Tratamento da osteoporose: remédios, alimentação e exercícios

novembro 2022

O tratamento para osteoporose é voltado para o fortalecimento dos ossos. Dessa forma, é muito comum que pessoas que estejam fazendo o tratamento, ou que estejam fazendo a prevenção da doença, além de aumentar a ingestão de alimentos com cálcio, também façam suplementação de cálcio e vitamina D. No entanto, esse tipo de suplementação deve ser sempre orientada pelo médico, para evitar ser prejudicial à saúde.

Algumas recomendações gerais incluem a pratica regular de exercício físico moderado, assim como o abandono de algumas práticas mais prejudiciais como o uso de tabaco, álcool ou drogas, por exemplo.

Assim, quando surgem sintomas como fraturas frequentes ou dores constantes nos ossos, é importante consultar o médico para avaliar a possibilidade de ser osteoporose e iniciar o tratamento adequado. Veja que sinais podem indicar osteoporose.

As principais formas de tratamento para osteoporose são:

1. Remédios para osteoporose

Os remédios para osteoporose devem ser tomados diariamente quando indicados pelo médico e podem ser:

  • Calcitonina na forma injetável ou inalatória: impede que os níveis de cálcio fiquem muito elevados na corrente sanguínea;
  • Ranelato de estrôncio: aumenta a formação óssea;
  • Teriparatida na forma injetável: reduz o risco de fraturas ósseas;
  • Suplemento de cálcio e vitamina D: ajudam a repor os níveis destes nutrientes no organismo, favorecendo a saúde óssea, além da alimentação.

O uso destes remédios só deve ser feito com orientação do médico, já que é necessário adequar a dose e duração do tratamento a cada situação específica. Conheça outros exemplos e como atuam os remédios para osteoporose.

A fim de controlar a perda de massa óssea o médico poderá ainda solicitar uma densitometria óssea a cada 12 meses ou em períodos mais curtos, dependendo de cada caso, a fim de ajustar a dose do medicamento.

2. Exercício físico moderado

A atividade física é uma ótima aliada para fortalecer os ossos porque além de favorecer a entrada do cálcio nos ossos, também evita a perda de densidade óssea e ainda melhora o equilíbrio a força muscular, prevenindo as quedas que podem ter consequências graves em pessoas com osteoporose.

Para atingir estes benefícios é indicado que se faça atividade física moderada com ligeiro impacto, como caminhar, pelo menos 30 a 40 minutos por sessão, 2 a 3 vezes por semana. Outra boa atividade para juntar à corrida é a musculação, já que é a melhor forma de fortalecer os músculos e articulações, no entanto, é importante que essa atividade seja orientada por um médico ou profissional de atividade física que ajude a adaptar aos ricos da osteoporose.

Geralmente, os exercícios são a primeira linha de tratamento contra a osteopenia, antes que a osteoporose se instale, porque quando a doença encontra-se avançada é necessária a toma de medicamentos.

3. Alimentação adequada

O tratamento nutricional para osteoporose pode ser feito através de uma alimentação rica em cálcio. Boas dicas são adicionar queijo ralado, amêndoa ou creme de leite às refeições, se for possível, e nos lanches dar preferência aos iogurtes enriquecidos com vitamina D, por exemplo. No entanto, a dieta para osteoporose não exclui a necessidade da ingestão dos medicamentos receitados pelo médico, nem a prática de exercício. Confira algumas opções de alimentos para fortalecer os ossos.

Veja, no vídeo a seguir, mais dicas de alimentação para o tratamento da osteoporose:

Osteoporose tem cura?

A osteoporose não tem cura, mas é possível melhorar a massa óssea deixando os ossos mais fortes e com menos risco de fratura ao realizar o tratamento com remédios, alimentação e exercícios que deverão ser seguidos por toda vida.

Quando fazer a densitometria óssea

A densitometria óssea é o exame que avalia a massa dos ossos e deve ser realizada em mulheres acima dos 65 anos e homens com mais de 70. Além disso, existem situações especiais em que esse exame pode ser recomendado, como mulheres em pré ou pós menopausa, assim como pessoas que estão fazendo reposição hormonal, uso contínuo de corticoides ou tratamento com diuréticos e anticonvulsivantes, por exemplo.

Entenda mais sobre o que é a densitometria óssea e quando ela deve ser feita.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Karla S. Leal - Nutricionista, em novembro de 2022. Revisão médica por Dr. Francisco Couto Valente - Ortopedista, em agosto de 2019.

Bibliografia

  • NHS. Osteoporosis Treatment. Disponível em: <https://www.nhs.uk/conditions/osteoporosis/treatment/>. Acesso em 21 ago 2019
  • TU, Kristie N. et al.. Osteoporosis: A Review of Treatment Options. P&T. Vol.43. 95-99, 2018
Mostrar bibliografia completa
  • SÖZEN, Tümay et al.. An overview and management of osteoporosis. European Journal of Rheumatology. Vol.4. 52-54, 2017
Ortopedista
Médico ortopedista formado pela Faculdade Souza Marques em 2011, com CRM.RJ 52.92679-5 e Membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia.

Tuasaude no Youtube

  • O segredo para ENVELHECER com SAÚDE

    10:39 | 5823 visualizações
  • Alimentos ricos em VITAMINA D para FORTALECER A IMUNIDADE

    05:54 | 137003 visualizações
  • Ossos Fortes Sempre | Tati & Marcelle | Como tratar osteopenia e osteoporose

    09:05 | 186330 visualizações
  • Alimentação rica em CÁLCIO

    02:16 | 246381 visualizações