Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Primeiros socorros para traumatismo craniano

​As pancadas na cabeça geralmente não precisam ser tratadas com urgência, no entanto, quando o trauma é muito forte, como o que acontece em acidentes de trânsito ou em quedas de grandes alturas, é preciso saber o que fazer para reduzir ou evitar possíveis complicações.

Assim, é importante ligar para uma ambulância, observar se a pessoa está consciente e iniciar a massagem cardíaca caso se a pessoa não responda aos chamados. Além disso, após o acidente, a pessoa pode apresentar vômitos persistentes e, nesses casos, é importante deitá-la de lado, tendo cuidado para não fazer movimentos bruscos com o pescoço, colocando um suporte, como casaco ou almofada, debaixo da cabeça.

Primeiros socorros para traumatismo craniano

Primeiros socorros para traumatismo craniano

Caso haja suspeita de traumatismo craniano, deve-se:

  1. Chame uma ambulância, ligando para o 192;
  2. Observe se a pessoa está consciente:
  3. Mantenha a vítima imobilizada, evitando mexer no pescoço, pois podem existir danos na coluna;
  4. Pare hemorragias, caso existam, aplicando ligeira pressão sobre o local, com um pano, gaze ou compressa limpa;
  5. Vigie a vítima até à chegada da ambulância, observando se ela respira. Inicie a massagem caso pare de respirar.

É importante que os primeiros socorros para o traumatismo craniano sejam realizados corretamente, para evitar possíveis complicações, como o coma ou perda de movimento de algum membro, por exemplo. Conheça as possíveis complicações do traumatismo craniano.

Como identificar um traumatismo craniano

Os primeiros sinais que ajudam a identificar quando é necessário utilizar este tipo de primeiros socorros incluem:

  • Sangramento grave na cabeça ou rosto;
  • Saída de sangue ou líquido pelos ouvidos ou nariz;
  • Perda de consciência ou sonolência excessiva;
  • Náuseas intensas e vômitos incontroláveis;
  • Confusão, dificuldade para falar ou perda de equilíbrio.

O traumatismo craniano é mais comum em situações em que existe uma pancada muito forte na cabeça, porém, no caso dos idosos ou crianças o traumatismo pode acontecer mesmo em quedas mais simples.

Caso não exista nenhum sintoma após o acidente é importante vigiar a pessoa durante, pelo menos 12 horas, pois pode existir um pequeno sangramento que vai acumulando e só apresenta sintomas após algum tempo.

Entenda mais sobre o que acontece em casos de traumatismo craniano.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...