Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

16 dúvidas comuns sobre a vacina da COVID-19

A vacinação contra a COVID-19 é um tema bastante polêmico, especialmente porque as vacinas foram desenvolvidas em tempo recorde para tentar combater a pandemia mundial causada pelo novo coronavírus.

Por esse motivo, muitas dúvidas e mitos têm surgido sobre a vacina, especialmente relacionados com a sua segurança e eficácia. A seguir apresentamos uma lista das dúvidas mais frequentes, explicadas e esclarecidas com base em evidência científica.

16 dúvidas comuns sobre a vacina da COVID-19

1. A vacina é segura?

A vacina da COVID-19 foi sujeita a vários testes para garantir a sua eficácia, segurança e qualidade. Dessa forma, é considerada uma vacina completamente segura.

2. A vacina é obrigatória?

A vacina contra o novo coronavírus é fornecida gratuitamente e é voluntária, ou seja, só deve ser feita por quem desejar fazer a vacinação, não sendo obrigatória. Ainda assim, as autoridades de saúde recomendam a vacinação, como meio de proteção individual e para ajudar no controle da pandemia.

3. Quem pode tomar a vacina?

A vacina contra a COVID-19 está indicada para todas as pessoas, no entanto, é aconselhado consultar o médico em algumas situações específicas, como ter histórico anterior de alergias, principalmente a algum tipo de vacinação, ou ter enfraquecimento do sistema imune, como acontece em pacientes com câncer ou a fazer tratamentos que dificultem o funcionamento do sistema imunológico.

Uma vez que o acesso à vacinação é limitado, cada país implementou um plano de vacinação que divide a população em grupos de prioridade, de forma a providenciar as primeiras vacinas para as pessoas com maior risco de uma infecção grave. No caso do Brasil, o processo de vacinação acontece em 3 fases distintas:

  • 1ª fase: trabalhadores da área da saúde, pessoas com mais de 75 anos, população indígena e pessoas com mais de 60 anos que vivam em instituições;
  • 2ª fase: pessoas acima dos 60 anos;
  • 3ª fase: pessoas com outras doenças que aumentem o risco de infecção grave por COVID-19, como diabetes, hipertensão, doença renal, entre outras.

Para saber qual o seu risco de ter uma infecção grave por COVID-19, por favor responda a este formulário:

Imagem ilustrativa da questão
Sexo:
  • Masculino
  • Feminino
Imagem ilustrativa da questão
Idade:
Imagem ilustrativa da questão
Peso:
Imagem ilustrativa da questão
Altura:
Em metros.
Imagem ilustrativa da questão
Tem alguma doença crônica?
  • Não
  • Diabetes
  • Hipertensão
  • Câncer
  • Doença cardíaca
  • Outra
Imagem ilustrativa da questão
Tem alguma doença que afete o sistema imunológico?
  • Não
  • Lúpus
  • Esclerose múltipla
  • Anemia Falciforme
  • HIV/AIDS
  • Outra
Imagem ilustrativa da questão
Tem síndrome de Down?
  • Sim
  • Não
É fumante?
  • Sim
  • Não
Imagem ilustrativa da questão
Fez algum transplante?
  • Sim
  • Não
Imagem ilustrativa da questão
Usa remédios controlados?
  • Não
  • Corticoides, como Prednisolona
  • Imunossupressores, como Ciclosporina
  • Outro
Anterior Próxima

4. Quanto tempo a vacina demora para fazer efeito?

A vacina contra a COVID-19 demora algumas semanas para apresentar o efeito esperado, uma vez que o corpo precisa de tempo para produzir os anti-corpos que irão assegurar a imunidade contra o vírus. Dessa forma, pessoas que tenham contraído o vírus nas semanas anteriores à vacinação, ou logo após receber a vacina, podem desenvolver sintomas, já que o corpo ainda não possui os anticorpos necessários.

É também importante lembrar que, no caso das vacinas que precisam ser realizadas em 2 doses diferentes, a maior taxa de proteção apenas acontece 2 a 3 semanas após a 2ª dose.

5. Quanto tempo dura a imunidade conferida pela vacina?

Ainda não se conhece a duração da imunidade conferida pela vacina, no entanto, os primeiros estudos sugerem que a proteção se mantenha por, pelo menos, 4 meses, diminuindo gradualmente depois desse período. Ainda assim, serão necessários mais estudos.

6. Posso ficar doente por tomar a vacina?

Nenhuma das vacinas aprovadas contra a COVID-19 contém o vírus vivo na sua composição. Por esse motivo, a vacina não é capaz de causar uma infecção por COVID-19. Veja como funcionam as principais vacinas contra a COVID-19.

7. A vacina altera o DNA?

A vacina da COVID-19 não causa alterações no DNA. Embora algumas vacinas contenham pedaços do mRNA do vírus, esses pedaços não alteram em nada o DNA das células humanas, estimulando apenas o sistema imune para produzir anticorpos capazes de combater o vírus.

8. Quem já teve COVID-19, precisa ser vacinado?

A vacinação contra a COVID-19 está indicada mesmo para quem já esteve infectado, uma vez que os estudos apontam que é possível voltar a desenvolver a infecção.

Pessoas com uma infecção ativa não devem fazer a vacinação, sendo orientadas a tomar a vacina mais de 30 dias após o diagnóstico inicial, e caso façam parte do grupo que está sendo vacinado, de acordo com o plano de vacinação.

9. É preciso repetir a vacinação periodicamente?

Não se conhece por quanto tempo a vacina da COVID-19 confere imunidade, por isso não é possível afirmar se a vacinação precisará ser feita de forma periódica. No entanto, caso se verifique que a proteção é pouco duradoura, é possível que seja necessário realizar a vacinação periódica, principalmente dos grupos de maior risco.

16 dúvidas comuns sobre a vacina da COVID-19

10. Tomar mais que um tipo da vacina aumenta a imunidade?

Ainda não existem estudos que avaliem a imunidade após a administração de dois tipos de vacina contra a COVID-19, por esse motivo, a indicação das autoridades de saúde é que a vacinação seja feita apenas com 1 tipo, na primeira e segunda dose.

11. É possível transmitir o vírus depois de ser vacinado?

A vacina apenas protege contra o desenvolvimento da infecção, o que significa que uma pessoa vacinada, embora tenha pouco risco de desenvolver sintomas, ainda pode transmitir o vírus para outras pessoas, especialmente se não estiverem vacinadas.

12. Deve-se continuar a usar máscara depois da vacinação?

Uma vez que a vacinação não evita completamente a transmissão do vírus, é recomendado que, depois da vacinação, se mantenha as medidas de proteção individual, como uso de máscara, lavagem frequente das mãos e distanciamento social. Estas medidas devem ser mantidas até que uma grande percentagem da população esteja vacinada ou até que a velocidade de propagação do vírus seja muito baixa.

Confira todas as medidas para se proteger e proteger as outras pessoas da COVID-19.

13. Quais as reações adversas que podem surgir?

Assim como qualquer outro tipo de vacina, a vacina da COVID-19 também pode provocar o aparecimento de alguns efeitos secundários, principalmente dor no local da injeção, cansaço, febre e dor de cabeça. Porém, estes sintomas geralmente são leves e tendem a desaparecer em poucos dias. Veja quais as reações adversas mais comuns das vacinas e o que fazer para tratar cada uma.

16 dúvidas comuns sobre a vacina da COVID-19

14. É verdade que a vacina pode causar infertilidade?

Não existe qualquer evidência cientifica que indique que a vacina contra o novo coronavírus possa causar infertilidade.

15. Quem não deve fazer a vacinação da COVID-19?

Não existe nenhuma contraindicação definitiva contra a vacinação da COVID-19. No entanto, mulheres grávidas, crianças ou adolescentes com menos de 16 anos e pessoas com algum tipo de doença grave que possa afetar o sistema imune, como câncer, devem sempre discutir a possibilidade de vacinação com um médico.

16. Grávidas podem tomar a vacina?

Não existem estudos realizados com mulheres grávidas que possam assegurar a segurança da vacina contra a COVID-19. Por esse motivo, é muito importante que a questão da vacinação seja discutida com o médico obstetra que acompanha a gravidez, de forma a entender quais os potenciais riscos e benefícios.

Teste os seus conhecimentos

Agora que esclareceu algumas das dúvidas mais comuns sobre a vacinação da COVID-19, faça o nosso teste online para descobrir o que sabe sobre a vacinação:

Vacina COVID-19: teste seus conhecimentos!

Começar o teste
Imagem ilustrativa do questionário
Imagem ilustrativa da questão
A vacina foi desenvolvida muito rápido, por isso não pode ser segura.
  • Verdadeiro. A vacina foi desenvolvida muito rápido e ainda não se conhecem todos os efeitos colaterais.
  • Falso. A vacina foi desenvolvida rapidamente mas foi sujeita a vários testes rigorosos, que garantem a sua segurança.
Imagem ilustrativa da questão
A vacina tem elevado risco de causar complicações graves, como autismo ou infertilidade.
  • Verdadeiro. Existem vários relatos de pessoas que desenvolveram complicações graves após tomar a vacina.
  • Falso. Na maior parte dos casos, a vacina causa apenas efeitos colaterais leves, como dor no local da injeção, febre, cansaço e dor muscular, que desaparecem em poucos dias.
Imagem ilustrativa da questão
Quem já teve COVID-19 também precisa tomar a vacina.
  • Verdadeiro. A vacinação contra a COVID-19 deve ser feita por todas as pessoas, mesmo por quem já teve a infecção.
  • Falso. Quem já teve COVID-19 está imune contra o vírus e não precisa tomar a vacina.
Imagem ilustrativa da questão
A vacina anual da gripe comum não protege contra a COVID-19.
  • Verdadeiro. A vacina anual da gripe apenas protege contra o vírus do tipo Influenza.
  • Falso. A vacina da gripe protege contra vários tipos de vírus, incluindo o novo coronavírus.
Imagem ilustrativa da questão
Quem toma a vacina não precisa mais ter outros cuidados, como lavar as mãos ou usar máscara.
  • Verdadeiro. A partir do momento em que se faz a vacinação não existe qualquer risco de pegar a doença, nem de a transmitir, não sendo necessário qualquer cuidado adicional.
  • Falso. A proteção conferida pela vacina demora alguns dias para surgir após a última dose. Além disso, manter os cuidados ajuda a evitar transmitir o vírus para outras pessoas que ainda não foram vacinadas.
Imagem ilustrativa da questão
A vacina da COVID-19 pode causar a infecção depois que é administrada.
  • Verdadeiro. Algumas vacinas contra a COVID-19 contêm pequenos fragmentos do vírus que podem acabar provocando a infecção, especialmente em pessoas com o sistema imune enfraquecido.
  • Falso. Mesmo as vacinas que utilizam fragmentos do vírus, usam uma forma inativada que não é capaz de provocar qualquer tipo de infecção no corpo.
Anterior Próxima

Esta informação foi útil?

Sua opinião é importante! Escreva aqui como podemos melhorar o nosso texto:

Ficou alguma dúvida? Clique aqui para ser respondido.
Verifique o email de confirmação que lhe enviamos.

Bibliografia

  • CDC. Myths and Facts about COVID-19 Vaccines. Disponível em: <https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/vaccines/facts.html>. Acesso em 17 Fev 2021
  • CDC. Frequently Asked Questions about COVID-19 Vaccination. Disponível em: <https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/vaccines/faq.html>. Acesso em 17 Fev 2021
  • THE NEW ENGLAND JOURNAL OF MEDICINE. Covid-19 Vaccine — Frequently Asked Questions. Disponível em: <https://www.nejm.org/covid-vaccine/faq>. Acesso em 17 Fev 2021
  • DGS. Vacinação | Perguntas Frequentes. Disponível em: <https://covid19.min-saude.pt/perguntas-frequentes/>. Acesso em 17 Fev 2021
  • GOVERNO DE SANTA CATARINA. Perguntas e respostas: tire suas dúvidas sobre a vacinação contra a Covid-19 em SC. Disponível em: <https://www.sc.gov.br/noticias/temas/coronavirus/perguntas-e-repostas-tire-suas-duvidas-sobre-a-vacinacao-contra-a-covid-19-em-sc#6>. Acesso em 17 Fev 2021
  • LOMA LINDA UNIVERSITY. Does the COVID-19 vaccination cause infertility?. Disponível em: <https://news.llu.edu/health-wellness/does-covid-19-vaccination-cause-infertility>. Acesso em 17 Fev 2021
  • Referente a: "Risco de infecção grave por COVID-19":

  • CDC. People with Certain Medical Conditions. Link: https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/need-extra-precautions/people-with-medical-conditions.html. Acesso em 19 Jan 2021
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem