Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

5 principais dúvidas sobre a Dengue Hemorrágica

Atualizado em Novembro 2019

A dengue hemorrágica é uma doença grave caracterizada por sangramentos pelo corpo após a reação do organismo ao vírus da dengue, que é transmitido através da picada do mosquito Aedes aegypti. É importante que a dengue hemorrágica seja identificada logo que surgirem os primeiros sintomas, para que seja estabelecido o tratamento adequado e o risco de complicações seja menor.

Esse tipo de dengue é mais frequente de acontecer em pessoas que já tiveram anteriormente dengue, isso porque a reação do sistema imunológico é mais agressiva, resultando nas complicações da dengue.

5 principais dúvidas sobre a Dengue Hemorrágica

Respondemos aqui 5 dúvidas comuns sobre a dengue hemorrágica.

1. Como se pega a dengue hemorrágica?

A dengue hemorrágica é causada pela picada do mosquito Aedes aegypti que transmite o vírus da dengue. Na maioria dos casos de dengue hemorrágica, a pessoa já havia tido dengue anteriormente e quando é novamente infectada pelo vírus, desenvolve sintomas mais graves, resultando nesse tipo de dengue.

2. A primeira vez nunca é dengue hemorrágica?

Apesar de ser mais raro a dengue hemorrágica pode surgir em pessoas que nunca tiveram dengue, sendo que neste caso os bebês são os mais afetados. Embora ainda não se saiba exatamente porque isso pode acontecer há conhecimento de que os anticorpos da pessoa conseguem se ligar ao vírus, mas não consegue neutralizá-lo e por isso ele continua se replicando muito rapidamente e causando graves alterações no organismo.

Na maioria dos casos, a dengue hemorrágica surge em pessoas que forma infectadas pelo vírus pelo menos uma vez.

3. A dengue hemorrágica pode ser causada pelo uso do remédio errado?

O uso inadequado de remédios também pode favorecer o desenvolvimento da dengue hemorrágica, já que alguns medicamentos à base de ácido acetilsalicílico, como AAS e Aspirina, podem favorecer sangramentos e hemorragia, complicando a dengue. Confira como deve ser o tratamento da dengue para evitar complicações.

4. A dengue hemorrágica mata?

A dengue hemorrágica é uma doença muito grave que deve ser tratada em internamento hospitalar porque é necessária a administração de medicamentos diretamente na veia e máscara de oxigênio em alguns casos. Caso o tratamento não seja iniciado ou não seja feito corretamente, a dengue hemorrágica pode levar à morte.

De acordo com a severidade, a dengue hemorrágica pode ser classificada em 4 graus, em que no mais leve os sintomas são mais brandos, podendo não ser verificados sangramentos, apesar da prova do laço ser positiva, e nos mais graves é possível que exista a síndrome do choque associada à dengue, aumentando o risco de óbito.

5. Tem cura?

A dengue hemorrágica tem cura quando é identificada e tratada rapidamente. É possível ficar completamente curado, mas para isso é preciso ir ao hospital logo que surjam os primeiros sintomas de dengue, especialmente se houver muita dor abdominal ou sangramento pelo nariz, ouvidos ou boca.

Um dos primeiros sinais que podem indicar dengue hemorrágica é a facilidade de ficar com marcas roxas pelo corpo, mesmo em pequenas pancadas, ou o aparecimento de uma marca escura no local em que foi administrada uma injeção ou tirou sangue, por exemplo. Saiba reconhecer os sintomas da dengue hemorrágica.

Veja também como afastar o mosquito que transmite a dengue para prevenir a dengue hemorrágica, assistindo o vídeo seguinte:

PARA A DENGUE NÃO TE PEGAR

14 mil visualizações

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade

LIVE | Saúde da Prostata

A Tatiana e o Manuel vão estar te esperando num encontro informal para falar tudo sobre problemas na próstata.

A sua presença vai fazer o evento ser mais especial.

Se inscreva e receba uma notificação quando começar, para não perder nenhum minuto.

Inscreva-se
* Não perca a oportunidade de fazer perguntas e participar deste momento em homenagem ao Novembro Azul.

Estamos ao vivo agora! Vem falar com a gente!

A Tati e o Manuel falam sobre problemas na próstata, o preconceito dos homens a respeito do exame de toque retal, e até sobre impotência sexual, que pode ser um complicação da detecção tardia desse tipo câncer.

Participe agora
* Vamos responder todas as perguntas que chegarem, sem tabus. Estamos te esperando!
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem