Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Veja quais são e como lidar com os efeitos colaterais da quimioterapia

Os efeitos colaterais da quimioterapia mais frequentes, como náuseas e queda de cabelo, surgem devido à destruição de células saudáveis que são afetadas durante o tratamento com os remédios que combatem o câncer, parando ou diminuindo o desenvolvimento das células malignas que formam o tumor.

Em alguns casos, é necessário manter o tratamento em casa, tomando comprimidos que ajudam a diminuir o tumor e evitam que as células malignas afetem outros outros órgãos, sendo o tratamento feito por fases de tratamento intenso e de meses de descanso para o organismo recuperar.

Além disso, na maioria dos casos os efeitos colaterais da quimioterapia desaparecem quando o tratamento termina e se não realizar o tratamento corretamente, segundo a indicação do oncologista, a chance de agravar o câncer é maior.

Principais efeitos colaterais da quimioterapia

Alguns efeitos colaterais comuns da quimioterapia incluem:

  • Queda de cabelo e de outros pelos do corpo, como pestanas e sobrancelhas;
  • Enjoos e vômitos;
  • Tonturas e fraqueza;
  • Prisão de ventre ou diarreia e excesso de gases;
  • Falta de apetite;
  • Feridas na boca;
  • Alterações na menstruação;
  • Unhas quebradiças e escuras;
  • Manchas na pele;
  • Sangramento;
  • Infecções recorrentes;
  • Pele branca e inchada;
  • Diminuição do desejo sexual;
  • Ansiedade e alterações de humor, como tristeza, melancolia e irritabilidade.

Além destes, o paciente também pode sofrer efeitos colaterais da quimioterapia a longo prazo, como infertilidade, problemas no fígado ou enfraquecimento do sistema imune, por exemplo e, os efeitos colaterais da quimioterapia não são manifestados da mesma forma em todos os pacientes.

Como é feita a quimioterapia

Geralmente, no inicio do tratamento, a quimioterapia é realizada no hospital através de remédios que são introduzidos na veia por um cateter na mão ou no peito ou pode ser aplicado diretamente em um órgão, podendo exigir internamento do paciente no hospital do câncer.

Quimioterapia por catetar na mãoQuimioterapia por catetar na mão
Quimioterapia por cateter no peitoQuimioterapia por cateter no peito

O tratamento de quimioterapia pode ser feito com a administração de apenas um medicamento ou combinados com outros tratamentos, como radioterapia ou cirurgia, tendo uma fase de tratamentos intensos e outra de descanso, que pode demorar algumas semanas ou meses. Veja alguns remédios que são administrados em: Remédios para Câncer.

Além disso, pode-se manter o tratamento em casa, podendo tomar comprimidos ou permanecer com cateter em casa, trazendo do hospital um frasco que vai sendo libertados lentamente os remédios ao longo de vários dias até indicação do médico.

Como diminuir os efeitos colaterais da quimioterapia

Algumas dicas que podem ajudar a diminuir os efeitos colaterais da quimioterapia incluem:

1. Fazer uma alimentação rica em alimentos orgânicos

O paciente que está fazendo quimioterapia deve comer diariamente alimentos como fruta, legumes, carne, peixe, ovos, sementes e cereais integrais, dando preferência aos alimentos orgânicos, pois não possuem químicos e diminuem o risco de infecção do individuo e ajudam na regeneração da pele e o cabelo.

Além disso, é necessário evitar refeições ricas em gordura e açúcar imediatamente antes ou depois do tratamento, pois é frequente surgir náuseas e vômitos após o tratamento e, para diminuir esses sintomas o médico pode indicar o uso de remédios, como Metoclopramida. Veja outras dicas sobre a alimentação em: O que comer para diminuir os efeitos colaterais da quimioterapia.

2. Descansar ao longo do dia

Quando se está fazendo quimioterapia é normal sentir muito cansaço e, por isso, é necessário dormir bem e tentar descansar várias vezes ao dia, para recuperar a energia.

Também se deve evitar fazer exercício físico em excesso e ter ajuda de familiares e amigos para fazer as tarefas de casa, como lavar a roupa e cozinhar.

3. Manter uma boa higiene oral

Frequentemente surgem lesões na boca durante o tratamento com quimioterapia e, para evitar infecções, feridas e hemorragias, deve-se usar uma escova macia e evitar comer alimentos duros, quentes, ácidos e muito condimentados.

Além disso, a boca pode ficar inflamada e ocorrer diminuição do paladar e do cheiro, sendo que a higiene oral ajuda a diminuir o desconforto oral.

4. Usar lenço ou peruca

Devido à queda de cabelo, o paciente pode optar por usar um chapéu, lenço ou peruca o que ajuda a ultrapassar o incomodo de ficar careca. No entanto, esta decisão depende da vontade de cada individuo e, normalmente o cabelo começa a crescer no final do tratamento. Saiba como pode fazer o cabelo crescer mais rápido em: Como fazer o cabelo crescer mais rápido depois da quimioterapia.

5. Manter a pele hidratada

A quimioterapia pode causar alterações na pele, provocando pele seca, vermelhidão, coceira, descamação e manchas, por exemplo. Assim, é importante usar um creme hidratante todos os dias e evitar a exposição ao sol para não agravar o problema.

Além disso, para evitar lesões na pele, que se encontra mais frágil, deve-se evitar fazer a depilação ou a barba, por exemplo, pois o risco de se machucar é maior.

6. Evitar o uso de remédios sem indicação do médico

Quando o paciente deseja tomar um medicamento que não é indicado pelo médico, como Paracetamol para aliviar a dor de cabeça, é importante que contacte o médico antes de usar, pois pode diminuir o efeito da quimioterapia e agravar o câncer. Além disso, também deve alertar o médico sobre o uso de produtos naturais.

Muitas vezes o tratamento de quimioterapia é feito juntamente com a radioterapia, por isso entenda o que é e veja quais os efeitos colaterais da Radioterapia.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...