Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Transtorno do espectro do autismo: o que é, como identificar e tratar

O transtorno do espectro do autismo ou autista é uma condição onde o desenvolvimento da comunicação, interação social e comportamento da pessoa é afetado em algum grau. A identificação do autismo é feito pelo pediatra ou clinico geral, que pode encaminhar a pessoa para mais testes com outros profissionais, como o fonoaudiólogo e psicoterapeuta, afim de ter um diagnóstico preciso com o nível de autismo da pessoa, para que dessa forma seja feito o tratamento mais adequado.

O autismo não é uma doença, é um modo diferente de se expressar e reagir consigo próprio e com a sociedade, e não tem a tendência de se agravar com a idade, no entanto, quanto mais cedo for feito o diagnostico e iniciado o tratamento individualizado, melhores são as possibilidades da pessoa de ter mais qualidade de vida. 

Transtorno do espectro do autismo: o que é, como identificar e tratar

Como identificar o autismo

O transtorno do espectro do autismo pode ser identificado pelo médico através de alguns sinais que a pessoa pode apresentar. No entanto, para que seja feito o diagnóstico do autismo, é preciso que a pessoa apresente as características a seguir:

1. Alteração no desenvolvimento da comunicação

No autismo uma das mais fortes características é a alteração no desenvolvimento da comunicação, onde a pessoa pode apresentar atraso no inicio da fala ou ausência completa, dificuldade de formar frases e pedir o que deseja. Além de não responde quando é chamado ou ter o tom de voz que pode soar como canto ou semelhante a um robô.

2. Dificuldade ou ausência de interação social

A dificuldade de interação social pode surgir desde os primeiros meses de vida, como por exemplo evitar a olhar nos olhos ou diretamente no rosto das pessoas, ausências de expressões faciais, não demonstra interesse em estar com outras pessoas ou não procura por ninguém quando está sozinho.

3. Alterações no comportamento 

As alterações de comportamento se apresentam em diversos níveis, podendo ser desde repetições como bater palmas ou andar de um lado para o outro sem motivo aparente, até a não aceitação de novas rotinas. Como o comportamento diferente pode causar estramento nos outros, podem existir episódios de irritação em excesso ou choro descontrolado, por não se sentir a vontade no ambiente. 

Entenda melhor quais são as características do autismo.

Como tratar o autismo 

O tratamento do autista, seja em qualquer grau, para ser efetivo envolve a participação da família, e é importante que saibam quais são as limitações e capacidades da pessoa com o autismo, pois as terapias envolvidas no tratamento muitas vezes continuam em casa já que o tratamento é individualizado para cada pessoa de uma forma diferentes, com o objetivo de melhorar os aspectos em que se tem dificuldades.

Desta forma o tratamento pode envolver a participação de profissionais como, psicólogos, psiquiatras, pedagogos, fonoaudiólogos, musicoterapeutas, entre outros. Contudo, por possuir diferentes níveis e características, atualmente não existe tratamento padrão e nem cura para o autismo. Além disso, em alguns casos pode ser necessário fazer uso de medicamentos durante o tratamento, pois algumas pessoas podem apresentar sinais de irritabilidade extrema, falta de concentração e ansiedade. Veja quais são os pricipais tratamentos para o autismo.

Bibliografia >

  • THE NATIONAL INSTITUTE OF MENTAL HEALTH. Autism Spectrum Disorder. Disponível em: <https://www.nimh.nih.gov/health/topics/autism-spectrum-disorders-asd/index.shtml#part_145441>. Acesso em 27 Jul 2020
  • CDC. What is Autism Spectrum Disorder?. Disponível em: <https://www.cdc.gov/ncbddd/autism/facts.html>. Acesso em 27 Jul 2020
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem