Prevenção da COVID-19: como se proteger do coronavírus

Revisão médica: Drª Sylvia Hinrichsen
Infectologista
fevereiro 2022
  1. Cuidados gerais
  2. No trabalho
  3. Em Locais públicos

O vírus responsável pela COVID-19, o SARS-CoV-2, pode ser facilmente transmitido por tosse e espirros, através das gotículas de saliva e das secreções respiratórias que ficam suspensas no ar. Assim, a melhor forma de prevenir o contágio é através da utilização de máscaras de proteção individual e lavagem frequente das mãos, além de ser também importante manter o distanciamento social e evitar ambientes com muitas pessoas.

Os sintomas da COVID-19 são parecidos com os de uma gripe comum, podendo levar ao surgimento de tosse, febre, falta de ar e dor de cabeça. No entanto, em alguns casos, é possível que exista comprometimento grave dos pulmões, o que pode causar sintomas mais sérios como dificuldade para respirar, dor no peito e confusão mental, por exemplo. Confira quais os principais sintomas da COVID-19 e faça nosso teste online para saber qual o seu risco.

Cuidados gerais para se proteger do vírus

Para se proteger da infecção pelo SARS-CoV-2, é recomendado que seja utilizada máscara de proteção individual do tipo N95, N100, FFP2 ou FFP3, de preferência. As máscaras de tecido com dupla camada e as máscaras cirúrgicas também ajudam a prevenir a infecção. Independentemente do tipo de máscara, é importante que sejam trocadas com alguma frequência e devidamente higienizadas, no caso das máscaras de tecido, e descartadas.

Além do uso de máscaras, outros cuidados gerais que ajudam a proteger do vírus responsável pela COVID-19 são:

  1. Lavar frequentemente as mãos com água e sabão por, pelo menos, 20 segundos, especialmente depois de estar em contato com alguém que possa estar doente;
  2. Evitar frequentar locais públicos, fechados e com muita gente, como shoppings ou academias, preferindo ficar em casa o máximo de tempo possível;
  3. Cobrir a boca e nariz sempre que precisar tossir ou espirrar, utilizando um lenço descartável ou a roupa;
  4. Evitar tocar os olhos, nariz e boca;
  5. Evitar compartilhar objetos pessoais que possam estar em contato com gotículas de saliva ou secreções respiratórias, como talheres, copos e escovas de dentes;
  6. Manter os ambientes fechados bem arejados, abrindo a janela para permitir a circulação de ar.

Quando não é possível evitar frequentar locais públicos fechados e com muitas pessoas é fundamental utilizar a máscara de proteção e reforçar a lavagem e a desinfecção das mãos com álcool-gel.

No caso dos alimentos, uma vez que a transmissão fecal-oral ainda não é comprovada, nem descartada, é indicado que os alimentos sejam devidamente cozinhados e que frutas e verduras sejam higienizados com uma solução de bicarbonato, por exemplo, pois assim é possível não só prevenir o contato com o SARS-CoV-2, caso este esteja presente, como também é possível prevenir outras doenças transmitidas por alimentos. Veja como lavar bem frutas e verduras.

Vacina contra COVID-19

A vacina contra a COVID-19 é a forma mais eficaz de prevenir o desenvolvimento dos casos graves de COVID-19, sendo consideradas seguras pela Organização Mundial de Saúde. No entanto, a vacinação não impede o contágio e a transmissão da doença, mas previne as formas graves. Assim, é importante que além da vacinação, as medidas preventivas sejam continuadas, como lavagem e desinfecção das mãos e uso de máscaras individuais, por exemplo. Veja mais sobre a vacina para COVID-19.

Assista o vídeo seguinte e entenda melhor como acontece a transmissão do coronavírus e como se proteger:

1. Como se proteger no trabalho

Durante períodos de pandemia, como acontece com a COVID-19, o ideal é que o trabalho seja feito a partir de casa sempre que possível. Porém, nas situações em que isso não é possível, existem algumas regras que ajudam a diminuir o risco de pegar o vírus no local de trabalho:

  • Evitar o contato próximo com os colegas de trabalho através de beijos ou abraços;
  • Pedir para que trabalhadores doentes fiquem em casa e não se desloquem para o trabalho. O mesmo se aplica para pessoas que apresentem sintomas de origem desconhecida;
  • Evitar o aglomerado de muitas pessoas em cômodos fechados, por exemplo, no refeitório, fazendo turnos com poucas pessoas para almoçar ou lanchar;
  • Limpar regularmente todas as superfícies do local de trabalho, principalmente mesas, cadeiras e todos os objetos de trabalho, como computadores ou telas. Para fazer a limpeza pode ser utilizado um detergente normal ou uma mistura de 250 ml de água com 1 colher de sopa de água sanitária (hipoclorito de sódio). A limpeza deve ser feita com luvas descartáveis.

A estas regras devem ser adicionados os cuidados gerais contra qualquer tipo de vírus, como manter as janelas abertas sempre que possível, para permitir a circulação do ar e limpar o ambiente.

2. Como se proteger nos locais públicos

No caso dos locais públicos, como shopping, cinema, academias, cafés, supermercados e lojas, por exemplo, é importante ter também alguns cuidados, como:

  • Ficar o mínimo de tempo possível no local, saindo imediatamente após terminar a compra;
  • Evitar utilizar as maçanetas das portas com as mãos, usando o cotovelo para abrir a porta sempre que possível;
  • Lavar as mãos antes de sair do local público, para evitar contaminar o carro ou a casa;
  • Dar preferência para horários com menos pessoas.

Locais públicos ao ar livre e com boa ventilação, como parques ou jardins, podem ser utilizados com segurança para passear ou fazer exercício físico, e, mesmo que seja ao ar livre, caso existam muitas pessoas, é recomendado manter o distanciamento e usar a máscara de proteção individual.

O que fazer em caso de suspeita

Se esteve em contato com alguém infectado com COVID-19, tem um teste positivo ou apresenta sintomas sugestivos da infecção, por favor selecione a opção que melhor descreve a sua situação e saiba o que fazer:

Esta informação foi útil?

Atualizado por Manuel Reis - Enfermeiro, em fevereiro de 2022. Revisão médica por Drª Sylvia Hinrichsen - Infectologista, em fevereiro de 2021.

Bibliografia

  • DOREMALEN, Neeltje et al. Aerosol and Surface Stability of SARS-CoV-2 as Compared with SARS-CoV-1. The New England Journal of Medicine. 2020
  • CDC. Coronavirus Disease 2019 (COVID-19): Clean & Disinfect. 2020. Disponível em: <https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/prepare/cleaning-disinfection.html?CDC_AA_refVal=https%3A%2F%2Fwww.cdc.gov%2Fcoronavirus%2F2019-ncov%2Fcommunity%2Fhome%2Fcleaning-disinfection.html>. Acesso em 18 mar 2020
Mostrar bibliografia completa
  • BOSTON PUBLIC HEALTH COMMISSION. Cleaning & Disinfecting to Prevent COVID-19. 2020. Disponível em: <https://www.bphc.org/whatwedo/infectious-diseases/Infectious-Diseases-A-to-Z/Documents/Cleaning%20and%20Disinfecting%20for%20COVID%2019.pdf>. Acesso em 18 mar 2020
  • CDC. Coronavirus Disease 2019 (COVID-19): How to Protect Yourself. Disponível em: <https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/prepare/prevention.html>. Acesso em 16 mar 2020
  • CDC. Coronavirus Disease 2019 (COVID-19): Protect Your Home. Disponível em: <https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/prepare/protect-home.html>. Acesso em 16 mar 2020
  • WHO. Basic protective measures against the new coronavirus. Disponível em: <https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019/advice-for-public>. Acesso em 16 mar 2020
  • CDC. Interim Guidance for Businesses and Employers. Disponível em: <https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/community/guidance-business-response.html>. Acesso em 16 mar 2020
  • KAMPF, G. et al. Persistence of coronaviruses on inanimate surfaces and their inactivation with biocidal agents. Journal of Hospital Infection.
  • ANVISA. NOTA TÉCNICA Nº 04/2020 GVIMS/GGTES/ANVISA - Orientações para serviços de saúde: medidas de prevenção e controle que devem ser adotadas durante a assistência aos casos suspeitos ou confirmados de infecção pelo novo coronavírus (2019- nCoV). 2020. Acesso em 31 jan 2020
  • OMS. Novel Coronavirus(2019-nCoV): Situation Report - 7. 2020. Disponível em: <https://www.who.int/docs/default-source/coronaviruse/situation-reports/20200127-sitrep-7-2019--ncov.pdf>. Acesso em 28 jan 2020
  • CENTERS FOR DISEASE CONTROL AND PREVENTION. About Human Coronaviruses. Disponível em: <https://www.cdc.gov/coronavirus/about/index.html>. Acesso em 27 jan 2020
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Novo coronavírus: o que é, causas, sintomas, tratamento, diagnóstico e prevenção. Disponível em: <http://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/novocoronavirus>. Acesso em 27 jan 2020
Revisão médica:
Drª Sylvia Hinrichsen
Infectologista
Médica infectologista, doutorada em Medicina Tropical pela Universidade Federal de Pernambuco, em 1995. Cremepe: 6522

Tuasaude no Youtube

  • O que é a SÍNDROME PÓS-COVID-19?

    04:34 | 32278 visualizações
  • O CORONAVÍRUS chegou: e agora?

    10:39 | 31352 visualizações
  • EPIDEMIA: o que pode fazer para se proteger? | @Drauzio Varella

    12:51 | 22831 visualizações