Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Entenda como é feito o tratamento da Alergia Alimentar

O tratamento para a alergia alimentar depende dos sintomas manifestados e da sua gravidade, sendo geralmente feito com remédios anti-histamínicos como Loratadina ou Allegra, ou mesmo com remédios corticoides como a Betametasona por exemplo, que servem para aliviar e tratar os sintomas que a alergia causa.

Além disso, para evitar a alergia ou diminuir a gravidade dos sintomas, é recomendado excluir os alimentos que provocam alergia. Por exemplo, se tiver alergia ao glúten, o mais recomendado é não pode comer alimentos que contenham glúten na sua composição como pão, biscoitos, massas e cereais, ou por outro lado, se tiver alergia ao leite, não deve comer nada que contenha leite ou vestígios de leite, como iogurte, queijos, bolos e biscoitos, por exemplo.

O tratamento da alergia alimentar deve ser sempre feito com acompanhamento médico e nutricionista, para que o alimento causador da alergia possa ser corretamente identificado e pessoa possa ter uma dieta adequada sem que existam deficiências nutricionais.

Entenda como é feito o tratamento da Alergia Alimentar

Como é feito o tratamento

O tratamento para alergia alimentar deve ser feito com acompanhamento médico e varia de acordo com os sintomas apresentados pela pessoa e gravidade, podendo ser recomendado:

  • Exclusão ou diminuição do consumo dos alimentos que causam alergia;
  • Uso de medicamentos anti-histamínicos, como Loratadina ou Allegra, por exemplo;
  • Uso de medicamentos corticoides para aliviar os sintomas, como a Betametasona;
  • No caso de reações alérgicas graves, como o choque anafilático, por exemplo, pode ser recomendado injeção de adrenalina e uso de máscara de oxigênio.

É importante também que no caso de sintomas graves de alergia a pessoa vá ao pronto-socorro mais próximo para que possíveis complicações sejam evitadas. Além disso, é recomendado que o tratamento da alergia alimentar seja acompanhado por um nutricionista, já que envolve mudança nos hábitos alimentares.

Saiba como identificar a alergia alimentar.

Como conviver com uma alergia alimentar?

Viver com uma alergia alimentar pode não ser fácil, porém existem alguns cuidados e dicas que facilitam e que evitam o surgimento da alergia. Se a alergia ao alimento for leve, é possível ingerir esse alimento em quantidades moderadas, depois de tomar remédios antialérgicos indicados pelo médico que previnem a alergia. Assim, se tiver uma alergia leve ao ovo, camarão ou ao leite por exemplo, que causa apenas sintomas mais leves como coceira, vermelhidão e bolinhas vermelhas na pele, pode comer estes alimentos de vez em quando, mas sempre em quantidades pequenas.

Além disso, é preciso não esquecer os alimentos que podem conter alergênicos em sua composição, como é o caso dos bolos que contêm leite e ovos, o sushi que pode ter amendoim, o Kani-Kama que contém peixe e ovo, ou a maionese que contém ovo.

Se a alergia ao alimento for grave e pode facilmente causar choque anafilático, o alimento nunca pode ser ingerido, sendo muito importante estar atento para nunca ingerir o alimento ou alimentos que possam conter o alergênio na sua composição.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem