Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

3 dicas caseiras para tratar intestino preso

Estas 3 dicas para tratar o intestino preso são uma solução natural, muito simples e eficiente, envolvendo apenas a ingestão de chá, suco e uma massagem abdominal, dispensando o uso laxantes que podem viciar o intestino e alterar a flora intestinal normal, podendo causar carências nutricionais.

Com estas técnicas naturais é possível estimular o movimento intestinal e melhorar a consistência das fezes, facilitando a sua saída.

3 dicas caseiras para tratar intestino preso

1. Tomar chá morno ao acordar

O chá deve ser suave, como camomila ou alfazema, e não com efeito laxante, como a cáscara sagrada. O efeito estimulante intestinal, neste caso, é feito pela temperatura do chá e a regularidade do estímulo, por isso, é importante repetir o mesmo "ritual" diariamente.

Veja quais os chás que têm efeito laxante.

2. Fazer uma massagem na barriga

Com a mão fechada, deve-se utilizar o "nó" dos dedos para fazer uma massagem na região da barriga, pressionando moderadamente os músculos desta região.

A massagem deve ser iniciada posicionando-se a mão fechada por baixo das costelas do lado direito e seguir as orientações do sentido da massagem, como mostram as setas da imagem abaixo:

3 dicas caseiras para tratar intestino preso

É importante respeitar os locais de início e fim, pois o intuito é massagear a parte final do intestino. Esta massagem deve ser realizada por pelo menos 5 minutos e pode ser feita deitada ou sentada.

3. Tomar suco de laranja e mamão

Outra excelente opção completamente natural para estimular o funcionamento do intestino consistem em tomar um suco com 2 laranjas e 1/2 mamão papaia pequeno. O ideal é ter uma hora fixa para tomar este suco, por exemplo, às 22:00. Veja algumas outras opções de suco para a prisão de ventre.

Além dessas dicas, a posição que a pessoa se senta na hora de evacuar também pode dificultar a passagem das fezes. Veja a posição adequada neste vídeo:

Como aliviar o Intestino preso na gravidez

​Estas técnicas podem ser utilizadas para quem tem intestino preso na gravidez porque dispensa o uso de medicamentos, com exceção da massagem abdominal, que pode ser substituída por caminhadas ou hidroginástica, e deve ser repetida, inicialmente, durante 3 dias seguidos em horários idênticos, e a seguir, 3 vezes por semana, para que o intestino preso ou preguiçoso regule seus movimentos.

Como aliviar o Intestino preso no bebê

O intestino preso no bebê é determinado quando suas fezes são ressecadas e duras, quando o bebê não evacua com facilidade ou quando demora mais de 3 dias para evacuar. Nesses casos, ele deve ser tratado sob aconselhamento do pediatra, embora possa se usar, inicialmente, o chá e a massagem abdominal.

Bebês com menos meses 1 ano, via de regra, poderão não conseguir ingerir todas as frutas com casca ou cruas. Porém, pode ser utilizada a técnica da massagem e do chá morno.

Além das 3 dicas caseiras para tratar o intestino preso, é importante ter sempre em consideração que:

  • Mesmo se estiver de dieta, não deixe de fazer as refeições e respeitar seu horários mesmo tendo um volume menor de comida. Isso é extremamente importante para manter o reflexo e estímulo intestinal.
  • Beber água durante o dia, fora dos horários das refeições, ajuda a fazer o bolo fecal ficar mais moldável e isso é essencial para quem tem o intestino preso ou hemorroidas.
  • Comer, no mínimo, 4 frutas por dia e, de preferência, com casca, como a maçã, pera, pêssego ou ameixa. Isso ajuda o intestino preguiçoso a funcionar melhor e regularizar.

Esta técnica, que dispensa a ingestão de medicamento, deve ser repetida, a princípio, durante 3 dias seguidos em horários idênticos e, a seguir, 3 vezes por semana, para que o intestino preso ou preguiçoso regule seu movimentos.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:
Carregando
...