Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é Botox e para que serve

O botox é a abreviação para toxina botulínica, que é uma substância usada para paralisar uma determinada região, e por isso, possui diversas aplicações na saúde, sendo útil para o tratamento de doenças como microcefalia, paraplegia, espasmos musculares e até mesmo para atenuar rugas faciais.

Após a aplicação do botox, a região fica 'paralisada' por aproximadamente 6 meses, mas é possível que seu efeito comece a diminuir um pouco antes ou depois, sendo preciso uma nova aplicação de botox para a manutenção dos resultados.

O que é Botox e para que serve

Para que serve o Botox

Algumas situações em que a toxina botulínica pode ser usada incluem:

  • Atenuar rugas profundas na pele;
  • Controle do blefaroespasmo, que consistem em fechar os olhos de forma vigorosa e descontrolada;
  • Redução da sudorese em caso de hiperidrose ou bromidrose;
  • Correção do estrabismo ocular;
  • Controlar o bruxismo;
  • Espasmos faciais, conhecidos como tique nervoso;
  • Diminuir a cefaleia tensional,
  • Redução da salivação excessiva;
  • Promover um sorriso mais harmonioso, diminuindo a aparição da gengiva;
  • Controle da espasticidade em doenças neurológicas como microcefalia. Veja o uso do botox na microcefalia.
  • Diminuição da dor neuropática;
  • Relaxar uma contração muscular excessiva devido ao AVC;
  • Diminuição dos tremores em caso de Parkinson;
  • Combater a gagueira;
  • Alterações na região da articulação temporomandibular;
  • Combater a dor lombar crônica e em caso de dor miofascial;
  • Incontinência urinária causada pela bexiga nervosa.

Quem pode decidir se a pessoa pode ser tratada com botox é o médico, que deverá indicar o número de injeções necessárias para promover o relaxamento dos músculos necessários para que a pessoa se sinta confortável.

Em São Paulo é possível realizar o tratamento com a toxina botulínica pelo SUS, de forma gratuita, mas também é possível utilizar essa substância em clínicas e hospitais particulares.

Riscos do Botox

O botox só deve ser aplicado pelo médico porque quando injetado em outras regiões do corpo pode ter graves complicações para saúde. Quando ingerido ele pode levar à falha da respiração e a pessoa pode morrer por asfixia. No entanto, quando devidamente aplicado, não existem riscos relacionados, sendo bem tolerado pelo organismo. No entanto, seu efeito não é definitivo e aos poucos o corpo vai eliminado o botox e o problema em questão reaparece, sendo necessário uma nova aplicação.

Clique aqui e Entenda como o Botox atua no organismo

A toxina botulínica tipo A é classificada como agente paralisante neuromuscular, que quando injetada por via intramuscular na dose recomendada pelo médico promove o relaxamento muscular parcial por desnervação química localizada e bloqueia a liberação de neurotransmissores associados com a origem da dor. 

Dependendo da dose utilizada, os músculos afetados pela toxina ficam flácidos ou paralisados e além do efeito local, como a toxina pode se espalhar pelos tecidos, outras áreas também podem ser afetadas, ficando flácidas ou até mesmo paralisadas.

Contraindicações do Botox

O botox não deve ser usado em caso de alergia a toxina botulínica, em caso de reação alérgica após uso anterior, gravidez ou infecção no local que deve ser aplicado.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...