Verminoses: o que são, sintomas, causas, transmissão e tratamento

Revisão clínica: Marcela Lemos
Biomédica
janeiro 2022

As verminoses correspondem a um grupo de doenças causadas por parasitas, popularmente conhecidos como vermes, que podem ser transmitidas por meio do consumo de água e alimentos contaminados ou pelo fato de se andar descalço, por exemplo e, por isso, para evitá-las é importante lavar sempre as mãos antes de comer e após usar o banheiro, além de beber água filtrada e evitar andar descalço, evitando não só as verminoses mas também outras doenças que podem ser causadas por fungos e bactérias.

As verminoses mais frequentes, como giardíase, enterobiose e ascaridíase, por exemplo, podem acontecer tanto em adultos quanto em crianças e levam ao aparecimento principalmente de sintomas intestinais, como dor abdominal constante, sensação de barriga inchada e alteração do apetite.

Sintomas de verminoses

Os sintomas de verminoses normalmente envolvem o sistema gastrointestinal, já que costumam ser adquiridas após o consumo de água ou alimentos contaminados com ovos ou cistos dos parasitas. Os sintomas podem variar de acordo com o agente infeccioso, no entanto, de forma geral, os principais sintomas são:

  • Dor e desconforto abdominal;
  • Náuseas e vômitos;
  • Diarreia ou prisão de ventre;
  • Perda de peso e/ou de apetite;
  • Palidez;
  • Fraqueza e cansaço excessivo;
  • Fezes muito escuras, brancas ou amareladas;
  • Coceira no ânus, em alguns casos.

Nos casos das verminoses em que a infecção acontece por meio da entrada do parasita na pele através de um pequeno ferimento, é possível também notar vermelhidão no local, coceira e aumento da temperatura na região. Saiba reconhecer os sintomas de vermes.

Na presença de sinais e sintomas de verminoses, é importante que o gastroenterologista ou clínico geral seja consultado para que seja feita uma avaliação dos sintomas e possa ser indicada a realização do exame parasitológico de fezes para identificar o verme responsável pelos sintomas e, assim, ser possível iniciar o tratamento mais adequado.

Teste de sintomas

Para saber o risco de verminose, selecione no teste a seguir os sintomas apresentados:

  1. 1.Dor abdominal constante
  2. 2.Barriga inchada ou excesso de gases
  3. 3.Cansaço frequente sem razão aparente
  4. 4.Coceira no ânus
  5. 5.Períodos de diarreia, intercalados com prisão de ventre
  6. 6.Presença de pequenos pontos brancos nas fezes
  7. 7.Perda de peso sem razão aparente
  8. 8.Alterações do apetite, com muita ou pouca fome
  9. 9.Fezes muito escuras

Causas de verminoses

As verminoses são doenças causadas por parasitas, sendo os principais:

  • Ancylostoma duodenale ou Necator americanus, que são os parasitas responsáveis pela ancilostomíase, popularmente conhecida por amarelão;
  • Ascaris lumbricoides, popularmente conhecido como lombriga, que é parasita responsável pela ascaridíase;
  • Taenia sp., também conhecida como solitária, é parasita responsável pela teníase;
  • Schistosoma mansoni, que é o agente infeccioso responsável pela esquistossomose;
  • Enterobius vermiculares, que é responsável pela oxiuríase, também chamada de enterobiose;
  • Trichuris trichiura, que causa a tricuríase;
  • Toxoplasma gondii, que é o agente responsável pela toxoplasmose;
  • Giardia lamblia, que causa a giardíase.

É importante que o agente responsável pela verminose seja identificado, pois assim é possível que o tratamento mais adequado seja indicado pelo médico. Para isso, de acordo com os sintomas apresentados, o médico pode indicar a realização de exames de sangue, como o hemograma e a dosagem da proteína C reativa, e/ ou exame de fezes, principalmente o exame parasitológico de fezes, que tem como objetivo identificar a presença de parasitas. Entenda como é feito o exame parasitológico de fezes.

Como acontece a transmissão

A forma de transmissão da verminose pode variar de acordo com o agente infeccioso, sendo mais frequente de acontecer através do consumo de água e alimentos contaminados. No entanto, algumas verminoses podem acontecer através da entrada do parasita no corpo por meio de uma pequena ferida.

Tratamento para verminoses

O tratamento para verminoses é feito de acordo com a intensidade dos sintomas apresentados pela pessoa e com o agente infeccioso responsável pela verminose, sendo normalmente indicado pelo médico o uso de antiparasitários, que podem ser de dose única ou serem indicados por um período de 5 dias.

Assim, de acordo com o verme, pode ser recomendado pelo médico o uso de Albendazol, Mebendazol, Praziquantel, Metronidazol, Nitazoxanida, Piperazina. Conheça mais sobre os remédios indicados para vermes.

Como prevenir

Dependendo do parasita responsável pela verminose, a transmissão pode acontecer de diversas formas, podendo ser por meio da entrada do parasita através de pequenas feridas presentes na pele, como é o caso da ancilostomíase, ou por meio do consumo de alimentos e água contaminados, como o que acontece no caso da giardíase e da ascaridíase.

Dessa forma, é importante adotar medidas que evitem todas as formas de transmissão, impedindo, assim, o desenvolvimentos. Para isso, algumas recomendações são:

  1. Lavar as mãos após usar o banheiro e mantê-lo em condições adequadas de higiene, já que os ovos dos parasitas normalmente são encontrados nas fezes;
  2. Evitar andar descalço, pois alguns parasitas, como o ancilostomídeo, por exemplo, que causa o amarelão, entra no organismo por meio da pele;
  3. Cortar e manter limpas as unhas, para evitar o acúmulo de sujeira e possíveis ovos de parasitas, sendo essa recomendação muito importante no caso de oxiúrus;
  4. Beber água filtrada, fervida ou desinfectada com Hipoclorito de Sódio, para eliminar possíveis contaminante;
  5. Lavar e cozinhar bem os alimentos, já que podem estar contaminados;
  6. Lavar as mãos antes das refeições, para eliminar qualquer microrganismo capaz de causar doença;
  7. Lavar os utensílios domésticos com água potável, pois essa água é tratada e livre de contaminantes.

Qualquer medida profilática e de tratamento para vermes deve ser repetida por todos os membros da família. Além disso é importante verificar as condições sanitárias do local habitado, pois condições sanitárias precárias podem aumentar as chances de se ter verminoses.

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Marcela Lemos - Biomédica, em janeiro de 2022.
Revisão clínica:
Marcela Lemos
Biomédica
Mestre em Microbiologia Aplicada, com habilitação em Análises Clínicas e formada pela UFPE em 2017 com registro profissional no CRBM/ PE 08598.