cervical: afeta a região do pescoço;
  • Hérnia de disco torácica: afeta a região do meio das costas;
  • Hérnia de disco lombar: afeta a região mais baixa das costas.

Além disso, a hérnia de disco também pode ser classificada conforme o formato do disco intervertebral, sendo os principais:

  • Hérnia de disco protusa: é o tipo mais comum, quando o núcleo do disco permanece intacto, mas já há perda da forma oval;
  • Hérnia de disco extrusa: quando o núcleo do disco encontra-se deformado, formando uma 'gota';
  • Hérnia de disco sequestrada: quando o núcleo está muito danificado e pode até mesmo se dividir em duas partes.

É importante que a localização e o tipo da hérnia de disco seja identificado através de exames de imagem, pois assim é possível que o ortopedista indique o tratamento mais adequado para a situação.

Como é feito o diagnóstico

O diagnóstico da hérnia de disco é feito pelo ortopedista inicialmente por meio da observação dos sintomas apresentados pela pessoa e do exame físico. No entanto, é importante que sejam realizados exames de imagem para avaliar o disco, sua espessura, a localização exata da hérnia e que tipo de hérnia a pessoa tem, como principal exame a ressonância magnética.

O exame de raio X não mostra claramente a hérnia mas pode ser suficiente para mostrar o alinhamento da coluna e a integridade ou destruição das vértebras e, por isso, em alguns casos, o médico pode solicitar inicialmente o raio X e com o resultado deste, solicita a ressonância ou tomografia para avaliar a gravidade.

Principais causas

A hérnia de disco é mais comum de acontecer em pessoas que não têm uma boa postura no dia a dia ou que não têm cuidado ao levantar e carregar objetos muito pesados, por exemplo. Além disso, pode acontecer com mais facilidade em pessoas mais velhas, com excesso de peso ou que realizam atividade física de forma inadequada.

Hérnia de disco na gravidez

A mulher que já diagnosticou hérnia de disco antes de engravidar, deve saber que durante a gestação a hérnia de disco pode agravar, causando intensa dor nas costas que pode pressionar as raízes de nervos, como o nervo ciático. Quando o nervo ciático é afetado, a mulher sente dor nas costas, na nádega ou atrás da coxa.

Isso acontece porque durante a gravidez a progesterona leva ao aumento da frouxidão de todos os ligamentos do corpo, e como a coluna vertebral também possui ligamentos, estes ficam mais elásticos e acabam permitindo que a vértebra escorre um pouquinho, o que pode agravar ou originar uma hérnia de disco.

Durante a gravidez, pode-se fazer uso de analgésicos ou medicações recomendadas pelo médico assistente. Veja os principais tratamentos para hérnia de disco na gravidez.

Como é feito o tratamento

O tratamento da hérnia de disco deve ser orientado pelo ortopedista de acordo com os sintomas apresentados, localização e gravidade da hérnia. De forma geral, o tratamento indicado é:

  • Uso de analgésicos e anti-inflamatórios receitados pelo médico;
  • Sessões de fisioterapia com equipamentos, alongamentos e exercícios individualizados;
  • Osteopatia que consiste em estalar a coluna e realinhar todas os ossos e articulações;
  • Exercícios como RPG, hidroterapia ou Pilates orientado por um fisioterapeuta;
  • Cirurgia, nos casos em que o uso de remédios ou fisioterapia não foram suficientes ou quando a hérnia é muito grave.

Durante o tratamento recomenda-se que a pessoa afaste-se das atividades que tenham provocado a hérnia, não faça esforços e não pratique nenhum tipo de atividade física. Confira mais detalhes do tratamento para hérnia de disco.

Confira estas e outras dicas no vídeo seguinte:

Esta informação foi útil?

Atualizado por Flávia Costa - Farmacêutica, em julho de 2022. Revisão médica por Dr. Francisco Couto Valente - Ortopedista, em julho de 2022.
Ortopedista
Médico ortopedista formado pela Faculdade Souza Marques em 2011, com CRM.RJ 52.92679-5 e Membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia.

Tuasaude no Youtube

  • Tudo sobre HÉRNIA DE DISCO

    06:21 | 289221 visualizações