Dermatologista: o que é, o que faz e quando consultar

junho 2022
  1. Que doenças trata
  2. Marcar consulta

O dermatologista é o médico responsável por cuidar da saúde da pele, fazendo a prevenção, o diagnóstico e indicando o tratamento para problemas dermatológicos, como manchas, descamação da pele, dermatites, foliculites, acne, herpes ou micoses.

Além disso, o dermatologista também realiza tratamento de doenças das unhas, como infecções causadas por fungos e unhas fracas; do cabelo, como caspa, queda de cabelo e fios quebradiços; e das mucosas da boca e dos órgãos genitais.

É indicado consultar o dermatologista sempre que surgirem sinais e sintomas que indiquem mudanças na pele, no cabelo, na unha ou mucosas, como ressecamento, feridas, coceira, aftas ou vermelhidão, para que seja feito o diagnóstico e o tratamento adequados, evitando, assim, possíveis complicações.

Que doenças trata o dermatologista

O dermatologista é o médico especialista na prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças na pele, unha e cabelos, sendo as principais:

  • Queda de cabelo;
  • Candidíase;
  • Micose;
  • Acne ou rosácea;
  • Herpes;
  • Caspa;
  • Câncer de pele;
  • Dermatite;
  • Alergias;
  • Verrugas;
  • Manchas na pele;
  • Pelos encravados;
  • Psoríase.

O dermatologista também pode realizar cirurgias na pele para a remoção de verrugas, lipomas, cistos, tumores e biópsias, que é um procedimento indicado para investigar alterações na pele que possam indicar ou não a presença de tumor. Entenda melhor como é feita a biópsia da pele.

Além disso, o dermatologista também está apto a realizar alguns procedimentos estéticos, como correção de cicatrizes, transplante capilar, depilação a laseraplicação de botox, crioterapia, microagulhamento e peeling químico.

Quando marcar consulta

É recomendado marcar uma consulta com o dermatologista sempre que forem observados sinais e sintomas de alterações na pele, unhas, cabelos e mucosas da boca e dos órgãos genitais, como:

  1. Alterações na pele, como vermelhidão, ressecamento, descamação, lesões, coceira, caroços, sensação de queimação e calor na pele, e alterações na textura da pele;
  2. Mudanças nos cabelos e couro cabeludo, como oleosidade, queda excessiva de cabelo, descamação, feridas e/ou coceira no couro cabeludo e dor ou sensibilidade no couro cabeludo;
  3. Alterações nas unhas, como manchas brancas, unhas quebradiças, mudanças na cor, ondulações e descolamento das unhas;
  4. Alterações na mucosa da boca, como a presença de aftas ou feridas, ressecamento, placas esbranquiçadas na boca, sensação de queimação e pequenas rachaduras no canto da boca;
  5. Mudanças na mucosa do pênis ou da vagina, como coceira intensa, vermelhidão, inchaço, placas esbranquiçadas, ressecamento e bolhas na virilha.

Assim, na presença desses ou de outros sinais e sintomas, é importante marcar uma consulta com o dermatologista, para que seja feita uma avaliação do estado geral de saúde da pessoa e sejam indicados os exames e os tratamentos mais adequados.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Manuel Reis - Enfermeiro, em junho de 2022.

Bibliografia

  • BATISTA, M, Ana Sofia. Impacto das Doenças Dermatológicas na Qualidade de Vida: Dermatology Life Quality Index e EuroQol 5D - Correlação. Tese de conclusão de mestrado, 2016. Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra.
  • SOCIEDADE PORTUGUESA DE DERMATOLOGIA E VENEROLOGIA. O dermatologista: razões para consultar. Disponível em: <https://www.spdv.pt/_razoes_para_consultar_2>. Acesso em 16 mai 2022
Equipe editorial constituída por médicos e profissionais de saúde de diversas áreas como enfermagem, nutrição, fisioterapia, análises clínicas e farmácia.

Tuasaude no Youtube

  • Como usar o DERMAROLLER em casa

    04:37 | 884620 visualizações
  • Melhores Tratamentos para Manchas na Pele

    05:36 | 407455 visualizações
  • PSORÍASE | Tratamentos Caseiros

    05:00 | 610378 visualizações
  • ACNE: O que comer para acabar com as espinhas

    02:41 | 660642 visualizações