Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Primeiros socorros em caso de fratura

Em caso de suspeita de fratura, que é quando o osso se parte provocando dor, incapacidade de movimentos, inchaço e, algumas vezes, deformidade, é muito importante manter a calma, observar se há outros ferimentos mais graves, como sangramentos, e chamar o serviço de emergência móvel (SAMU 192).

Em seguida, é possível realizar os primeiros socorros à vítima, que devem seguir as seguintes etapas:

  1. Manter o órgão afetado em repouso, numa posição natural e confortável;
  2. Imobilizar as articulações que ficam acima e abaixo da lesão, com o uso de talas, como mostra as imagens. Não havendo talas disponíveis, é possível improvisar com pedaços de papelão, revistas ou jornais dobrados ou pedaços de madeira, que devem ser acolchoadas com panos limpos e amarrados ao redor da articulação; 
  3. Nunca tentar endireitar uma fratura ou colocar o osso no lugar;
  4. Em caso de fratura exposta, deve-se cobrir o ferimento, de preferência com gaze esterilizada ou um pano limpo. Se houver um sangramento muito intenso, é necessário fazer compressão acima da região fraturada para tentar impedir a saída do sangue. Saiba mais detalhes dos primeiros socorros em caso de fratura exposta;
  5. Aguardar o auxílio médico. Caso não seja possível, recomenda-se levar a vítima para o pronto-socorro mais próximo.

A fratura ocorre quando o osso se quebra devido a algum impacto maior do que o osso pode suportar. Com o envelhecimento e com determinadas doenças ósseas, como a osteoporose, o risco de fraturas aumenta, podendo surgir mesmo com movimentos ou impactos menores, sendo necessário um maior cuidado para evitar acidentes. Saiba quais são os melhores tratamentos e exercícios para fortalecer os ossos e evitar fraturas.

Como imobilizar o membro afetado

A imobilização do membro fraturado é muito importante para tentar evitar agravamento da fratura e garantir que os tecidos continuam sendo corretamente perfundidos com sangue. Assim, para fazer a imobilização deve-se:

1. Na fratura fechada

Primeiros socorros em caso de fratura

A fratura fechada é aquela em que o osso quebrou, mas a pele está fechada, não permitindo observar o osso. Nestes casos, deve-se colocar uma tala de cada lado da fratura e passar uma ligadura desde o início até o fim das talas, como mostra a imagem. Idealmente, as talas devem passar acima e abaixo das articulações próximas ao local.

2. Na fratura exposta

Primeiros socorros em caso de fratura

Na fratura exposta o osso está à mostra e, por isso, não se deve cobrir o local com a ligadura no momento de fazer a imobilização, já que além de poder piorar a dor também favorece a entrada de microorganismos para a ferida.

Nestes casos, deve-se passar uma tala por trás do local afetado e depois, com uma ligadura, atar acima e em baixo da fratura, deixando-a exposta.

Quando suspeitar de fratura

Deve-se suspeitar de fratura sempre que ocorrer um impacto em algum membro, acompanhado de sintomas como:

  • Dor intensa;
  • Inchaço ou deformação;
  • Formação de uma área arroxeada;
  • Sons de crepitação ao movimentar ou incapacidade de movimentar o membro;
  • Encurtamento do membro afetado.

Caso a fratura seja exposta, é possível visualizar o osso para fora da pele, sendo comum haver intenso sangramento. Saiba identificar os principais sintomas de fratura

A confirmação da fratura é feita pelo médico após a avaliação física e realização de um raio x do afetado e, em seguida, o ortopedista poderá indicar o tratamento mais recomendado, que envolve o reposicionamento do osso, imobilização com talas e gessos ou, em alguns casos, a realização de cirurgia. 

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:
Carregando
...