Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que pode ser a falta de apetite e quando ir ao médico

A falta de apetite normalmente não representa nenhum problema de saúde, até porque as necessidades nutricionais variam de pessoa para pessoa, assim como seus hábitos alimentares e estilo de vida, que influenciam diretamente no apetite.

No entanto, quando a falta de apetite é acompanhada por outros sintomas, como por exemplo perda de peso rápido, diarreias e febre, por exemplo, é importante ir ao médico para que sejam feitos exames com o objetivo de identificar a causa da perda do apetite e, assim, ser iniciado o melhor tratamento, evitando também possíveis complicações, como a desnutrição, por exemplo. Conheça as consequências da desnutrição para saúde.

O que pode ser a falta de apetite e quando ir ao médico

O que pode ser

A falta de apetite pode ter causas diversas, sendo as principais:

1. Problemas emocionais ou psiquiátricos

A depressão e a ansiedade, por exemplo, podem diminuir o apetite da pessoa, podendo até mesmo resultar em perda de peso. Além desses problemas psicológicos, a anorexia pode ser considerada umas das principais causas de perda de apetite, isso porque a pessoa se sente gorda, tem baixa auto-estima e tem medo de comer, o que faz com que seu apetite diminua e ocorra perda de peso. Saiba mais sobre a anorexia.

O que fazer: Nesses casos, a melhor opção é buscar ajuda de um psicólogo ou psiquiatra para que a depressão, ansiedade ou anorexia sejam tratados e, assim, a pessoa consiga sentir mais vontade de comer, por exemplo. Além da orientação psicológica, é importante ter acompanhamento de um nutricionista para que seja indicada uma dieta de acordo com o estado geral da pessoa e que seja capaz de estimular o apetite.

2. Infecções

Boa parte das infecções, seja bacteriana, viral ou parasitária, apresentam sintomas gastrointestinais, sendo um deles a falta de apetite. Conheça alguns sintomas de infecção por parasitas.

O que fazer: Quando houver sintomas relacionados a doenças infecciosas, é importante ir ao infectologista ou clínico geral para que sejam feitos exames, identificando a causa da infecção, para que seja iniciado o tratamento mais adequado para o caso.

3. Doenças crônicas

Doenças crônicas como diabetes, insuficiência cardíaca, doença pulmonar obstrutiva crônica, distúrbios neurológicos e câncer, por exemplo, podem apresentar como sintoma a perda de apetite. No caso do câncer, por exemplo, além da falta de apetite, há perda de peso rápida e sem causa aparente e alterações na urina, por exemplo. Conheça os principais sintomas de câncer.

O que fazer: É importante buscar orientação do clínico geral caso haja suspeita de qualquer doença crônica. Assim, é possível identificar a causa da perda do apetite e iniciar o tratamento adequado, evitando complicações e re-estabelecendo a vontade de comer.

4. Uso de medicamentos

Alguns medicamentos possuem como efeito colateral a diminuição do apetite, o que não é muito grave, a não ser que surjam outros sintomas que possam interferir na qualidade de vida da pessoa.

O que fazer: Caso a perda do apetite relacionada ao uso de medicamentos interfira nas atividades diárias da pessoa, é importante que seja comunicado ao médico para que ele possa verificar a possibilidade de substituição do medicamento por outro que não tenha esse efeito.

5. Uso de drogas lícitas e ilícitas

O consumo de bebidas alcoólicas, cigarro e outras drogas também podem interferir no apetite, além de causar outras várias complicações para a saúde.

O que fazer: A melhor solução para esses casos é evitar o consumo de bebidas alcoólicas e cigarro, por exemplo, pois além de regularizar o apetite, evita doenças, como esteatose hepática e câncer de pulmão, por exemplo. Além disso, é importante manter hábitos saudáveis, praticando atividades físicas regulares e mantendo uma alimentação equilibrada.

Quando ir ao médico

É importante consultar um clínico geral quando além da falta de apetite surgem outros sintomas, principalmente a perda de peso rápida, pois pode levar a um quadro de desnutrição grave. Além da perda de peso, é importante observar se houve aumento dos batimentos cardíacos, cansaço extremo, febre, irritabilidade e alterações hormonais, por exemplo.

O médico normalmente indica a realização de alguns exames para que seja identificada a causa da falta de apetite e iniciado o tratamento. Uma das formas de estimular o apetite é por meio da prática de exercícios e o consumo de pequenas quantidades de alimentos a cada duas horas.

Além disso, é de extrema importância que a pessoa busque orientação de um nutricionista para que sejam fornecidos os nutrientes necessários para o bom funcionamento do organismo. Dependendo do nível de perda de nutrientes, o nutricionista pode indicar o uso de suplementos alimentares e o consumo de alimentos ricos em vitaminas do complexo B, como feijão, castanhas e verduras verdes, por exemplo. Veja onde encontrar cada tipo de vitamina B.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar