Dieta para bronquite: o que comer e o que evitar (com cardápio)

Revisão clínica: Tatiana Zanin
Nutricionista
junho 2022
  1. O que comer
  2. Cardápio
  3. O que evitar
  4. Outras recomendações

Na dieta para bronquite é importante priorizar os alimentos ricos em zinco, vitamina A e vitamina C, como frutas, vegetais e castanhas, que possuem propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias que fortalecem as células sistema imunológico, ajudando a diminuir a duração e prevenir as crises de bronquite.

Além disso, de acordo com o peso atual, também pode ser recomendado aumentar ou diminuir as calorias da dieta. Isso porque o excesso de peso aumenta o esforço do coração e dos pulmões, dificultando a respiração. Já pessoas com baixo peso podem se sentir mais fracas e cansadas, e de terem mais infecções.

Durante a bronquite também pode ser recomendado diminuir a ingestão de carboidratos, porque a digestão desse nutriente usa muito oxigênio e produz muito dióxido de carbono no organismo. Como a bronquite dificulta as trocas gasosas nos pulmões, o excesso de dióxido de carbono se acumula no organismo, podendo causar falta de ar, tosse e alteração dos batimentos do coração.

Alimentos que devem ser priorizados

Os alimentos que devem ser priorizados na dieta devem ser os ricos em fibras, ômega 3, selênio, zinco, vitamina A, vitamina C e vitamina E, nutrientes que fortalecem a imunidade, melhoram a respiração e promovem o bem estar. Por isso, os alimentos que devem ser consumidos são:

  • Legumes e hortaliças, como rúcula, espinafre, pimentão, tomate, cenoura, jiló e abóbora;
  • Peixes, como salmão, sardinha, arenque e cavalinha;
  • Carnes com pouca gordura, como frango, tofu, peru e ovos;
  • Frutas com casca (quando possível), como uva, morango, mamão, tangerina e kiwi;
  • Cereais integrais com moderação, como arroz integral, macarrão integral e pão integral;
  • Gorduras saudáveis, como azeite, nozes, castanha do Pará e óleo de abacate;
  • Laticínios, como iogurte, leite e queijos;
  • Bebidas vegetais, como leite de aveia, de soja, de arroz ou de avelã.

Pessoas que precisam ganhar peso, devem consumir laticínios integrais. Já para quem precisa perder peso, é recomendado priorizar os laticínios desnatados.

Apesar de se acreditar que os laticínios aumentam a produção de muco, podendo piorar a bronquite, estudos [1] [2] atuais comprovam que essa relação não existe e que a mistura da saliva com o leite, formando um líquido espesso na boca e garganta, é a causa dessa sensação de aumento na produção do muco.

Cardápio para bronquite

A tabela a seguir contém um exemplo de cardápio para 3 dias para bronquite:

Refeição

Dia 1

Dia 2

Dia 3

Café da manhã

1 xícara de leite + ½ pão integral + omelete com 2 ovos e 1 fio de azeite

1 xícara de chá de gengibre + 1 crepioca feita com ovo, farinha de linhaça e queijo + 4 morangos

1 xícara de bebida vegetal de aveia + 4 bolachas de arroz + 2 colheres de sopa de guacamole

Lanche da manhã

1 maçã com casca assada com canela + 2 castanhas-do-pará

½ mamão papaia + 1 col de sopa de sementes de chia

120 g de iogurte natural + 1 col sopa de sementes de abóbora + ½ banana picada

Almoço

3 col de sopa de arroz integral + 1 filé de peixe grelhado + 1 prato de sobremesa de salada de agrião, cebola, tomate e pepino, temperada com 1 col de sobremesa de azeite + 1 fatia de melão

1 berinjela média recheada com 120 g de tofu e ervas naturais e assada + 2 col de sopa de quinoa + 4 col de sopa de cenoura, ervilha fresca e abobrinha ensopadas com 1 col de sobremesa de azeite + 1 laranja

1 xícara de chá de macarrão integral com molho de tomate caseiro + 1 filé de peito de frango grelhado + 4 col de sopa de pimentão vermelho, cebola e vagem salteados com 1 fio de azeite + 1 caqui

Lanche da tarde

1 copo de vitamina com 150 ml  de bebida vegetal, 2 colheres de abacate picado e 1 col de chá de mel

½ pão integral + 2 fatias de queijo + 1 xícara de chá de guaco

1 omelete com 2 ovos, 1 col sopa de tomate picado e orégano + 1 xícara de chá de erva-doce

Jantar

1 prato de sopa feita com abóbora, couve, cenoura, aipo, batata e músculo + 1 col de sobremesa de azeite + 1 fatia média de abacaxi

2 col de sopa de arroz integral + 4 col sopa de  chicória refogada com 1  col. de chá de azeite + 1 sobrecoxa de frango sem pele ensopado + 1 kiwi

1 prato de sopa de tomate + 1 fatia de pão integral + 1 col de sobremesa de azeite + 1 pera pequena

Ceia

1 prato de sobremesa de mingau com 1 col de sopa de aveia e 300 ml de leite ou bebida vegetal

1 banana picada + 1 col de sopa de manteiga de amendoim

1 taça de salada de frutas com maçã, laranja e mamão com 1 col de sobremesa de farinha de linhaça

Esse cardápio é apenas um exemplo de uma dieta para bronquite, podendo variar de acordo com o peso atual e o estado de saúde da pessoa. Por isso, é aconselhado passar por uma consulta com o nutricionista, para uma avaliação completa das necessidades nutricionais e o planejamento de uma dieta individualizada.

Alimentos que devem ser evitados

Os alimentos que devem ser evitados são aqueles que de podem causar inflamação no organismo, como:

  • Alimentos ricos em açúcar, como refrigerantes, mel, chocolates, sorvetes, bolos, geleias e pudins;
  • Cereais refinados, como arroz branco, pão branco e macarrão branco;
  • Carnes gordurosas, como carne bovina, porco e cordeiro;
  • Embutidos, como mortadela, salame, presunto, salsicha e linguiça;
  • Alimentos ricos em gordura, como pizza, pele de frango, margarina, hambúrguer, batata frita e salgadinhos de pacote;
  • Bebidas alcoólicas, como cerveja, vinho, espumante e coquetéis.

Além disso, é importante evitar alimentos que causam excesso de gases em algumas pessoas, como  brócolis, couve-flor, bebidas com gás, feijão e milho, já que o excesso de gases pode dificultar a respiração nesses casos. Conheça outros alimentos que aumentam os gases.

Outras recomendações

Algumas recomendações que podem ajudar a melhorar a respiração, o bem estar geral e diminuir o cansaço são:

1. Beber bastante água

É recomendado beber pelo menos de 6 a 8 copos de água por dia, porque essa bebida ajuda a transportar os glóbulos brancos, um dos compostos do sangue que são responsáveis pela defesa do organismo, ajudando, assim, a fortalecer o sistema imunológico. Além disso, a água também ajuda a diluir o muco, facilitando a sua eliminação. Veja a quantidade de água indicada para cada pessoa.

2. Fazer pequenas refeições

Fazer pequenas refeições, fracionando-as em 4 a 6 refeições ao longo do dia, ajuda a manter o diafragma livre, o músculo que separa o abdômen do tórax, facilitando a entrada de ar nos pulmões e melhorando, assim, a respiração.

3. Usar remédios caseiros

Alguns remédios caseiros, como chá de guaco, de erva-doce e de gengibre, e xarope de agrião são ótimas opções de remédios caseiros com propriedades anti-inflamatórias e expectorantes que ajudam a fortalecer o sistema imunológico, além de diluir e eliminar as secreções. Saiba como usar os remédios caseiros durante a bronquite.

4. Consumir probióticos

Os probióticos são bactérias benéficas que vivem no intestino e que promovem o equilíbrio da flora intestinal, diminuindo as inflamações e fortalecendo, assim, o sistema imunológico. Por isso, consumir alimentos como kefir, kombucha e iogurte ajuda a prevenir e diminuir o tempo e duração das crises de bronquite.

5. Praticar exercícios físicos

Praticar exercícios físicos pelo menos de 3 a 4 vezes por semana, como caminhada, bicicleta e musculação, fortalece os pulmões e o coração, diminuindo a pressão arterial e melhorando a respiração.

No entanto, é recomendado fazer os exercícios físicos somente sob a recomendação de um médico e a orientação de um profissional de atividade física, para ajustar a frequência, a intensidade e os tipos de exercícios de acordo com o estado de saúde e o peso atual de cada pessoa.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Karla S. Leal - Nutricionista, em junho de 2022. Revisão clínica por Tatiana Zanin - Nutricionista, em junho de 2022.

Bibliografia

  • CLEVELAND CLINIC. COPD: Exercise & Activity Guidelines. Disponível em: <https://my.clevelandclinic.org/health/articles/9450-copd-exercise--activity-guidelines>. Acesso em 29 jun 2022
  • BALFOUR-LYNN, M, Ian. Milk, mucus and myths. British Medical Journal. Vol.104. 91-93, 2019
Mostrar bibliografia completa
  • AUTRALIAN SOCIETY OF CLINICAL IMMUNOLOGY AND ALLERGY. Milk, Mucus and Cough. Disponível em: <https://www.allergy.org.au/patients/food-other-adverse-reactions/milk-mucus-and-cough>. Acesso em 29 jun 2022
  • MAYO CLINIC. Cold symptoms: Does drinking milk increase phlegm?. Disponível em: <https://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/common-cold/expert-answers/phlegm/faq-20058015>. Acesso em 29 jun 2022
  • S ASSOCIAÇÃO MÉDICA BRASILEIRA E CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA. Terapia Nutricional no Paciente com Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica. 2011. Disponível em: <https://amb.org.br/files/_BibliotecaAntiga/terapia_nutricional_no_paciente_com_doenca_pulmonar_obstrutiva_cronica.pdf>. Acesso em 29 jun 2022
  • CLEVELAND CLINIC. Nutritional Guidelines for People with COPD. Disponível em: <https://my.clevelandclinic.org/health/articles/9451-nutritional-guidelines-for-people-with-copd>. Acesso em 29 jun 2022
  • AMERICAN LUNG ASSOCIATION. Nutrition and COPD. Disponível em: <https://www.lung.org/lung-health-and-diseases/lung-disease-lookup/copd/living-with-copd/nutrition.html>. Acesso em 29 jun 2022
  • MALMIR, Hanieh, et al. Adherence to Low Carbohydrate Diet in Relation to Chronic Obstructive Pulmonary Disease. Frontiers in Nutrition. Vol.8. 1-7, 2021
Revisão clínica:
Tatiana Zanin
Nutricionista
Formada pela Universidade Católica de Santos em 2001, com registro profissional no CRN-3 nº 15097.

Tuasaude no Youtube

  • 5 EXERCÍCIOS PARA FORTALECER O PULMÃO | com @Mirca Fisioterapia e Bem-estar

    06:03 | 728926 visualizações
  • O que comer para asma

    02:48 | 305916 visualizações