Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Tratamento para periodontite

A maior parte dos casos de periodontite tem cura, mas seu tratamento varia de acordo com o grau de evolução da doença, podendo ser feito através de cirurgia ou de técnicas menos invasivas, como curetagem, aplanamento da raiz ou uso de antibióticos, por exemplo.

Além disso, como a periodontite é provocada pela má higiene bucal, que permite o crescimento de tártaro e bactérias, é importante escovar os dentes, pelo menos, 2 vezes por dia, utilizar fio dentário, evitar o uso de cigarro e fazer consultas anuais no dentista.

Tratamento para periodontite

Principais tratamentos sem cirurgia

As diferentes técnicas de tratamento que não precisam de cirurgia, normalmente, são utilizadas nos casos mais leves de periodontite e incluem:

1. Curetagem

Esta técnica é um tipo de limpeza profunda dos dentes que permite remover o excesso de tártaro e bactérias da superfície dos dentes e do interior das gengivas, evitando o surgimento de infecções que podem afetar os ossos que seguram os dentes.

A curetagem é feita por um periodontista ou dentista, utilizando instrumentos especiais no consultório e, em alguns casos, pode também ser feita com laser.

2. Aplanamento da raiz

O aplanamento consiste no alisamento da superfície da raiz dos dentes para reduzir as chances de que as bactérias consigam se grudar e desenvolver, aliviando a inflamação das gengivas e evitando o agravamento das lesões da periodontite.

3. Antibióticos

Os antibióticos, como Amoxicilina ou Clindamicina, eliminam e ajudam a controlar o crescimento de bactérias na boca e podem ser usados sob a forma de comprimido ou como enxaguante bucal. Geralmente são utilizados após a curetagem para manter os dentes limpos e garantir que todas as bactérias foram eliminadas.

Este tipo de medicamentos só deve ser usado com orientação do médico e durante o período recomendado, pois seu uso excessivo pode causar vários efeitos colaterais como diarreia, vômitos ou infecções recorrentes.

Principais tipos de cirurgia

Quando a periodontite está numa fase mais avançada e existe lesões nas gengivas, dentes ou nos ossos, pode ser necessário recorrer a algum tipo de cirurgia como:

  • Dimensionamento de profundidade: é levantada uma parte da gengiva e expor a raiz do dente, permitindo fazer uma limpeza mais profunda dos dentes;
  • Enxerto de gengiva: é feito quando a gengiva foi destruída pela infecção e a raiz dos dentes ficou exposta. Normalmente, o médico retira um pedaço de tecido do céu da boca e coloca na gengiva;
  • Enxerto de osso: esta cirurgia é usada quando o osso foi destruído e permite manter os dentes mais seguros. O enxerto normalmente é feito com material sintético ou natural, sendo removido de outro osso do corpo ou de um dador, por exemplo.

Estes tipos de cirurgia normalmente são feitos no consultório do dentista com anestesia local e, por isso, é possível voltar a casa no mesmo dia, não havendo necessidade de ficar internado.

Os cuidados mais importantes após a cirurgia são manter uma higiene adequada da boca e evitar alimentos duros na primeira semana, para permitir que a gengiva cicatrize. Veja alguns exemplos do que pode comer durante esse período.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Mais sobre este assunto:


Publicidade

LIVE | Saúde da Prostata

A Tatiana e o Manuel vão estar te esperando num encontro informal para falar tudo sobre problemas na próstata.

A sua presença vai fazer o evento ser mais especial.

Se inscreva e receba uma notificação quando começar, para não perder nenhum minuto.

Inscreva-se
* Não perca a oportunidade de fazer perguntas e participar deste momento em homenagem ao Novembro Azul.

Estamos ao vivo agora! Vem falar com a gente!

A Tati e o Manuel falam sobre problemas na próstata, o preconceito dos homens a respeito do exame de toque retal, e até sobre impotência sexual, que pode ser um complicação da detecção tardia desse tipo câncer.

Participe agora
* Vamos responder todas as perguntas que chegarem, sem tabus. Estamos te esperando!
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem