Câncer do mediastino: o que é, sintomas, causas e tratamento

Atualizado em novembro 2023

Vários tipos de tumores podem surgir no mediastino com origem em qualquer órgão presente nessa região, como traqueia, timo, coração, esôfago ou sistema linfático, causando sintomas como tosse, falta de ar ou dor no peito. O mediastino é o espaço entre os pulmões, no meio do tórax.​

Os tumores do mediastino podem ser benignos, como no caso dos schwannomas e neurofibromas, ou malignos, como o linfoma ou câncer de timo (timoma), ou ainda ser originado de metástase do câncer de outras partes do corpo.

O câncer no mediastino é mais frequente entre os 30 e os 50 anos, mas também pode surgir em crianças, sendo importante consultar o oncologista na presença dos sintomas, para que seja feito o diagnóstico precoce e iniciar o tratamento mais adequado.

Imagem ilustrativa número 1

Sintomas de câncer no mediastino

Os principais sintomas do câncer no mediastino incluem:

  • Tosse persistente, que pode conter sangue;
  • Falta de ar, ou chiado ou ruído no peito ao respirar;
  • Dor no peito;
  • Febre ou calafrios;
  • Dificuldade para engolir ou respirar;
  • Cansaço excessivo ou fraqueza constante;
  • Suor noturno;
  • Ínguas;
  • Perda do apetite ou perda de peso sem motivo aparente.

Os sintomas do câncer no mediastino variam de acordo com a região afetada e podem surgir quando o tumor comprime as estruturas à sua volta. No entanto, em alguns casos, a pessoa pode não ter qualquer tipo de sintoma, sendo o tumor identificado durante exames de rotina.

É importante consultar o clínico geral ou oncologista sempre que surgirem sintomas de câncer no mediastino, para que seja feito o diagnóstico e iniciado o tratamento mais adequado.

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico do câncer no mediastino é feito pelo clínico geral ou oncologista através da avaliação do sintomas, histórico de saúde, exame físico e exames de imagem, como raio X de tórax, tomografia computadorizada, ressonância magnética, ultrassonografia ou PET scan.

Além disso, o médico pode solicitar exames de sangue para os marcadores tumorais como alfa-fetoproteína, lactato desidrogenase (DHL) e gonadotrofina coriônica humana (ß-HCG). Confira os principais exames de marcadores tumorais para detectar o câncer.

Marque uma consulta com um oncologista na região mais próxima:

Cuidar da sua saúde nunca foi tão fácil!

Marque uma consulta com nossos Oncologistas e receba o cuidado personalizado que você merece.

Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

Foto de uma doutora e um doutor de braços cruzados esperando você para atender

Outro exame que pode ser solicitado pelo médico é a biópsia, em que é retirada uma amostra do tecido tumoral no mediastino, para confirmar o diagnóstico e o tipo de tumor.

Possíveis causas

O câncer no mediastino tem causas muito variadas, já que depende da estrutura que deu origem ao tumor. Pode surgir em qualquer parte do mediastino, como a parte anterior, média e posterior, ou ainda ser metástase de outros tumores no corpo.

As causas mais comuns do câncer de mediastino são:

Além disso, o câncer de mediastino pode surgir como consequência de metástase de outros tumores, como câncer de pulmão e mama.

Como é feito o tratamento

O tratamento para câncer de mediastino deve ser orientado por um oncologista e depende da localização, do tipo de câncer, da agressividade do tumor e do estado de saúde geral.

Desta forma, os tratamentos que podem ser indicados são quimioterapia, radioterapia ou cirurgia. Esses tratamentos podem ser feitos de forma combinada, de acordo com a avaliação do oncologista.