Mangostão: 7 benefícios e como usar (com receitas)

O mangostão, conhecido também como mangostin ou mangustão, é uma fruta exótica, muito nutritiva e rica em compostos fenólicos, como flavonoides, xantonas e antocianinas, com ação antioxidante, digestiva, hipoglicemiante e anti inflamatória.

Cientificamente conhecido como Garcinia mangostana, o mangostão também é rico em fibras, água e carotenoides que ajudam na prevenção de problemas de saúde, como câncer, infarto, obesidade ou situações mais simples, como prisão de ventre ou envelhecimento precoce.

O mangostão tem a polpa doce e levemente ácida e existem dois tipos da fruta: o mangostão roxo, onde a casca é roxa e a polpa branca, e o mangostão amarelo, ou o chamado “falso mangostão”, que tem a casca e a polpa amarelos.

A fruta pode ser encontrada em feiras, supermercados ou mercados municipais e pode ser consumida ao natural, usada em sucos ou vitaminas, por exemplo. Já a farinha da casca e o concentrado da fruta, são encontrados em lojas de produtos naturais e podem ser adicionados à água, frutas, sopas ou saladas.

Mangostão: 7 benefícios e como usar (com receitas)

Os principais benefícios do consumo do mangostão são:

1. Ajudar na perda de peso

Tanto a polpa quanto a casca do mangostão são ricas em fibras que ajudam a aumentar o tempo de digestão dos alimentos no estômago, promovendo a saciedade e ajudando na perda de peso. Conheça outras frutas ricas em fibras que ajudam na perda de peso.

Além disso, o mangostão é uma opção muito interessante para a perda de peso, pois tem baixo teor calórico e boas quantidades de água, promovendo a saciedade.

2. Prevenir e controlar a diabetes

O mangostão contém ótimas quantidades de fibras, como a pectina, que diminuem a velocidade de absorção dos carboidratos, equilibrando os níveis de glicose no sangue, prevenindo e controlando a diabetes.

Além disso, a fruta também tem ótimas quantidade de antioxidantes, como as xantonas e os flavonoides, que combatem os radicais livres, evitando danos nas células que produzem insulina, o hormônio responsável pelo equilíbrio de açúcar no organismo. Veja mais alimentos com ótimas quantidades de antioxidantes.

3. Melhorar a digestão

Por ser um potente antioxidante, o mangostão é uma fruta que ajuda a desintoxicar e fortalecer o fígado, equilibrando a produção das enzimas responsáveis pela digestão e evitando sintomas de má digestão, como mal estar, náuseas ou barriga estufada. Veja como fazer uma dieta para desintoxicar o fígado e melhorar a digestão.

4. Combater a prisão de ventre

Por ser rico em fibras, o mangostão também favorece a formação do bolo fecal e facilita a eliminação das fezes, combatendo a prisão de ventre.

Além disso, a fruta tem ótimas quantidades de água, que é fundamental para formar e eliminar as fezes. Veja mais dicas para combater a prisão de ventre.

5. Diminuir colesterol e triglicerídeos

Os antioxidantes, presentes tanto na polpa quanto na casca do mangostão, previnem a oxidação das células de gordura, diminuindo os níveis de triglicerídeos e colesterol no sangue, o que também evita a formação de placas de gordura nos vasos.

Já as fibras, presentes na polpa e na casca do mangostão, diminuem a absorção intestinal de gordura, o que também promove o equilíbrio nos níveis de colesterol e triglicerídeos no sangue.

6. Ajudar no controle da pressão alta

O mangostão tem ótimas quantidades de água e potássio, que permitem eliminar o excesso de sódio do organismo pela urina, controlando a pressão alta. Saiba como incluir alimentos ricos em potássio na dieta e controlar a pressão alta.

A fruta tem ainda boas quantidades de antioxidantes, que contribuem para a manutenção da saúde das artérias, o que facilita a circulação de sangue e contribui para a redução da pressão arterial

7. Evitar o envelhecimento precoce

Por ser uma fruta rica em antioxidantes, o mangostão previne o envelhecimento precoce, pois combate o excesso de radicais livres no organismo, que são responsáveis pelos danos nas células da pele.

Além disso, o mangostão evita o envelhecimento precoce, pois as fibras presentes na fruta impedem a formação dos produtos de glicação avançada (AGEs), compostos produzidos na pele quando se consome alimentos com alto índice glicêmico, como pão branco, doces, sorvetes ou bolos.

Informação nutricional

A tabela a seguir traz a composição nutricional de 100g de mangostão fresco:

Componentes

Quantidade por 100 g de mangostão fresco

Energia

75 Kcal

Lípidos

0,1 g

Proteínas

0,8 g

Carboidratos

16,8 g

Fibras

1,8 g

Vitamina C

13 mg

Ácido fólico

31 mcg

Magnésio

13 mg

Cálcio

7 mg

Magnésio

13 mg

Fósforo

12 mg

Potássio

130 mg

Para se ter os benefícios do mangostão, é importante manter uma dieta balanceada e praticar atividades físicas regularmente.

Como consumir

Por ter um sabor doce e agradável, o mangostão pode ser consumido ao natural, mas a polpa também pode ser usada no preparo de sucos ou vitaminas. 

Já a farinha da casca e o mangostão concentrado podem ser usados como suplemento alimentar:

Farinha da casca de mangostão

A farinha da casca de mangostão pode ser encontrada em lojas de produtos naturais e a recomendação de uso é de 1 colher de chá, por dia, adicionada a saladas, sucos ou frutas, devendo-se sempre seguir a recomendação de um médico ou outro profissional de saúde especializado no uso do suplemento.

Concentrado de mangostão

O concentrado de mangostão também é encontrado em lojas de produtos naturais e a sugestão de uso é de 40 ml do suplemento por dia, tomado puro ou adicionado à água, devendo-se sempre seguir a recomendação de um médico ou outro profissional de saúde especializado no uso de suplementos.

Efeitos adversos e contraindicações

Os suplementos com o mangostão concentrado ou a casca da fruta são ricos em xantonas, substâncias que podem atrapalhar a coagulação do sangue. Por isso, pessoas que tenham problemas de coagulação ou que façam uso de medicamentos anticoagulantes, devem consultar um médico antes de consumirem os suplementos.

Mulheres grávidas ou que estejam amamentando também não devem consumir os suplementos com o mangostão, pois ainda não existem pesquisas suficientes para comprovar a segurança do uso desses suplementos nestas situações.

Receitas saudáveis com mangostão

O mangostão pode ser usado em receitas como:

1. Vitamina de mangostão

[gra1]

Ingredientes: 

  • 2 unidades de mangostão;
  • 1 banana prata;
  • 1 noz;
  • 200 ml de leite de vaca ou leite vegetal (coco, aveia ou arroz);
  • 1 colher de chá de mel.

Modo de preparo:

Lavar, descascar e picar a banana e o mangostão e levar ao freezer ou congelador por 4 horas. Triturar a noz e reservar. Levar o leite, o mel e as frutas congeladas ao liquidificador e bater até ficar uma bebida homogênea. Finalizar, salpicando as nozes por cima, e servir.

2. Suco de mangostão

Ingredientes:

  • 1 unidade de mangostão;
  • 200 ml de água;
  • 1 colher de chá de mel.

Modo de preparo:

Lavar e descascar o mangostão. Retirar a polpa da fruta e colocar no liquidificador. Adicionar o mel e a água no liquidificador e bater por 2 minutos. Servir gelado.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • CORDIER, Werner; STEENKAMP, Vanessa. Herbal remedies affecting coagulation: a review. Pharmaceutical Biology. Vol.50. 4.ed; 443-452, 2012
  • CHISTÉ, C, Renan et al. Características físicas e físico-química da casca de mangostão em três períodos da safra. Revista Brasileira de Fruticultura. Vol.31. 2.ed; 416-422, 2009
  • CHAVERRI, P, José et al. Medicinal properties of mangosteen (Garcinia mangostana). Food and Chemical Toxicology. 3227–3239, 2008
  • FONTINHA, F, Soraia Raquel. Plantas exóticas: alegações medicinais e suas bases científicas -Mangostão. Monografia estágio curricular em ciências farmacêuticas, 2014. Universidade de Coimbra.
  • GOVIERNO DE COLOMBIA. Tabla de composición de alimentos colombianos. 2018. Disponível em: <https://www.icbf.gov.co/system/files/tcac_web.pdf>. Acesso em 20 Set 2021
Mais sobre este assunto: