Hérnia de disco: o que é, tipos, sintomas e tratamento

Atualizado em fevereiro 2024

Hérnia de disco é uma condição que afeta os discos entre as vértebras da coluna, que quando são pressionados mudam de forma, o que pode pressionar as raízes dos nervos próximos, causando sintomas como dor nas costas ou pescoço, formigamento ou dormência nos braços ou pernas.

A causa mais comum de hérnia de disco é a desidratação e enfraquecimento dos discos intervertebrais devido ao envelhecimento natural do corpo, mas também pode surgir por lesões ou traumas na coluna, má postura ou esforços repetitivos.

Leia também: Dor nas costas: 13 principais causas e o que fazer tuasaude.com/dor-nas-costas

A hérnia de disco, também chamada de hérnia discal, pode afetar a coluna lombar, cervical ou torácica e o tratamento é feito pelo ortopedista que pode indicar o uso de medicamentos, realização de fisioterapia ou cirurgia, nos casos mais graves.

Imagem ilustrativa número 1

Sintomas de hérnia de disco

Os principais sintomas de hérnia de disco são:

  • Dor no pescoço, que pode irradiar para o ombro, braço ou mãos;
  • Dor no meio da coluna, podendo afetar também as costelas,
  • Dor no fundo das costas ou ao longo do trajeto do nervo ciático afetando as nádegas, coxas, pernas e calcanhar;
  • Dificuldade para mexer o pescoço ou movimentar as pernas;
  • Sensação de formigamento e/ ou perda de força no braço, mãos, pernas ou pés;
  • Alteração no funcionamento da bexiga ou do intestino.

Os sintomas da hernia de disco podem variar de acordo com a vértebra da coluna afetada, e normalmente a dor piora com os movimentos e pode piorar ao tossir, rir e evacuar ou urinar, podendo surgir de repente ou ir piorando com o passar do tempo.

Leia também: 10 sintomas de hérnia de disco (e como confirmar) tuasaude.com/sintomas-de-hernia-de-disco

É importante consultar o ortopedista sempre que surgirem sintomas de hérnia de disco, para realizar exames, confirmar o diagnóstico e o tipo de hérnia, e assim ser indicado o tratamento mais adequado.

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico da hérnia de disco é feito pelo ortopedista inicialmente por meio da avaliação dos sintomas, histórico de saúde e e do exame físico.

Marque uma consulta com um ortopedista na região mais próxima:

Cuidar da sua saúde nunca foi tão fácil!

Marque uma consulta com nossos Ortopedistas e receba o cuidado personalizado que você merece.

Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

Foto de uma doutora e um doutor de braços cruzados esperando você para atender

Além disso, o médico deve solicitar um raio X para verificar o alinhamento da coluna e a integridade ou destruição das vértebras, além de uma ressonância magnética ou tomografia computadorizada para avaliar o disco, sua espessura, a localização exata da hérnia e o tipo de hérnia.

Tipos de hérnia de disco

Imagem ilustrativa número 2
Tipos de hérnia de disco

A hérnia de disco pode ser classificada pela sua localização ou de acordo com a deformidade do disco vertebral.

1. Tipos por localização

A hérnia de disco pode ser classificada em alguns tipos de acordo com a região da coluna que acontece:

  • Hérnia de disco cervical: afeta a região do pescoço;
  • Hérnia de disco torácica: afeta a região do meio das costas;
  • Hérnia de disco lombar: afeta a região mais baixa das costas.

É importante que a localização e o tipo da hérnia de disco seja identificado através de exames de imagem, pois assim é possível que o ortopedista indique o tratamento mais adequado para a situação.

2. Tipos por deformidade do disco

Além disso, a hérnia de disco também pode ser classificada conforme o formato do disco intervertebral, sendo os principais:

  • Hérnia de disco protusa: é o tipo mais comum, quando o núcleo do disco permanece intacto, mas já há perda da forma oval;
  • Hérnia de disco extrusa: quando o núcleo do disco encontra-se deformado, formando uma 'gota';
  • Hérnia de disco sequestrada: quando o núcleo está muito danificado e pode até mesmo se dividir em duas partes.

A hérnia de disco sequestrada é o tipo mais grave de hérnia de disco e que causa sintomas mais intensos.

Possíveis causas

A hérnia de disco é causada pela deformidade do disco intervertebral, que perde sua forma, resultando em compressão dos nervos próximos, levando ao sintomas.

Alguns fatores podem contribuir para o desenvolvimento da hérnia de disco, como:

  • Degeneração, desidratação e enfraquecimento do disco com o envelhecimento do corpo;
  • Má postura;
  • Fatores genéticos;
  • Obesidade ou sobrepeso;
  • Sedentarismo;
  • Hábito de fumar;
  • Traumas ou lesões na coluna.

Outros fatores que também podem aumentar o risco de hérnia de disco são carregar objetos muito pesados ou trabalhar com movimentos repetitivos, como acontece em profissões como dentista, enfermeiro, pintores ou motoristas, por exemplo.

Leia também: Discopatia degenerativa: o que é, sintomas, causas e tratamento tuasaude.com/discopatia-degenerativa

Hérnia de disco na gravidez

A Hérnia de disco que já foi diagnosticada antes de engravidar, pode piorar durante a gravidez, causando intensa dor nas costas que pode pressionar as raízes de nervos, como o nervo ciático.

Quando o nervo ciático é afetado, a mulher pode sentir dor nas costas, na nádega ou atrás da coxa.

Leia também: Dor no nervo ciático: o que é, sintomas e como aliviar tuasaude.com/nervo-ciatico

Isso acontece porque durante a gravidez a progesterona leva ao aumento da frouxidão de todos os ligamentos do corpo, e como a coluna vertebral também possui ligamentos, estes ficam mais elásticos e acabam permitindo que a vértebra escorre um pouquinho, o que pode agravar ou originar uma hérnia de disco.

Durante a gravidez, pode-se fazer uso de analgésicos ou medicações recomendadas pelo obstetra. Veja os principais tratamentos para hérnia de disco na gravidez.

Como é feito o tratamento

O tratamento da hérnia de disco deve ser orientado pelo ortopedista de acordo com os sintomas apresentados, localização e gravidade da hérnia.

De forma geral, o tratamento indicado é:

  • Analgésicos e anti-inflamatórios, como ibuprofeno, naproxeno ou paracetamol;
  • Relaxantes musculares, como ciclobenzaprina;
  • Opioides, como codeína ou tramadol;
  • Remédios para dor neuropática, como gabapentina, pregabalina ou amitriptilina;
  • Corticoides, na forma de injeções diretamente na coluna, feita pelo ortopedista;
  • Fisioterapia, com equipamentos, alongamentos e exercícios individualizados;
  • Exercícios, como RPG, hidroterapia ou Pilates orientado por um fisioterapeuta;
  • Cirurgia, nos casos em que o uso de remédios ou fisioterapia não foram suficientes ou quando a hérnia é muito grave.

Durante o tratamento recomenda-se que a pessoa afaste-se das atividades que tenham provocado a hérnia, não faça esforços e não pratique nenhum tipo de atividade física. Confira mais detalhes do tratamento para hérnia de disco.

Confira estas e outras dicas no vídeo seguinte:

Vídeos relacionados