Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Epinefrina: o que é e para que serve

A epinefrina é um remédio com potente efeito antiasmático, vasopressor e estimulante cardíaco que pode ser utilizado em situações de urgência, sendo, por isso, um medicamento que normalmente é transportado por pessoas que apresentam elevado risco de ter uma reação alérgica grave. Após uso deste remédio é muito importante ir imediatamente ao hospital ou consultar o médico que receitou o seu uso.

A epinefrina também pode ser conhecida como adrenalina e é vendida nas farmácias convencionais com receita médica, sob a forma de seringa pré-cheias com 1 dose de epinefrina para injetar no músculo.

Epinefrina: o que é e para que serve

Para que serve

A epinefrina está indicada para o tratamento de situações de emergência de reações alérgicas graves ou anafilaxia provocadas por amendoins ou outros alimentos, medicamentos, picadas ou mordeduras de insectos, e outros alergênios.

Como aplicar

O modo de uso da epinefrina deve ser feito de acordo com as indicações do médico que receitou o uso deste medicamento, no entanto, para usar geralmente deve-se seguir os seguintes passos:

  • Retirar a caneta de epinefrina do interior do estojo;
  • Remover a trava de segurança;
  • Agarrar a caneta com uma mão;
  • Pressionar a ponta da caneta contra o músculo da coxa até ouvir um pequeno clique;
  • Esperar entre 5 a 10 segundos antes de retirar a caneta da pele.

O efeito da adrenalina é muito rápido, por isso, se o paciente não sentir melhora em menos de 1 minuto, pode-se repetir a dose, utilizando outra caneta. Caso não exista outra caneta disponível, deve-se chamar imediatamente uma ambulância ou levar a pessoa no hospital.

Possíveis efeitos colaterais da epinefrina

Os principais efeitos colaterais da epinefrina incluem palpitações, aumento dos batimentos cardíacos, suor excessivo, náuseas, vômitos, dificuldade em respirar, tonturas, fraqueza, pele pálida, tremor, dores de cabeça, nervosismo e ansiedade. No entanto, o benefício do uso deste medicamento é muito superior aos seus efeitos, já que existe risco de vida para a pessoa que está passando por uma reação alérgica grave.

Quem não deve usar

A epinefrina está contraindicada para pessoas com pressão alta, hipertireoidismo, tumores da medula adrenal, alterações do ritmo cardíaco, doença coronária e do miocárdio, endurecimento das artérias, alargamento ventricular direito, insuficiência renal, pressão intraocular alta, alargamento da próstata, asma brônquica ou pacientes com hipersensibilidade à epinefrina ou outros componentes da fórmula.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...