Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Principais causas de dente mole e o que fazer

Agosto 2020

Os dentes moles são considerados normais quando acontecem durante a infância, isso porque corresponde ao período em que os dentes de leite caem para permitir a formação da dentição definitiva.

No entanto quando os dentes moles são acompanhados de outros sintomas como dor de cabeça, na mandíbula ou sangramento na gengiva, é importante que o dentista seja consultado, pois pode ser indicativo de situações mais graves e que devem ser tratadas de acordo com a orientação do dentista.

Independentemente da causa do dente mole, é importante que a pessoa tenha bons hábitos de higiene oral, escovando os dentes após as refeições principais e fazendo uso de fio dental. Dessa forma, é possível evitar não só que os dentes fiquem moles, mas também outras alterações odontológicas.

Principais causas de dente mole e o que fazer

1. Troca de dentição

Os dentes moles durante a infância é um processo natural do corpo, isso porque corresponde à troca de dentição da criança, ou seja, período em que os dentes popularmente conhecidos como "de leite" caem para que os dentes definitivos cresçam e formem a dentição definitiva. Os primeiros dentinhos começam a cair por volta dos 6 - 7 anos e podem demorar até 3 meses para nascer totalmente. Confira mais detalhes de quando os dentinhos começam a cair.

O que fazer: Como corresponde a um processo natural do organismo, não são necessários cuidados específicos, sendo apenas indicado que a criança tenha bons hábitos de higiene, como escovação dos dentes pelo menos 3 vezes ao dia e uso de fio dental.

2. Pancada no rosto

Em alguns casos, após pancada forte no rosto é possível sentir que os dentes estão mais moles, isso porque pode ter havido comprometimento dos ligamentos periodontais, que são responsáveis por manter o dente estabilizado e no lugar. Assim, devido ao comprometimento desse ligamento, é possível que os dentes percam a firmeza e a estabilidade e fiquem moles.

O que fazer: Nesse caso é importante que o dentista seja consultado, pois assim é possível fazer uma avaliação e definir a gravidade do trauma no local. Dessa forma, de acordo com a avaliação do dentista podem ser indicadas estratégias que ajudem a estabilizar os dentes, como colocação de contenções, por exemplo.

No caso da pancada ter sido na criança e o dente mole ser o de leite, o dentista pode indicar a retirada desse dente, no entanto é importante que a criança tenha alguns cuidados para evitar complicações, como infecções na boca, por exemplo. 

3.  Periodontite

A periodontite é uma situação caracterizada pela inflamação crônica da gengiva, devido à proliferação excessiva de bactérias, levando à destruição do tecido que sustenta o dente e deixando-o mole. Essa situação pode ser identificada através de sinais e sintomas que a pessoa pode apresentar como sangramentos na gengiva durante a escovação dos dentes, mau hálito, inchaço e vermelhidão das gengivas. Saiba reconhecer os sintomas de periodontite.

O que fazer: Caso a pessoa apresente sinais indicativos de periodontite, é importante que o dentista seja consultado, pois assim é possível que seja iniciado o tratamento com o objetivo de evitar o amolecimento e perda dos dentes. Assim, o dentista pode indicar a remoção de placas de tártaro que costumam estar presentes nesses casos, além de recomendar a melhora da escovação, uso de fio dental e de enxaguante bucal sem álcool. Veja como deve ser o tratamento para a periodontite.

4. Bruxismo

O bruxismo é uma situação em que a pessoa costuma apertar e ranger os dentes de forma inconsciente durante a noite, o que pode deixar os dentes mais moles ao longo do tempo. Além dos dentes moles, é comum também que a pessoa tenha dor de cabeça e na mandíbula, principalmente após acordar. Veja como identificar o bruxismo.

O que fazer: Após confirmação do bruxismo, o dentista pode indicar o uso de uma placa durante a noite para que a pessoa evite ranger os dentes e provocar o seu desgaste. Em alguns casos, pode também ser indicado o uso de alguns medicamentos que ajudam a aliviar o desconforto causado pelo bruxismo.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.


Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem