Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como é o tratamento da Hérnia de disco Lombar

A hérnia de disco ocorre quando o disco que se encontra entre as vértebras da coluna é pressionado e muda de forma, o que prejudica sua função de amortecer impactos e ainda pode pressionar as raízes nervosas causando dor em outras áreas do corpo. No caso de uma hérnia de disco lombar, a região do corpo afetado é a parte final das costas, sendo os espaços mais afetados, L4 e L5 ou L5 e S1.

 Uma hérnia de disco pode ser classificada como sendo extrusa, protrusa ou sequestrada como indicam as imagens a seguir: 

Tipos de hérnia de discoTipos de hérnia de disco

A hérnia de disco nem sempre volta ao seu estado normal, principalmente quando se trata de situações mais graves como hérnia de disco protusa ou sequestrada, e neste caso se o tratamento conservador, feito com sessões de fisioterapia durante cerca de 2 meses não for suficiente para alívio da dor, o médico pode indicar a realização de uma cirurgia que consiste em remover o disco defeituoso e 'colar' as duas vértebras, por exemplo.

No entanto, o tipo de hérnia mais comum, que é a protrusa alcança melhora de todos os sintomas com a fisioterapia e com a manutenção através da realização de exercícios de fortalecimento muscular como Hidroterapia ou Pilates Clínico, por exemplo. 

Sintomas de hérnia de disco lombar

A hérnia disco lombar podem ter como sintomas:

  • Dor nas costas no final da coluna, que pode irradiar para o glúteo ou pernas;
  • Pode haver dificuldade para movimentar-se;
  • Pode haver dormência, queimação ou formigamento nas costas, nádegas ou pernas.

A dor pode ser constante ou piorar ao realizar movimentos. 

O diagnóstico da hérnia de disco lombar pode ser feito com base nos sintomas apresentados e em exames como ressonância magnética ou tomografia computadorizada, solicitados pelo médico ortopedista ou neurocirurgião especialista em coluna.

As causas da hérnia de disco lombar podem estar relacionadas com alterações estruturais da coluna ou devido a acidentes, má postura ou levantamento de peso, por exemplo. O mais comum é o surgimento em pessoas entre 37 a 55 anos de idade, principalmente em pessoas que tem a musculatura abdominal muito fraca e está com excesso de peso.

Tratamentos para hérnia de disco lombar

O tratamento para hérnia de disco lombar pode ser feito com o uso de antiinflamatórios como Ibuprofeno ou Naproxeno, indicados pelo clínico geral ou ortopedista, se não for suficiente, podem ser indicadas as injeções de corticoides a cada 6 meses.

Mas além disso, o tratamento também deve incluir sessões de fisioterapia, e nos casos mais graves, uma cirurgia. O tempo de tratamento varia de pessoa para pessoa, de acordo com os sintomas que ela apresenta e da sua rotina diária. Algumas opções de tratamentos são:

  • Fisioterapia

A fisioterapia ajuda a aliviar os sintomas causados pela doença e a recuperar os movimentos. Ela pode ser realizada diariamente, ou no mínimo 3 vezes por semana, no caso de dor aguda.

Podem ser utilizados aparelhos para controlar a dor e a inflamação e exercícios para fortalecer os músculos das costas e da região abdominal, indicados pelo fisioterapeuta. Além disso, pode-se recorrer à osteopatia, 1 vez por semana, com um fisioterapeuta especializado ou osteopata. 

Dependendo do estado de saúde do paciente pode-se realizar alguns exercícios de Pilates e de reeducação postural global - RPG, sob supervisão, mas os exercícios de musculação são contraindicados, na maior parte dos casos, pelo menos, durante a dor aguda. Os exercícios de musculação geralmente só podem ser realizados quando não há nenhum sintoma, mas sob orientação médica e com supervisão do professor da academia.

Veja no vídeo a seguir alguns exercícios indicados para hérnia discal lombar:

  • ​Cirurgia 

A cirurgia para hérnia de disco lombar pode ser feita com diversas técnicas como uso de laser ou através da abertura da coluna, para unir duas vértebras, por exemplo. A cirurgia é delicada e é indicada quando as outras formas de tratamento não foram suficientes, sendo sempre a última opção. Até mesmo porque mesmo depois da cirurgia é comum a pessoa precisar fazer fisioterapia.

Os riscos da cirurgia incluem a piora dos sintomas devido as cicatrizes que se formam comprimindo o nervo ciático, e por isso esta não é a primeira opção de tratamento. A recuperação, durante o pós-operatório, da cirurgia é demorada e o indivíduo deverá permanecer de repouso nos primeiros dias, evitando fazer esforços. A fisioterapia para hérnia de disco lombar geralmente começa após 15 a 20 dias da cirurgia e pode durar meses. Saiba mais detalhes da cirurgia para hérnia de disco.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...